A criação de conteúdos relevantes para o site é um processo que requer paciência, atenção e a criação de uma estratégia, para que o objetivo seja atingido. Por isso aprenda como desenvolver uma estratégia de conteúdos para seu site!

Muitas vezes, porém, as empresas não querem se planejar para colher frutos em médio e longo prazo. Com isso, o investimento efetuado não conquista tudo o que a corporação planejou, a frustração e a desconfiança com o marketing digital fazem com que futuros trabalhos sejam colocados em xeque.

Para evitar resultados ruins e gastar dinheiro em vão, fizemos um guia para que você saiba de todos os benefícios do marketing digital e como começar a colocar a mão na massa.

Preparado? Então continue lendo nosso artigo!

Antes de tudo: o que são conteúdos relevantes?

É fácil falar em conteúdo relevante. Como o termo está na moda, muitos profissionais informam que se deve produzir conteúdo relevante. Mas o que, de fato, significa isso?

Um dos grandes desafios dos produtores de conteúdo é resolver problemas que as pessoas possuem. Por exemplo, não adianta produzir soluções contra roubo de carros para pessoas que não possuem um. Isso significa que um conteúdo relevante é aquele que vai impactar o dia a dia do leitor, auxiliando as principais práticas pessoais ou profissionais.

Dessa maneira, o leitor terminará de ler o material com a sensação de que poderá ter mais vantagens em alguma área de sua vida. Para que isso aconteça, porém, você precisará criar uma estratégia de conteúdo para seu site.

Como criar uma estratégia de conteúdo?

Ter uma estratégia de conteúdo significa que você pensará em formas de solucionar problemas do seu potencial cliente, no momento em que ele precisa, gerando valor para ele.

Para que seu conteúdo seja atrativo, interessante e direcionado, você deve planejar algumas ações, como:

Todo esse processo pode ser difícil, caso os funcionários da empresa não disponham de tempo e know-how para tomar as decisões.

Por isso, é sempre interessante que a instituição pense na possibilidade de contratar uma equipe especialista para criar, executar e mensurar sua estratégia, uma vez que não basta apenas criar canais digitais como blog, site e redes sociais.

Mas, se você quer investir para que sua equipe produza internamente conteúdos relevantes, eu sugiro que eles façam os cursos gratuitos “Como escrever para Web” e “Marketing de Conteúdo” da Universidade Rock Content.

De qualquer forma, o conteúdo sendo produzido internamente ou não, o importante é verificar se ele é realmente relevante para a estratégia e avaliar o seu desempenho. Somente assim será possível transformar o investimento no tão sonhado lucro.

Conheça de verdade a sua persona

Personas são perfis semifictícios do seu cliente ideal, criados a partir de pesquisas reais e comprováveis. Sendo assim, é importante que você não use apenas suas experiências ou contato com meia dúzia de pessoas que entraram na sua loja.

O principal problema disso é que você terá apenas parte da imagem do seu consumidor, quando é necessário um conhecimento representativo.

Sendo assim, para resolver o problema, você precisará conhecer:

  • média de idade;
  • classe social;
  • profissão;
  • problemas que possui;
  • interesses;
  • preferências.

Tenha como objetivo, preencher uma ficha completa que contemple:

  • descrição do trabalho da persona;
  • objetivos;
  • problemas enfrentados;
  • como sua empresa pode ajudá-lo.

Depois disso, sua empresa estará preparada para deliberar quais serão os tipos de conteúdo a serem utilizados, além de definir os intervalos entre as postagens, linguagem e temas abordados.

Talvez você esteja se perguntando qual é a diferença entre persona e público-alvo. Como você pode perceber, a persona é específica, enquanto o público-alvo engloba diversos perfis diferentes.

Por isso, é melhor atingir quem mais representa seu cliente do que não atingir ninguém. Porém isso não é tudo: devemos também levar em consideração o momento em que nosso consumidor está! Aprenda agora como fazer isso.

Entenda a jornada de compra do seu consumidor

Se você entender sua persona, mas não pensar nos vários estágios que ela precisa de passar até chegar a compra, seu conteúdo poderá perder relevância.

Pense em seu melhor cliente. Será que ele sempre teve todas as informações que precisava para adquirir seu produto? Em nenhum momento ele apresentou dúvidas ou receios? Normalmente, até os melhores consumidores precisam ser educados para que seus medos e preconceitos sejam perdidos.

Por isso, entenda que para alguém converter, precisa ser atraído e depois considerar o produto ou serviço como algo que precisa obter. As etapas da jornada do consumidor são: atração, consideração e decisão.

Vejamos, agora, como cada uma delas funciona.

Atração

Para que o possível cliente preste atenção na sua solução, ele precisa saber que possui um problema. Nesse estágio, ele apenas entende que possui alguns sintomas e precisa de informações que possam ser úteis para retirar suas dúvidas.

De forma prática, podemos pensar em pessoas que se sentem com pouco fôlego para o dia a dia e percebem que precisam de atividade física. Dessa maneira, ele quer descobrir quais são os principais males que ele poderá enfrentar e como acabar com o sedentarismo.

Para resolver o problema, ele buscará no Google por essas informações e esperará por artigos de blogs, matérias completas, tutoriais, vídeos e ebooks.

Consideração

Após entender qual é o problema, o cliente potencial quer procurar quais são as principais formas de resolver a questão. Seguindo o exemplo anterior, ele entendeu que precisava se exercitar e agora procurará pelas melhores opções.

Além disso, estará com o desejo de mudar de vida o quanto antes. Sendo assim, muitas questões passam por sua cabeça, como melhores exercícios, quais exames são necessários e, principalmente, quais são os benefícios de se matricular em uma academia, em vez de tentar fazer as atividades por conta própria.

Nesse ponto, o usuário quer conteúdo mais completo e avançado, o que inclui posts específicos de blogs, ebooks, guias e webinários.

Decisão

Aqui, o usuário já entendeu que tinha um problema e quer resolvê-lo da melhor forma possível. Então, agora ele buscará pelas melhores opções e avaliará qual se encaixa melhor em seu perfil.

No passo anterior, o usuário entendeu que era mais útil e seguro se matricular em uma academia do que tentar fazer exercícios por conta própria. Agora, ele já está procurando pelas melhores academias da região.

As perguntas que passam pela cabeça dele são: quais empresas possuem melhores professores e aparelhos mais modernos? Qual delas será mais útil para minha necessidade?

Para responder a essas perguntas é interessante fornecer depoimentos de clientes, degustações (quando o serviço ou produto permitir), comparações, cases de sucesso, testes gratuitos e tudo quanto confirmar que o futuro cliente está tomando a melhor decisão.

O processo não termina quando a ação de aquisição é concluída. Nesse momento, deve-se pensar em formas para fidelizar o cliente e transformá-lo em um promotor da sua marca.

Como produzir conteúdos relevantes para o site?

Depois de entender quais são as necessidades de seus potenciais clientes e saber que cada um deles pode estar em uma fase diferente da jornada do cliente, está na hora de começar a produzir seu conteúdo.

Embora os processos possam parecer trabalhosos, eles são úteis para que seu conteúdo seja realmente relevante e de qualidade. Veja a lista que fizemos para que você não se perca durante as etapas.

Pesquise as palavras-chave certas

A palavra-chave é o principal instrumento de uma pesquisa. A partir dela, os motores de busca interpretam qual é a intenção do usuário e tenta fornecer os melhores resultados. Dessa maneira, as empresas tentam utilizar isso ao seu favor.

Uma forma interessante de descobrir quais são as principais dores e problemas da sua persona é procurar sobre quais palavras ela utiliza quando está em dúvidas. Dessa maneira, você pode atingir pessoas que estão em diferentes níveis da jornada de compra.

Além disso, você descobrirá quais temas são menos concorridos, isto é, com menos páginas falando sobre o mesmo assunto. Assim, as chances de que seu conteúdo esteja entre os primeiros na classificação do Google aumentam bastante. Caso contrário, você apostará em palavras-chave muito utilizadas por grandes sites e será mais difícil você ocupar uma boa posição.

Uma ferramenta interessante e gratuita para fazer suas pesquisas é a Ferramenta de Palavras-chave do Google AdWords. Com ela, você consegue ver qual a audiência para o termo buscado e obter novas ideias.

Analise a concorrência (e faça melhor que ela)

Uma das principais vantagens da escrita foi a capacidade de acumular conhecimento. Assim, uma geração consegue passar para a outra toda sua experiência. Isso nos leva a entender que devemos adquirir conhecimento com outras pessoas e empresas que já fazem bem (ou não tão bem assim).

Até mesmo a concorrência é útil nesse processo. De duas, uma: ou você terá fontes de inspiração para fazer um serviço com qualidade ou verá quais erros não deve cometer.

Nesse sentido, todos os instrumentos são úteis. Você pode começar analisando seus concorrentes diretos e depois procurar por aqueles que são do mesmo setor, mas estão em áreas geográficas diferentes.

Para isso, utilize ferramentas como SpyFu e SEMRush. Com elas, será possível analisar, a partir da concorrência, o que é necessário para que suas páginas recebam mais visitantes.

Otimize para SEO

SEO (Search Engine Optimization) são técnicas para otimizar seu conteúdo para os motores de busca, como o Google. Isso deve fazer parte de seu planejamento desde o início das suas ações, para que você não se esforce sem motivo ou postergue o sucesso do conteúdo criado.

Para começar, existem duas formas de realizar as estratégias: na própria página (on-page) e fora da página (off-page). No primeiro caso, deve-se garantir que as tags, imagens e conteúdos sejam inseridas para que os buscadores interpretem adequadamente o material. No segundo, as medidas visam aumentar a autoridade do site perante os outros de mesma temática.

As principais ações para o SEO on-page são:

  • faça títulos chamativos e verifique se não ultrapassou o limite de 63 caracteres;
  • utilize links amigáveis para que os usuários e os motores de busca entendam qual é o assunto de seu material a partir do endereço;
  • faça descrições chamativas e que mostrem por que o usuário deveria ver seu site e não de outro encontrado na busca do Google;
  • organize seu conteúdo de acordo com a palavra-chave desejada;
  • verifique se seu site está carregando rapidamente;
  • descreva todas suas imagens e faça textos alternativos para elas;
  • faça upload das imagens nos tamanhos que serão utilizados para que não seja necessário redimensioná-las depois de carregadas.

Já para o SEO off-page, é interessante:

  • faça links para suas próprias postagens ou serviços para mostrar ao Google o que é mais importante em seu site e para aumentar a retenção dos clientes;
  • faça links para sites de autoridade, assim os motores de busca entenderão que o conteúdo é de qualidade e foi feito a partir de grande pesquisa.
  • busque por autoridade: embora ela só aconteça com o tempo, tente conseguir links de qualidade para suas páginas;
  • convide bons escritores para escrever em seu blog e escreva nos deles, assim, você criará links confiáveis e de alto valor para o Google.
  • divulgue seus materiais em redes sociais e fóruns de ajuda; entenda, porém, que tudo isso deve ser feito de acordo com a demanda, a fim de ajudar os usuários. Todo tipo de spam deve ser rejeitado.

Como pensar na Experiência do Usuário?

Quem é o público que você deseja atingir com o material preparado? A resposta é óbvia: o futuro cliente. Sendo assim, é para ele que você deve arquitetar cada parte do site.

Caso ele tenha algum problema para abrir alguma seção da página, encontrar informações ou entrar em contato, sua empresa será a principal prejudicada, uma vez que em poucos segundos ele poderá encontrar outra empresa na busca do Google.

Por isso, você deve se preocupar em promover uma boa experiência para o usuário enquanto ele navega na página. Isso significa:

  • verificar se a sua página é responsiva (se seu site está otimizado para os diferentes tipos de tela, como as de smartphone ou tablet);
  • observar se as informações são claras e suficientes para o usuário tomar a decisão;
  • conferir se o layout do seu site condiz com a mensagem que sua empresa quer passar;
  • entender que usuários com baixa visão, daltonismo e cegueira podem precisar de formas alternativas para tomar suas decisões;
  • verificar se as páginas de cadastro e pagamento (principalmente para mobile) possuem apenas os itens necessários;
  • procurar em seu conteúdo a existência de links quebrados;
  • criar um nome interessante e curto para o domínio do site;
  • fazer com que o usuário ache o que precisa com o mínimo de cliques.

Deixar de verificar alguns desses pontos pode impedir que você tenha um site de sucesso. Então, seja cuidadoso em proporcionar um bom ambiente para seus visitantes.

Faça um calendário de publicações

Algumas empresas ficam sem publicar uma única linha em suas plataformas por muito tempo. Porém, depois de um tempo, fazem diversas publicações no mesmo dia e logo ficam novamente sem postar.

O grande problema disso é a falta de consistência de postagens. Os internautas nunca sabem quando outro artigo estará disponível e dificilmente conseguirão ler todos os que foram disponibilizados repentinamente.

Para evitar isso e estimular a criação sistemática de conteúdo, é essencial fazer um calendário de publicações. Com ele, você fará com que o próximo conteúdo seja aguardado pelos usuários e que você esteja mais disposto a cumprir com a meta de criação de artigos. Além disso, garantirá que você não abordará o mesmo tema mais de uma vez.

Promova o conteúdo do seu site

Não adianta seguir todas as etapas anteriores e falhar na divulgação de seu conteúdo. É aqui que você conseguirá que seus materiais se viralizem na internet e se tornem conteúdos citados por outros artigos.

A Rock Content, maior agência de marketing de conteúdo do Brasil, publicou recentemente em nosso blog um post com dicas de como divulgar artigos de blog, clique aqui para acessá-lo.

Embora os principais pontos sejam listados isoladamente, aconselhamos que sua empresa pense na automação do processo. Conheça a seguir, algumas maneiras de promover o seu conteúdo:

E-mail

Com listas de e-mail você poderá divulgar novos conteúdos do blog, e-books, infográficos ou webinário facilmente. Além disso, a partir de listas segmentadas, somente as pessoas que tenham algum tipo de interesse em seu conteúdo o receberá.

Diferentemente do que muitos imaginam, o e-mail marketing ainda é uma estratégia interessante para que seu conteúdo seja promovido. Boa parte dos usuários de Internet abrem suas caixas de e-mail pelo menos uma vez ao dia.

Não caia, porém, no erro de comprar listas de e-mail. Embora no início seja um pouco mais difícil construir a sua própria, seja persistente e ofereça benefícios para que os usuários cadastrem seus dados de contato. Ofereça, por exemplo, um e-book.

Redes Sociais

As redes sociais são capazes de movimentar significativamente um site. As pessoas gostam de descrever suas experiências e mostrar seus problemas nessas plataformas. Além de ser uma forma de descobrir o que seus usuários mais precisam, é uma forma de divulgar seu conteúdo.

Em vez de produzir ou publicar apenas conteúdo relacionado à sua empresa, utilize a técnica do 80/20. Isso significa que de cada 10 postagens, 8 serão conteúdos interessantes e relevantes para a empresa e apenas 2 serão sobre suas promoções, serviços ou produtos.

Considere também o melhor horário para fazer as publicações. Embora não exista um momento que sirva de parâmetro para todas as páginas, é possível consultar em qual horário suas postagens possuem maior alcance. Dessa forma, agende suas postagens para esse horário.

Por fim, não deixe de verificar qual é o tipo de conteúdo que mais agrada seus seguidores. Alguns preferem textos, enquanto outros interagem mais com vídeos ou imagens. Sendo assim, faça um mix de postagem, privilegiando as mídias em que o engajamento é maior.

Mídias Pagas

Investir em tráfego orgânico (que surge naturalmente) é uma boa estratégia, uma vez que, mesmo depois do investimento, a página continua a produzir frutos. Entretanto isso não deve desqualificar a utilização de mídias pagas.

Com elas, você pode aumentar o alcance da sua página, fazendo com que mais pessoas acessem seus materiais e possam prosseguir na jornada do consumidor. Para isso, pense em iniciar campanhas com o Google AdWords ou Facebook Ads.

Site

Por fim, utilize seu próprio site para promover seu conteúdo. Crie uma área em que suas últimas postagens estejam visíveis e destacadas. Em caso de e-books, infográficos ou outras mídias, faça CTAs (Call-to-actions) que incentivem os internautas a acessarem o material.

Crie também uma navegação fácil de ser compreendida. Assim, depois de ler um artigo, o usuário poderá encontrar outro conteúdo que seja do interesse dele.

Como analisar os resultados?

Já que você chegou até aqui, é importante que você saiba se sua estratégia está funcionando e como fazer para atingir resultados ainda melhores. Dessa forma, no futuro você dedicará mais tempo, esforço e dinheiro nas mídias que já tem dado mais frutos.

Nesse sentido, o Marketing de Conteúdo se mostra muito vantajoso, uma vez que a qualidade da sua estratégia pode ser medida em tempo real, fazendo com que eventuais erros possam ser corrigidos a tempo. Por isso, torna-se difícil conseguir chegar aos seus objetivos se você não analisar os resultados gerados.

Além disso, analisá-los permitirá que você compreenda melhor seu público e venha a melhorar seus produtos e a forma de se comunicar com eles. Aproveite cada detalhe, entenda os melhores dias e horários para publicação, utilize a linguagem preferida e lance mão de temas com mais engajamento e feedback recebidos, para que seus conteúdos sejam ainda mais relevantes, interessantes e úteis. Isso será levado em conta pela sua persona e aumentará a chance de que ela converta, se fidelize e promova sua marca.

Não menos importante, aprenda com os erros! Em vez de perder a cabeça por ter falhado em algum ponto, entenda como um aprendizado importante para que sua estratégia fique ainda mais refinada. Além disso, com o Marketing de Conteúdo você poderá rapidamente consertá-los. Faça uma comparação ao longo do tempo para entender se há evolução na sua estratégia e se seus resultados estão se aproximando do que você planejou.

Por fim, verifique como os conteúdos produzidos impactaram suas vendas. Dificilmente será interessante ter um grande número de acessos em suas postagens, mas não aumentar as conversões. O objetivo continua sendo a venda, visto que Marketing de Conteúdo é meio e não fim.

Após tantos passos necessários para fazer uma estratégia, a impressão pode ser que é impossível conquistar visibilidade, melhorar a forma com que a empresa é vista e aumentar os lucros usando Marketing Digital. Isso, porém, não é verdade. Como em qualquer outra área, é importante usar as estratégias existentes a seu favor, para que o tiro não saia pela culatra.

Sendo assim, colocar em prática esse artigo será útil para que seus esforços rendam mais frutos, tornando sua empresa mais rápida em conseguir clientes e, consequentemente, mais lucros.

Por fim, não se desanime! Embora o trabalho seja árduo, a colheita recompensa cada linha escrita, somos prova viva disso! Então, sempre que se desanimar e achar que o esforço não está valendo a pena, vislumbre o aumento significativo que terá em suas vidas, a autoridade que sua marca terá no mercado e a capacidade de reter os clientes.

Logo no início, porém, você já terá resultados interessantes. Já nos primeiros passos, você saberá mais sobre seu público e isso impactará a forma com que você presta os serviços. Seu interesse pelos seus clientes fará com que eles entendam sua empresa como essencial para a vida deles.

Se você quiser saber mais formas com que o Marketing Digital pode auxiliá-lo e como nós podemos ser úteis para que você crie conteúdos relevantes para o site, entre em contato conosco! Será um prazer ajudá-lo.