O mercado de trabalho mudou radicalmente. Hoje, o conceito do escritório alugado, onde toda a equipe bate o ponto no mesmo horário, dia após dia, está em cheque, pois descobriu-se não ser o melhor modelo aplicável a todo tipo de negócio.
Assim, surgiram diversos outros modelos de trabalho. Desde os mais radicais, onde o contato é exclusivamente virtual, até os mais híbridos. Home office, home based, coworking, entre outros, surgiram para revolucionar o mercado.

No entanto, essas tendências não foram criadas do nada. São fruto das novas necessidades e desejos dos profissionais que revolucionam o mercado com novos talentos e habilidades. E isso vale principalmente para os jovens profissionais que precisam de novidades e benefícios para sentirem-se abraçados por uma empresa. Quer conhecer as diferenças entre duas das principais modalidades modernas de trabalho? Confira!

O que é home office?

Como o nome já diz, trata-se de um escritório em casa. Esse tipo de modelo é bastante utilizado por empresários que estão começando no mundo dos negócios, cujo o modelo de negócios não precisa necessariamente ter um escritório para funcionar e/ou para aqueles que querem economizar com as despesas de um escritório. Ele apresenta alguns desafios, como a falta de espaço para reuniões, mas também tem grandes benefícios. Conheça-os a seguir.

Quais são os benefícios e desafios do home office?

O home office possui muitas vantagens e algumas características desafiadoras que devem ser consideradas. Primeiramente, saiba que se a sua casa não comporta mais de um colaborador ou sócio, você pode estar limitado a atuar com uma equipe reduzida. Dependendo do tipo de negócio, isso poderia retardar o crescimento de sua empresa, mas é um problema que pode ser contornado com ferramentas de computação em nuvem.

Sempre há a possibilidade de se relacionar com clientes de forma online e contratar colaboradores que trabalham a distância. No entanto, alguns segmentos de atuação podem exigir um nível de envolvimento físico que videoconferências não suprem. Vendedores não costumem desempenhar bem se não tiverem uma base física, já profissionais que trabalham com questões mais criativas como marketing ou produção de conteúdo costumam se dar bem no modelo home based. Por isso, vale uma boa análise do que cada colaborador de sua equipe pode render em casa e se os seus clientes serão bem atendidos sem o contato direto.

Outro ponto que merece bastante cuidado é a disciplina da pessoa que trabalhará de casa. Se a pessoa se distrai facilmente e tem dificuldade de criar uma rotina, certamente irá se perder e trabalhar de casa poderá significar perda de produtividade. Caso o profissional more com outras pessoas, isso também pode representar um desafio a mais uma vez que podem representar distrações, você precisa alinhar com eles que precisa de calma e foco para desempenhar suas atividades profissionais e, portanto, não poderá ser importunado.

Entre os benefícios, estes são os principais:

• Flexibilidade de trabalho;

• Economia de recursos;

• Aproximação da família;

• Maior conforto;

• Melhores condições para concentrar-se, dependendo da infraestrutura;

• Mais qualidade de vida;

• Maior liberdade criativa.

O que é coworking?

É um escritório completo, aberto a profissionais de diferentes empresas poderem trabalhar em conjunto, utilizando o mesmo espaço por um custo reduzido. Com ele, é possível driblar alguns dos desafios que o home office apresenta e ainda trazer outros benefícios que nem mesmo um escritório padrão pode proporcionar, apresentando vantagens como:

• Evita o isolamento do profissional;

• Possibilita um ambiente mais descontraído com novos colegas de trabalho todos os dias;

• Evita as distrações que a própria residência oferece;

• Possibilita um networking valioso com diversas empresas e profissionais;

• Garante uma sala de reunião profissional;

• Endereço fiscal;

• Secretária e copeira com seu custo compartilhado;

• Despesas do imóvel são compartilhados com outros locatários do espaço, o que pode lhe proporcionar uma estrutura bem melhor do que você conseguir arcar se estivesse sozinho.

Qual o melhor modelo?

Isso depende muito do seu perfil, do seu contexto profissional, do segmento em que você atua e do contexto do local que você tiver à sua disposição. Você pode inclusive montar uma rotina de trabalho em que intercale dias no escritório padrão, com dias no home office ou coworking. Em cada caso se deve saber aproveitar melhor o que os diferentes modelos oferecem.

Você já conhecia essas modalidades de trabalho? Compartilhe este artigo para que seus amigos possam também aproveitar o nosso conteúdo!