Quem iria querer uma sala de espera vazia em um salão de beleza?

Pior: Quem iria querer os profissionais do salão parados e sem clientes?

É uma tortura para o gestor do salão de beleza.

E eu entendo a dor do dinheiro do Marketing entrando, mas sem vendas saindo.

Não é uma regra, mas é bem comum que o Marketing de salões de beleza se concentre em postagens no Instagram, Facebook e, quando muito, o envio de alguns e-mails para os clientes.

E são estratégias que geram resultado quando bem executadas, com certeza.

Mas tem uma estratégia que eu gosto de chamar de “dinheiro deixado na mesa”.

E essa estratégia é o Marketing de Influência para salão de beleza.

Isso mesmo, as indicações de outras pessoas para o seu negócio.

Parece familiar com algo escrito no topo da sua lista de “o que mais me traz clientes”?

Não é nenhum segredo que a influência de outras pessoas impacta mais de 50% das decisões de compras do mundo. (fonte)

Então porque a maioria dos salões de beleza não aproveita o marketing de influência?

A resposta é simples: os gestores e profissionais de marketing de salões de beleza ainda estão enxergando o marketing de influência potencial apenas em grandes instagrammers e celebridades.

E nem todo negócio possui acesso a grandes influenciadores.

Além de ser caro.

Marketing de influência não tem que estar diretamente ligado a influenciadores com milhares de seguidores no Instagram ou inscritos no YouTube.

A definição básica de Marketing de Influência é:

“A prática de engajar e usar o poder de influência que algumas pessoas possuem sobre outros consumidores.”

Pense comigo:

Na década de 90, Robin Dubar, um antropólogo britânico descobriu que o ser humano é capaz de manter até 150 relações sociais ao mesmo tempo. No máximo.

Em sequência, o mesmo pesquisador verificou que com as redes sociais e a internet nossa capacidade de interagir, compartilhar e conversar com mais pessoas aumentou.

Hoje uma pessoa média tem pelo menos 500 pessoas que pode influenciar no seu ciclo social.

Olhando por esse lado imagine as suas clientes satisfeitas:

Se você tiver 10 clientes que já indicam seu salão de beleza sem você oferecer absolutamente nada em troca, imagina o potencial que essas clientes têm de serem suas vendedoras se você incentivá-las a te indicar!

Com sorte você consegue 5.000 clientes novos só com essas 10 clientes!

Mais a frente vou te explicar exatamente como usar bem seus clientes como os maiores influenciadores das suas vendas.

Antes você precisa entender melhor porque o Marketing de Influência é uma das maiores moedas de troca que vai alavancar as vendas do seu salão de beleza.

3 motivos que comprovam que o Marketing de Influência não deve ser ignorado:

#1 – Influenciadores facilitam muito a venda.

Sabe aquela sensação de “que marca é essa? Eu nunca ouvi falar”, que trava você na hora de comprar alguma coisa?

Tendo um cliente satisfeito, que gosta do seu salão de beleza, como porta-voz do seu negócio você quebra essa barreira.

O influenciador desempata a decisão de compras quando ela está travada.

#2 – Influenciadores fazem “propaganda” do seu salão de beleza com muito mais eficiência do que qualquer propaganda;

Você sabia que já existem mais de 615 milhões de dispositivos com bloqueadores de anúncio?

É, meu amigo.

As pessoas estão cada vez mais difíceis de convencer usando anúncios.

Para reforçar esse argumento, a Forbes apontou que o marketing de  influência gera mais que o dobro de vendas em comparação com propaganda.

#3 – Influenciadores como seus próprios clientes se conectam muito melhor com seus potenciais clientes do que a sua marca;

Imagine uma cliente do seu salão de beleza, que acabou de receber um atendimento excelente.

Ela está se sentindo bem, bonita e encantada com a experiência que acabou de ter.

É certo que se alguma amiga a perguntar sobre seu serviço nas próximas horas ela vai te indicar.

O erro que a maioria dos negócios cometem é não criar um programa de indicações que incentive essa conexão entre você e novas clientes, usando as clientes de hoje.

As pessoas naturalmente já compartilham conhecimento e boas experiências para:

  • Parecer algo ou impressionar alguém
  • Se sentir bem com nós mesmos
  • Se conectar com pessoas e o mundo
  • Ensinar e/ou ajudar outras pessoas

Em resumo: o compartilhamento é fundamental para a natureza humana.

As pessoas amam indicar os produtos que elas amam.

O Marketing de Influência é a melhor forma de potencializar esse compartilhamento, porque:

  • Uma pesquisa da Nielsen mostrou que 92% das pessoas confiam em indicações de amigos.
  • De acordo com o livro Buzzmarketing de Jackie Huba e Ben McConnell, o boca a boca é a moeda mais valiosa em um mundo saturado de publicidade.

As recomendações representam 92% da confiança na hora da compra. (Fonte)

Percebe como é simples aplicar o Marketing de Influência?

Você não precisa usar grandes influenciadores.

Se você tem acesso a algum influenciador de grande escala pode acelerar seu marketing de influência.

Mas com seus próprios clientes satisfeitos é totalmente possível quase duplicar suas vendas.

Agora que já sabemos que o Marketing de Influência vindo dos seus próprios clientes é tão importante, vou explicar em 5 passos como aplicar agora mesmo.

Como usar seus clientes para vender mais com o Marketing de Influência:

#1 – Identifique os melhores influenciadores

Você precisa encontrar seus melhores influenciadores.

Para isso eu costumo responder a duas questões simples:

Quem são os influenciadores próximos?

É provável que você já conheça alguma cliente sua que é recorrente e goste de você.

Em caso negativo você pode aplicar uma pesquisa de NPS para identificar quem gosta da sua marca.

Esses são os seus influenciadores mais próximos.

Quem são os influenciadores conectados às suas clientes?

Para um influenciador de alto alcance pode ser uma opção ruim.

Principalmente pelo custo.

Pense bem:

Existem influenciadores de menor escala, que se conectam aos seus clientes.

Através da rede de contatos das suas próprias clientes você pode conseguir alguma parceria com esses influenciadores.

#2 – Crie uma estratégia de incentivos e recompensas

Somente pedir a indicação pode não funcionar.

Uma estratégia ideal para isso é a criação de um programa de indicações boca a boca.

Defina bem os benefícios do seu programa de indicações.

Decida qual é o incentivo que os amigos e seguidores deles receberão para conhecer seu negócio.

Crie um sistema que facilite a gestão e aplicação desse programa, ou use um pronto com o BuzzLead.

#3 – Engaje seus colaboradores

Quem está na ponta do contato com os clientes e influenciadores?

Geralmente é a recepcionista ou seus próprios colaboradores no salão de beleza.

Então lembre-se de treiná-las e incentivá-las a divulgar seu programa de indicações.

A mesma coisa vale para os seus influenciadores.

Avise-os sempre que eles ganharem algo por uma indicação bem-sucedida, incentivando-os a exercer ainda mais o poder da influência deles.

#4 –  Use seus outros canais de marketing

“Nem só de boca a boca vive o boca a boca” – eu mesmo.

Você precisa aliar seu programa de indicações ao seu marketing.

Provavelmente seu marketing digital já é estruturado, então você pode:

  • Colocar o link de indicação na bio do Instagram;
  • Fazer postagens recorrentes;
  • Fixar no topo da página do Facebook;
  • Criar uma Landing Page para capturar as informações das suas clientes indicadas;
  • Criar um material para WhatsApp;
  • Fazer um banner e posicionar no seu salão de beleza;
  • Colar uma adesivo na entrada do seu salão.

As possibilidades sao infinitas, aproveite para testar bastante a sua divulgação.

#5 – Monitore e analise os dados

É bem fácil você se perder e não saber qual influenciador está trazendo qual cliente.

Não medir pode acabar com seu programa de indicações.

Crie uma planilha onde você possa analisar quem está influenciando, que está sendo indicado e quem está efetivamente comprando.

Você também pode procurar sistemas automatizados para resolver esse problema, como o BuzzLead, que citei anteriormente.

Está pronto para lançar sua estratégia de Marketing de Influência e atrair mais clientes para o seu salão de beleza?

O próximo passo é colocar a mão na massa mesmo.

É certo que você terá resultados, mas é preciso seguir cada um dos passos explicados aqui, para não haver furos na sua estratégia.

Aproveite para compartilhar esse artigo com alguma empresa do segmento de beleza e estética que você saiba que pode conquistar mais clientes também.

 

Autor Convidado:

Rodrigo Oliveira, CMO da BuzzLead.

Growth Marketer especializado em ajudar organizações e produtos incríveis a encontrarem clientes incríveis. Atualmente gerente de marketing na Startup de Marketing Boca a Boca Buzzlead.