Marketing de conteúdo: O que ele pode fazer por você?

Karine Rodrigues

2 minutos de leitura

Agora que vocês já sabem o que é conteúdo, falemos sobre o que o marketing propriamente dito pode fazer por seu negócio.

 

Ciência de promover uma determinada ação, produto ou objeto, o marketing tem como objetivo causar efeitos em um determinado público alvo, de forma que este se engaje e faça barulho suficiente para manter a chama da divulgação e do interesse acesa. Logo, a matemática é bastante simples:
Marketing + conteúdo = Utilizar uma composição atraente para divulgar o seu propósito, seja através da boa e velha comunicação rudimentar (texto), gráfica (imagens), impressa, online ou visual.

É preciso compreender, no entanto, que não basta entender a definição de marketing de conteúdo: É primordial utilizar as melhores artimanhas para tornar o seu trabalho atraente a olhos vistos, ou ele não será considerado relevante.

Para efeitos de comparação, é algo como uma festa sem convidados, ou uma legítima pizza italiana sem o molho de tomate ou mozzarella: O propósito está ali, mas incompleto. Assim, tenha em mente que, para atrair a audiência, é necessário:

Saber falar a linguagem do público alvo

Vai falar com os jovens? Com um público mais velho? Estude a forma como se posicionam, e busque adaptar a sua comunicação para que te compreendam.

Pesquise

Pode parecer usual, mas até nas grandes viagens o usual é o ponto de partida mais seguro: Informe-se sobre os gostos do seu público e tenha, a partir dos resultados, uma direção sobre como proceder posteriormente.

Ser diferente é legal

Hoje, nada se cria, tudo se copia.
Reinvente-se através do diferente, extraia dos lugares comuns pontos criativos que despertarão interesse para o seu conteúdo, e, principalmente, recicle-se.
Um mesmo assunto, quando debatido em tempos distintos, gera óticas diferentes – e até então desconhecidas!

Atente-se para a gramática, ortografia e afins!

Um bom cartão de visita é essencial na conquista de novos clientes.
No marketing de conteúdo, o bom uso da gramática, ainda que adaptada para a linguagem da web, é um ponto mais do que positivo para você, além de causar muito boa impressão para o leitor.

Posicione-se como marca

Uma vez representando uma marca, você precisa se despir de todas as suas convicções como pessoa – e adotar um tom imparcial, que não demonstre as opiniões que mantém para si.
Afinal, o grande público com quem falará não está interessado no que têm a dizer – e sim, na voz de sua marca.
É ela quem será uma formadora de opinião, e não você.

Posts Relacionados