Como migrar do Pipedrive para o CRM da Hubspot!

Oscar Sigaki

Engenheiro formado pela FEI, com MBA em Gestão de Negócios pela FGV e Professor de Pós-Graduação no curso de Marketing Digital na UMC. Já foi responsável pelo marketing de performance em projetos como Vivo, Smiles, Kroton, entre outros. Hoje é sócio e COO da Hubify.

3 minutos de leitura

O desejo de qualquer empreendedor é promover o sucesso do seu negócio e um CRM entende bem disso, já que traz benefícios ao gerente de vendas, vendedor interno e externo. Assim, os modelos são otimizados constantemente, como no caso de quem busca migrar do Pipedrive para o CRM da Hubspot.

A princípio, um CRM atua como coletor de dados, onde ficarão armazenadas as informações relevantes sobre cada cliente, permitindo que os vendedores conheçam bem o público, orientando-os sobre como conduzir o processo de vendas e agilizar as conversões.

Portanto, existem diversos modelos no mercado e o da Hubspot se consolidou como um dos principais. Dessa forma, se você ficou interessado e quer migrar, mas ainda utiliza o pipedrive, este artigo vai tirar suas dúvidas de uma vez por todas. Boa leitura!

Quais as vantagens do Hubspot CRM?

Afinal, migrar do pipedrive para o CRM da Hubspot exige ser uma troca vantajosa para sua empresa. Vamos descobrir por que!

Agilidade nas importações

A principal vantagem é que a importação dos seus dados é feita com poucos cliques, sem maiores dificuldades. A plataforma busca oferecer os recursos necessários para que o processo seja organizado e simples, além de permitir que você elabore propriedades personalizadas à medida que o projeto avançar.

Unificação de dados

Mais um benefício sobre a importação dos dados: realize essa etapa de uma vez só! É possível importar os contatos, empresas, negócios, tíquetes, entre outros, relacionando com um mapeamento de coluna simples.

Insights valiosos

Vale destacar também que a ferramenta preenche automaticamente a importação de novos dados sobre contatos, empresas e negócios. Para isso, basta utilizar o endereço de e-mail corporativo de um cliente em potencial. 

Dessa forma, você vai otimizar seu tempo ao focar mais na conquista dos clientes, em vez de apenas buscar informações sobre eles.

Qual a diferença entre os objetos padrão do Pipedrive e Hubspot?

Quando falamos sobre pessoas no Pipedrive, no CRM da Hubspot passa a se chamar contatos. Eles são os indivíduos para você interagir e estimular um relacionamento comercial, por meio de ligações e envio de e-mails.

Aqui serão coletados dados como nome, sobrenome, e-mail e telefone, além de listar o histórico de quem e quando entrou em contato pela última vez.

E-book marketing digital

Outro ponto é que as organizações chamadas no Pipedrive, mudam para empresas agora. Elas são os locais onde os contatos trabalham, aqui você pode ter mais de um contato que trabalha na mesma empresa. E vamos armazenar informações como a cidade em que a empresa está localizada, quantos funcionários têm e sobre as receitas.

Já as promoções são os objetos usado para gerenciar o processo de vendas e fiscalizar a receita de uma venda. Essas transações passam por estágios, começando na pré-venda até concretizar e fechar negocio (Fechado e Ganhado) ou não (Fechado e Perdido). Nesse registro vamos armazenar o valor da venda em potencial, quando ela está prevista para ser fechada e quem está gerenciando ela.

Os ingressos são tickets sobre interações de serviço que você tem com os clientes, e assim como as promoções, eles passam por estágios. Os tickets reúnem dados como fonte, tempo para a resposta e tempo para fechar negócio.

O que você precisa saber antes de migrar

Agora que apresentamos os benefícios e como funciona o CRM da Hubspot, provavelmente você ficou interessado em fazer essa mudança, não é? Mas, antes e precisa avaliar algumas questões antes de dar início ao processo. Vamos lá?

Informações

Se formos migrar apenas os contatos, negócios e organizações ela será uma migração simples e de baixo custo, uma vez que é possível fazer via exportação de planilha. 

Porém, se for preciso migrar as atividades e histórico, o processo será mais complexo e trabalhoso, pois não é possível fazer manualmente e é necessário contratar uma ferramenta para realizar o serviço. Aqui, indicamos a Import2.

Configuração atual do Pipedrive

Além disso, a complexidade dessa migração vai depender da maneira que o Pipedrive está configurado.

Se ele estiver configurado 100% corretamente, ou seja, com as propriedades de organização dentro do objeto de organização e negócio etc, já é meio caminho andado, caso contrário o ideal é corrigir no pipe, antes de migrar para o Hubspot.

Você terá outra vantagem caso os campos fechados no pipe migrarem para outros que sejam exatamente iguais no Hubspot. Senão, vai ser preciso corrigir os campos ainda no pipe, antes de enviar por meio de um de > para.

Além disso, se os campos abertos tornarem-se fechados, o processo será trabalhoso para corrigir, uma vez que vamos precisar fazer um de > com campos abertos para campos fechados.

Logo, podemos concluir que a migração será feita de acordo com a configuração do pipedrive e como será utilizado no Hubspot. E se você quiser saber mais sobre a plataforma, que tal ler o nosso artigo sobre o CMS da Hubspot?

Posts Relacionados