O que são backlinks e qual a sua importância em SEO

Rock Content

Rock Content

6 minutos de leitura

Quem trabalha com uma estratégia de Inbound Marketing sabe que vários elementos são importantes para SEO: palavras-chave, tags, URLs… E, claro, não poderíamos nos esquecer dos backlinks.

Você não sabe o que são backlinks? Ora, não tem problema, caro leitor! Nesse post, você vai aprender tudo que é preciso sobre esse elemento — inclusive o motivo pelo qual ele não pode ficar de fora em uma estratégia de SEO.

Então, boa leitura!

O que são backlinks

A definição não tem muito segredo. No universo do Marketing Digital, backlinks são os links que você insere em um determinado conteúdo, interno ou externo ao seu blog, para levar o leitor aonde você quer que ele vá.

Perceba que o ponto chave nessa definição é que a colocação do link é estratégica. Ou seja, ela precisa ser feita de maneira consciente, bem planejada, para gerar tráfego de qualidade. É por isso que nem todo link é um backlink, aliás. Dito isso, vamos entender porque o backlinking bem feito impacta o SEO da sua página.

A importância dos backlinks para o SEO

É fácil entender porque o backlink é bom para o tráfego de visitantes. Mas o que isso tem a ver com SEO, isto é, com a otimização de uma página para ranqueamento em search engines?

O que você talvez não saiba é que um dos critérios dos mecanismos de busca para ranquear páginas é, justamente, a quantidade e qualidade dos backlinks.

Mais uma vez, precisamos reforçar que não se trata apenas de ter muitos links. Esses links devem apresentar relevância, a fim de ser considerados um indicador de qualidade do conteúdo e, assim, elevar o ranking da página.

Como utilizar backlinks

Backlinks, assim como SEO de maneira geral, são elementos indispensáveis dentro da prática do Inbound Marketing. Afinal de contas, Inbound tem a ver com atrair o cliente, em vez de correr atrás dele. E os backlinks são exatamente a maneira de atrair os internautas para o blog e o site de uma empresa, onde eles poderão aprender mais sobre a marca e seu produto.

Então, afinal de contas, como garantir que a sua estratégia envolve backlinks — e não simplesmente links? Aqui vão algumas dicas que certamente serão úteis.

1. Tenha cuidado ao criar links para fora do seu site

Muitas pessoas têm um certo receio quanto à prática de linkar para fora do próprio blog, acreditando que isso fará com que seus leitores abandonem a sua página. Entretanto, não é bem assim.

Em primeiro lugar, muitas vezes essa criação de links para fora ajuda a dar maior credibilidade ao seu conteúdo, especialmente quando você direciona seus leitores para uma pesquisa ou estudo que reforça seus argumentos. Em segundo lugar, eles podem fornecer contextualização sobre um tema que você não pretende abordar a fundo no seu conteúdo, mas que já foi bem explicado por outras pessoas.

Mas, se esses dois pontos não foram suficientes para convencê-lo, aqui vai um argumento irrefutável: muitas técnicas de backlinking implicam que, para ter links levando usuários até o seu site, você também vai precisar ter alguns links no seu site levando os usuários para outros lugares da web.

Não se preocupe; você vai entender melhor no item 3.

Agora que estabelecemos que linkar para fora do seu site não é necessariamente ruim, a questão é como fazer isso da maneira correta. E a melhor dica que podemos dar é que você tenha um cuidado especial com a escolha dos conteúdos para os quais você pretende redirecionar seus leitores.

Em primeiro lugar, há a questão da relevância. Acontece que dois blogs podem abordar o mesmo assunto de maneiras completamente distintas, simplesmente porque eles trabalham com personas diferentes.

Imagine, por exemplo, se você linkar um conteúdo sobre relacionamentos de um site voltado para mulheres casadas com outro conteúdo sobre relacionamentos, porém, publicado em um blog para homens solteiros. Se uma leitora seguir esse link, será que o conteúdo que ele vai encontrar será relevante para ela? Provavelmente, não.

Portanto, pense bem antes de colocar links do seu conteúdo para fontes externas, considerando se estas fontes são compatíveis com o perfil e os interesses do seu leitor.

E-book SEO onpage

Além disso, é claro, o conteúdo externo deve ser confiável. Não crie backlinks do seu blog para páginas pequenas, obscuras e desconhecidas. Além das informações presentes não serem necessariamente corretas, você ainda corre o risco de enviar seus leitores direto a uma armadilha (como um site com vírus, por exemplo).

2. Faça o link em porções relevantes do texto

Quando uma pessoa vê aquele texto azul sublinhado que tipicamente indica um link, ela não consegue saber de imediato onde vai cair se clicar nele. Portanto, ela infere que o “destino” daquela viagem será um conteúdo diretamente ligado ao texto em que o link está inserido.

Vamos explicar melhor por meio de um exemplo bem simples. Imagine que um conteúdo tem a seguinte frase: “ você pode ser feliz comendo vegetais, assim como saboreando um delicioso pudim de chocolate”.

Agora, se você quer criar um link desse conteúdo para uma receita de aspargos empanados, em quais palavras faria mais sentido colocá-lo: “comendo vegetais” ou “pudim de chocolate”? Com certeza, a segunda opção criaria uma falsa expectativa no leitor, levando-o para um novo conteúdo no qual ele possivelmente não terá tanto interesse.

Para que os backlinks funcionem da melhor maneira possível, você deve levar esse fato em consideração. Assim, ao inserir links internos ou externos, tente focar nas porções relevantes do texto. Isso ajuda o leitor a se localizar e, consequentemente, gera mais cliques também.

3. Desenvolva parcerias de alto nível

Infelizmente, para que a sua estratégia de link building tragam os resultados que você quer, não adianta apenas ter um monte de links para o seu blog espalhados pela web. Aliás, dependendo de onde esses links estiverem, eles podem prejudicar mais do que ajudar.

O segredo, então, é desenvolver parcerias de alto nível, com blogs que tenham excelente reputação. Para isso, você pode se dedicar ao que chamamos de guest posting, ou seja, a publicar como convidado no blog de outras empresas ou profissionais.

Lembre-se de escolher aqueles que são considerados autoridades e vistos como referência. Eles possuem boa avaliação em mecanismos de pesquisa e, portanto, um link para o seu conteúdo dentro desse tipo de blog terá forte peso para a avaliação e rankeamento da sua página.

Quando estiver publicando guest posts, você deve ser duplamente cuidadoso com a qualidade do conteúdo. Tenha em mente que ele irá afetar tanto o blog da sua empresa quanto o da pessoa que está lhe cedendo espaço.

Mas, além dos guest posts, existe outra maneira de usar as parcerias a favor do link building. É muito simples: basta pedir que seus parceiros incluam um link para o seu blog em publicações futuras, recomendando a leitura aos próprios seguidores.

Agora, lembra do que falamos lá atrás, no item 1? Pois é, não existe parceria em que você não precise criar links para fora do seu próprio blog. Tenha em mente que essa prática é baseada na reciprocidade, o que significa que o seu blog também vai aceitar guest posts e fazer recomendações a favor de seus parceiros.

Mais uma vez, portanto, reforçamos a importância de estabelecer parcerias inteligentes. Não basta fazer contato com qualquer blog ou site, simplesmente para conseguir a exposição e os backlinks que você quer. Lembre-se que, se você terá que retribuir essa parceria encaminhando seus leitores para o seu parceiro, é melhor que ele seja uma autoridade no assunto. Assim, isso acrescenta valor à imagem do seu blog e da sua marca.

4. Aproveite o poder de fóruns, grupos e comentários

Fóruns, grupos e sites que permitem a realização de comentários são uma ótima alternativa para criar backlinks.

Sua grande vantagem é o número altíssimo de acessos recebido. Cada um desses acessos, aliás, representa uma pessoa que poderia ter interesse em conhecer o seu blog. Para isso, basta fazer uma contribuição relevante e incluir um link para um conteúdo que esteja relacionado ao assunto.

O primeiro passo é encontrar esses ambientes de interação online. No Facebook, por exemplo, você pode ter grupos fechados relacionados à sua indústria, onde usuários publicam suas dúvidas. Procure responder a essas perguntas incluindo links para os conteúdos publicados pela sua empresa. Porém, nunca se esqueça de que você deve oferecer informações que agreguem valor à discussão.

Outra dica importante é que você deve tomar cuidado para não marcar um “gol contra”. Se você espalhar links por aí sem nenhum critério, será classificado como spam, e não como uma estratégia de backlink. E, como já vimos, links de baixa qualidade podem afetar negativamente seu rankeamento no Google e outros mecanismos de busca.

Com as dicas que você acabou de conferir, é possível dar o empurrão inicial em uma estratégia para criar backlinks de qualidade e, assim, melhorar o rankeamento da sua página.

Agora, que tal aprender mais sobre SEO em geral? Você sabia que muitas das coisas que são ditas sobre Search Engine Optimization não passam de lenda? Então, nós convidamos você a conferir nosso post completo sobre os 17 mitos de SEO que prejudicam sua estratégia e seus resultados.

Esse conteúdo foi produzido pela equipe da Rock Content.

Posts Relacionados