Como o SEO auxilia na otimização de sites

Oscar Sigaki

6 minutos de leitura

Pensando em lançar um site para sua empresa? Ou está insatisfeito com a performance do seu atual? Em ambos os casos, a otimização de sites pode fazer toda a diferença para trazer bons resultados.

Essa prática consiste em ajudar a sua página a obter mais chances de aparecer nas primeiras posições de mecanismos de busca, e, assim, alcançar mais visitas e vendas para o seu negócio.

Neste artigo, você vai entender qual é a importância do SEO para suas páginas e as principais técnicas para colocar em prática. Continue conosco e saiba tudo que precisa para conquistar isso!

 

Entenda a importância da otimização de sites

Quando Tim Berners-Lee criou a internet, há mais de 20 anos, ele não fazia ideia do rumo que a sua invenção tomaria. Só que os tempos são outros, e agora se adaptar às tendências é algo imprescindível.

Antes de destacarmos a importância da otimização, seja para o seu site ou blog, você precisa entender que esse método é usado para melhorar a estrutura do HTML e servidor.

Para te ajudar a entender sua relevância, acompanhe os principais benefícios a seguir:

 

Carregamento da página

Uma coisa é certa, a lentidão afasta as pessoas do seu site. Mas a morosidade é facilmente resolvida com a remoção de alguns plugins desnecessários, que só servem para consumir recursos do dispositivo do seu visitante.

A velocidade de página lenta significa que os mecanismos de pesquisa podem rastrear menos páginas, e isso pode afetar negativamente sua indexação. Para reverter esse cenário, você pode apostar na compressão de arquivos e reduzir CSS, JavaScript, HTML e redirecionamentos.

 

Melhor experiência do usuário

Essa é uma das principais razões que resulta na otimização de sites, já que questões como rapidez, reescrever códigos, posicionar tags e alterar o layout são práticas que ajudam a adequar sua plataforma às exigências contemporâneas.

Hoje em dia, não ter uma página responsiva é o mesmo que voltar no tempo, e perder espaço na concorrência. Principalmente, porque cerca de 99% dos brasileiros utilizam os smartphones para navegar na web, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Se as pessoas estão utilizando mais os dispositivos móveis para ter acesso aos conteúdos online, então o seu layout não pode decepcionar. Além disso, os buscadores estão cada vez mais exigentes.

No Google, por exemplo, o conteúdo é importante, mas a experiência do usuário também conta. E é o que diferencia um site do outro, sendo assim, só aparecem nas primeiras posições aqueles cuja intervenção atende a esses parâmetros.

 

O que é SEO?

O SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de técnicas, que fazem a otimização de sites para fazer com que suas páginas sejam mais compreendidas pelos motores de busca, e conquistar as melhores posições nos resultados de buscas na internet.

Afinal, se você quer atrair mais clientes, é essencial estar nas primeiras posições. Assim, de acordo com estudos recentes, o primeiro colocado na pesquisa recebe 47% dos cliques, enquanto a segunda posição recebe apenas 15% do tráfego.

Por isso, você precisa ficar atento às principais técnicas para se aproximar do primeiro lugar, não é mesmo? Fique ligado nas dicas que selecionamos:

 

Site responsivo

Como já dito, o uso de sites responsivos é muito importante. A prova disso é que desde 2016, o Google já prefere as páginas que são adaptadas aos dispositivos móveis. Por isso, se você deseja estar nas primeiras posições do buscador, será necessário ter um site responsivo.

Com ele, suas páginas se adaptarão de acordo com o aparelho utilizado pelo usuário. Dessa forma, a experiência do usuário será tão otimizada quanto a de quem acessa por meio de um monitor.

 

Além da classificação, eles melhoram a navegabilidade dos usuários, o que faz com que as chances de conversão aumentem. Comprar um produto, enviar um pedido de orçamento ou preencher um formulário é mais fácil quando os internautas conseguem navegar com qualidade pela página.

Os sites não responsivos, por outro lado, dependem do efeito pinça — que acontece quando os visitantes utilizam os dedos em forma de pinça para aumentar e diminuir o tamanho dos itens da tela. Como isso é trabalhoso, muitos usuários preferem recorrer ao seu concorrente.

 

Backlinks

Em SEO, os backlinks são as menções que o seu site recebe de outro domínio na Internet. Os motores de busca consideram a quantidade desses links e, principalmente, a qualidade deles. Assim, quanto mais importante é a menção, maior será a chance do seu site ter uma boa classificação no Google, por exemplo.

Os sistemas de busca utilizam esse fator para descobrir quais são os conteúdos disponíveis na internet com maior qualidade. Se um artigo sobre futebol, por exemplo, é citado em diversos sites especializados em esportes, a chance do material ser de qualidade é grande, não é mesmo?

Os backlinks podem também ser internos, nesse caso, são os links que você faz para outras páginas do seu próprio site. Assim, você consegue manter seus visitantes por mais tempo na página, e informa aos motores de busca quais são os conteúdos mais importantes do seu endereço.

 

URLs amigáveis

Uma URL amigável é um endereço de simples construção e entendimento, tanto pelos motores de busca quanto por visitantes. O Google recomenda que a pontuação seja utilizada para facilitar o entendimento do assunto da página. 

 

Por exemplo, uma página de vendas do novo tênis verde da Adidas será mais bem entendida se a URL for construída assim: www.vendas.com.br/tenis-verde-adidas.

Um erro comum é utilizar números de identificação do artigo como parâmetro de URL, como: www.vendas.com.br/product.php?id=707. Nesse caso, os usuários e o próprio Google terão maior dificuldade em entender o assunto da sua página.

Outro problema é quando a identificação é feita sem pontos de separação (como hífens), por exemplo: www.vendas.com.br/tenisverdeadidas.html. É difícil compreender o assunto da página, não é mesmo?

 

Por fim, é importante verificar qual é o tamanho da sua URL, já que os motores de busca são capazes de mostrar apenas alguns caracteres. Dessa forma, o restante ficará cortado, o que dificulta a compreensão dos usuários e pode diminuir a atratividade da sua página.

Não menospreze o benefício que boas URLS têm na classificação! Fatores como tamanho, palavra-chave e caminho de uma URL estão entre os 200 utilizados pelo Google no rankeamento, e certamente não podem ficar de fora na otimização de sites.

 

Sitemap XML

Um sitemap é um mapa do seu site que indica aos robôs dos mecanismos de busca quais são, e onde estão as páginas que você deseja que sejam rastreadas. Assim, o Google conseguirá entender qual é o funcionamento do seu site e rastreá-lo com maior eficácia. Além disso, você sinaliza para os mecanismos de pesquisa que existem pessoas preocupadas com a qualidade do seu site.

 

Editor de Snippet

Com essas ferramentas de edição, você poderá modificar estrategicamente as informações das suas páginas, como tags e meta descrições. Isso fará com que sua página seja mais atrativa para os usuários, durante a busca. Alguns fatores que devem ser considerados são:

  • o título deve ter até 70 caracteres;
  • as descrições não podem ultrapassar 156 caracteres (contando a data da publicação);
  • as informações para redes sociais, assim você poderá fazer títulos, descrições e imagens para cada mídia.

 

Imagens otimizadas

Já que estamos falando em otimização de sites, não poderia falta a otimização de imagens, ainda que essa ação seja negligenciada por diversos administradores. Isso dificulta que eles tenham mais clientes por três motivos: o primeiro deles é a dificuldade do Google em entender o assunto da imagem. Como as imagens nem sempre têm dados de identificação embutidos, rastreá-los é mais difícil.

Outro motivo para otimizar suas imagens são os softwares para pessoas com baixa visão ou cegueira. Nesses casos, as imagens com informações preenchidas são essenciais para proporcionar uma navegabilidade de qualidade às pessoas com problemas de visão. Os programas relatam para a pessoa como é a imagem que está na página.

 

Por fim, o diretório de imagens do Google é uma poderosa forma de atrair mais visitantes. Quando eles procuram por determinadas imagens, têm chance de acessar seu site, ou seja, você pode receber ainda mais usuários em suas páginas.

Para contar com esses benefícios, preencha sempre a tag “alt text” e a descrição da imagem. Assim, os motores de busca saberão, realmente, do que ela trata.

 

Velocidade do site

Quando os usuários fazem uma pesquisa nos buscadores, eles desejam receber um conteúdo de qualidade. Para isso, alguns critérios são a relevância do material com a pesquisa realizada e a qualidade do site, considerando fatores como segurança e velocidade.

 

Os mecanismos de busca consideram a velocidade que os internautas desejam obter informações. Como o acesso à Internet é mais rápido, caso determinada página demore para carregar, o usuário vai escolher outra opção ou desistirá da busca. 

Dessa forma, o Google prioriza as páginas mais rápidas!

Veja, agora, alguns exemplos de como a velocidade impacta nas vendas de algumas empresas:

  • diminuindo o tempo de carregamento de suas páginas em 2,2 segundos, o Mozilla Firefox aumentou os downloads em 15%;
  • a Amazon perde 1,6 bilhão de dólares quando atrasa 1 segundo no carregamento das páginas;
  • é possível que uma empresa com faturamento de $100 mil diários tenha prejuízo anual de $ 2,5 milhões por segundo de atraso no carregamento. A expectativa dos internautas é de que as páginas carreguem em 2 segundos.

 

Se você já tem um site, ou quer verificar a velocidade de carregamento de um site do seu concorrente, existem ferramentas gratuitas em que basta você inserir o link da página para obter o resultado de performance, além de uma lista de sugestões de otimizações para a página carregar mais rápido:

 

Viu só como o SEO pode auxiliar na otimização de sites? Com isso, você vai conquistar posições significativas no ranking dos buscadores, melhorar a experiência do usuário e ainda lucrar com conteúdo difundido na sua plataforma. Por isso, invista nesse procedimento para ficar entre os primeiros do seu segmento.

 

Quer saber mais sobre SEO? Então, não deixe de ler nosso artigo SEO on page x SEO off page!

Posts Relacionados