9 dicas para melhorar os resultados da sua campanha de Google Adwords

Marcelo Camargo

Marcelo Camargo

5 minutos de leitura

Já não é de hoje que Google Adwords tem sido o principal pilar dentro de uma campanha de Marketing Digital, os benefícios da ferramenta são vários e com uma campanha bem administrada, os resultados acontecem muito mais rápido que comparados a outras mídias.

Com a “popularização” do serviço de links patrocinados do Google, além de profissionais de marketing e agências de publicidade off-line que começaram a utilizar o serviço, temos visto uma crescente de empreendedores que começaram a dar os primeiros passos e administrar por conta própria, contas do Google Adwords. Com isso, é bem comum encontrar diversos pontos deixados de lado durante a configuração e gestão de uma campanha, limitando assim o desempenho e o retorno que a ferramenta pode proporcionar.

No artigo “9 dicas para melhorar os resultados da sua campanha de Google Adwords”, vamos listar alguns dos erros mais comuns e dar dicas de como otimizar o desempenho de suas campanhas de Adwords:

  1. Não definir métricas

As métricas nos ajudam a ampliar a visão e mensurar resultados com mais clareza, ao começar uma campanha de Google Adwords, você deve ter em mente quais objetivos deseja alcançar, coloque uma principal e outras secundárias para te ajudará a quantificar dados e tendências. Podemos classificar uma meta principal por exemplo, que seria receber uma conversão via contato de formulário do site ou vender um produto online, em paralelo a isso, defina metas secundárias que você espera alcançar com sua campanha, como por exemplo ter mais visualizações de vídeo, aumentar o tráfego para o site… Para rastrear com precisão uma meta, utilize as conversões do Adwords ou do Analytics.

  1. Esquecer de segmentar por localização

Antes de tudo, lembre-se! Independente do tamanho da sua empresa ou segmento de atuação, quando você começa a investir na internet, sua marca ganha presença global, ou seja, você pode atrair visitantes para o seu site vindo de outras cidades, visitantes do seu estado, do Brasil e do mundo… E quando se trabalha uma campanha de links patrocinados do Google Adwords, se torna fundamental segmentar quais regiões seu anúncio será exibido, assim você consegue otimizar sua verba e aproximar do público que você conseguirá atender.

  1. Não negativar palavras

Para entender o impacto causado por não negativar determinados termos de pesquisa, vamos rever primeiramente os tipos de correspondência de palavras chaves que Google Adwords disponibiliza para os anunciantes explorarem na ferramenta:

 

Correspondência ampla – Incluem erros ortográficos, sinônimos, pesquisas relacionadas e outras variações relevantes em uma busca, ou seja, você utiliza na campanha o termo “sapatos femininos” e as pessoas que pesquisarem por “comprar sapatos de mulher” visualizará seu anúncio.

Correspondência exata – Como o próprio nome já diz, esse tipo de correspondência exibe seu anúncio para quem realizar uma busca com um termo exato ou com variações aproximadas.

Correspondência de frase – Seu anúncio aparecerá para quem utilizar em uma frase sua palavra-chave. Por exemplo, termo utilizado na campanha “sapato feminino”, seu anúncio será exibo na busca pelo usuário utilizando “comprar sapato feminino barato”.

Modificador de correspondência – Significa que os anúncios podem ser exibidos em pesquisas que contêm o termo com variações aproximadas, mas não sinônimos, em qualquer ordem. Por exemplo, termo utilizado na campanha “+sapatos +femininos”, seu anúncio será exibido em pesquisas para “chapéus para mulheres”.

E-book Mídia Paga

Essa amplitude que o Adwords fornece na busca para tornar mais fácil um anúncio de ser exibido e encontrado pelo público, pode se tornar uma verdadeira sanguessuga da verba da sua campanha e trazer uma baixa qualidade de visitantes. Para diminuir isso, utilize o Planejador de palavras-chave para entender as variações de pesquisa dentro termo utilizado. Outra forma de identificar e entender ainda mais o comportamento do público em uma pesquisa relacionada aos seus anúncios, é utilizando o Analytics. Clicando no menu do lado esquerdo em “Consulta de pesquisa” (dentro de Aquisição > Google Adwords) você tem detalhado quais foram as formas utilizadas nas pesquisas e assim você identifica os termos e combinações que comprometem sua campanha.

  1. Ignorar horário de exibição

Alguns tipos de negócio podem gerar um contato imediato do público-alvo, imagine por exemplo uma pizzaria, após ver um anúncio um cliente, decide fazer a compra online ou ligar para o estabelecimento, caso o anúncio seja exibido fora do horário de atendimento, você tem uma grande chance de concretizar uma conversão (ex.: a venda da pizza).

Tente sempre se colocar no papel do seu cliente e entender o comportamento que ele teria até chegar a sua empresa.

  1. Achar que está pagando caro no lance da palavra-chave

Não se assuste! Dependendo do seu ramo de atividade, a concorrência pode ser alta e exigir lances que podem consumir sua verba diária com poucos cliques. No começo de uma campanha é normal e fundamental utilizar diferentes termos de pesquisa, tente sempre deixar o seu lance dentro do recomendado pelo Adwords, só assim você identificará quais são os termos que realmente são importantes para sua campanha e terá base para fazer os ajustes no Google Adwords.

  1. Utilizar palavras-chave pouco relevantes

É bem comum que o anunciante se encante com determinadas palavras-chave que podem gerar um tráfego ainda maior de visitantes, mas sempre se questione, esse termo de pesquisa está relacionado ao meu anúncio? Esse termo de pesquisa resulta em conversões? Faça um teste durante alguns dias e sempre avalie a quantidade de exibições, cliques e conversões que essa palavra-chave pode agregar na sua campanha, dessa forma você terá certeza se deve continuar ou pausar um termo.

  1. Não se atentar ao Índice de qualidade

Imagine ter como retribuição uma ligeira diminuição no custo da palavra-chave e um maior número de exibições do anúncio. Estamos falando do índice de qualidade do Google Adwords, criado para qualificar o trabalho do anunciante e evitar que empresas com verbas milionárias dominem a ferramenta. Essa classificação avalia de 0 a 10 cada termo utilizado, levando em conta a qualidade do anúncio e se o link de destino utilizam os mesmo termos da sua campanha.

  1. Só anunciar quando precisa melhorar o faturamento

O Google Adwords pode trazer resultados fantásticos a curto e médio prazo, mas isso não significa que você só deve investir em links patrocinados quando precisar melhorar seu faturamento. Existem grandes variações de demanda de busca para um determinado segmento, compreender sazonalidades e acompanhar tendências de novos termos utilizados pelo público, se torna muito mais simples com uma campanha longa prazo.

  1. O seu site está preparado para receber visitantes em potencial?

De nada adianta seguir todas as dicas anteriores e no final, identificar que o grande problema da sua campanha foi o seu site! Pode parecer algo irrelevante, mas tudo, tudo mesmo, conta quando um usuário chega até sua página. Muitos sites utilizam uma comunicação que gera dúvidas ou até mesmo, a navegação se torna uma dificuldade ao visitante, tornado uma tarefa complexa encontrar um botão ou link. É fundamental utilizar uma linguagem clara, CTAS (call to actions) em destaque e ter um site preparado para receber visitantes utilizando diferentes navegadores e tamanhos de tela.

Em alguns casos, o melhor a fazer é investir em uma Landing Page, que de forma resumida, é uma página focada em conversão, com poucas distrações ao visitante e com um caminho bem simples e direcionado a conversão.

O Google Adwords é uma ferramenta incrível, indispensável em qualquer estratégia de marketing e que tem ajudado milhares de empresas a obter um rápido retorno sobre seus produtos e serviços.

Espero que tenha gostado do conteúdo “9 dicas para melhorar os resultados da sua campanha de Google Adwords” e se tiver alguma dica ou sugestão, comente aqui no Blog. Aproveite para compartilhar o artigo com seus amigos e parceiros de networking!

Posts Relacionados