LinkedIn: Guia Completo e Boas Práticas

Andreia Pereira

Andreia Pereira

8 minutos de leitura

Provavelmente, você tem um perfil no LinkedIn, certo? Mas a grande questão aqui é: você tem usado a rede a seu favor? Então, está na hora de aplicar as boas práticas no Linkedin.

Com mais de 500 milhões de usuários, e 260 milhões ativos mensalmente, ele é considerado a maior rede profissional do mundo, com milhares de oportunidades para iniciar ou alavancar sua carreira. E ele vai além de um site para buscar vagas de emprego, sendo também um ambiente de networking para compartilhar experiências e ampliar o conhecimento.

Assim, elaboramos este artigo para te ajudar a ter um perfil de destaque na rede social. Confira!

Como criar e otimizar minha conta com as boas práticas no Linkedin!

Caso você ainda não tenha um perfil na rede social, o primeiro passo é criar sua conta clicando neste link, preencher seus dados e pronto! Você já pode se conectar profissionais do mundo todo. Agora, conheça as boas práticas no Linkedin para turbinar sua conta:

otimizar-Linkedin

O uso de palavras-chave

Elas são a grande sacada para o seu perfil ser relevante. Por isso, a escolha dos termos corretos é essencial. Veja onde e como isso deve ser inserido:

Título: insira cargos e/ou competências as quais você  deseja ser vinculado, mesmo que não esteja trabalhando no momento, evite usar frases como “Em busca de Recolocação”. O ideal é escrever suas competências para que seu perfil possa ser recrutado em futuras oportunidades, que combinem com as suas habilidades.

Objetivos: um espaço para falar sobre o que motivou sua entrada no Linkedin, seja networking, oportunidades de trabalho, convites para palestras, entre outros.

Contato: Seja acessível e deixe seus contatos disponíveis, indo além do e-mail, adicionando redes sociais e portfólios.

Resumo: também é um lugar para trabalhar palavras-chave sobre suas skills. Em poucas palavras, conte sobre suas realizações profissionais e projetos relevantes. O objetivo é conseguir reter atenção com exemplos de conquistas.

Experiência: a descrição do cargo também pode ser aproveitada para colocar termos que enfatizam suas habilidades. Caso tenha passado por cargos diferentes na mesma empresa, compartilhe, isso é uma boa prática e mostra suas promoções e diferentes funções exercidas. 

Nessa etapa, adicione a descrição breve da empresa em que trabalhou, como foi o processo seletivo quando foi contratado, suas funções para que conheçam suas habilidade, e conquistas, caso tenha sido promovido, ou administrado um grande projeto.

Formação acadêmica: quem já é graduado, não precisa colocar informações como “ensino médio completo” nesse campo. Além da formação acadêmica, também é legal colocar os certificados que você possui no campo Licenças e Certificados.

Competências e recomendações: aqui, você pode colocar suas skills e as pessoas podem te recomendar. Além de fazer e receber depoimentos de colegas de trabalhos. Para recomendar alguém é só clicar no botão “mais” e depois “Recomendar”, como esse exemplo abaixo:

otimizar-linkedin

Crie conteúdo relevante

É comum se deparar com conteúdos interessantes que atraem mais seguidores, ou então posts maçantes que não engajam.

Portanto, a dica aqui e falar sobre temas que agreguem valor a sua conexão, com ideias e experiências. Seja positivo, trazendo pensamentos que fazem as pessoas refletirem e crescerem, mas tome cuidado com a linguagem e tamanho, aqui não é lugar para textão.

Entretanto, nada de plágio ou termos clichês, em vez disso, aposte em artigos pessoais que contam a sua trajetória profissional e compartilham seus aprendizados pelo caminho, se posicionando como especialista no assunto, com dicas. Será uma forma de identificação e ajudar pessoas que estão na mesma situação.

Sabendo disso, a própria rede social cria um incentivo com o Pulse, que é uma sessão exclusiva de artigos, na qual toda a sua rede de contatos é notificada quando seu artigo e publicado, aumentando o alcance da publicação. Certamente, é uma das boas práticas no Linkedin mais assertivas.

Conte com uma boa rede de contatos

Bons contatos são essenciais em qualquer cenário, e, principalmente, no Linkedin, eles são essenciais para obter as melhores oportunidades. Serão as pessoas que conversam com você, te recomendam, e compartilham suas postagens, portanto saiba escolher as pessoas adequadas.

Ter boas conexões fará você ter uma rede ativa, com profissionais relevantes e engajados entre si.

Para isso, analise se aquela pessoa vai agregar algo a sua rede, e ao seu conhecimento profissional. Comece com pessoas próximas, ou seja, conhecidos, colegas da faculdade e do trabalho.

Em seguida, recorra às indicações do Linkedin ou conexões dos amigos. Depois, busque as empresas que você admira e envie solicitação para criar essa conexão, com uma nota explicando por que esse convite é viável para ela.

Seja cuidadoso ao responder comentários

Ter empatia e importante em todos os lugares, e isso também vale para ter boas práticas no Linkedin. Se você ver um comentário ou post que seja contrário ao seu pensamento, ignore, pois aqui não é lugar de diminuir a imagem de alguém. 

Seja direto no chat

O chat foi criado para ser um recurso de networking, troca de informações, tirar dúvidas e pensamentos objetivos, sem a necessidade de criar uma relação de amizade. Não é o local para bater papo sobre a vida.

Além disso, o assédio é intolerável, e as pessoas devem ser tratadas com respeito, o objetivo é unicamente profissional, então não aproveite da situação para tentar um encontro casual.

Integre grupos que combinem com sua empresa

Segundo as pesquisas, existem mais de 200 conversas por minuto em grupos do LinkedIn, e 81% dos usuários integram ao menos um grupo. Assim, essa é uma das principais boas práticas no Linkedin, pois permite que outras pessoas entrem em contato com você, e surja uma boa oportunidade de emprego.   

Analise os dados da sua página

Existem diversas informações que você pode avaliar e obter ótimos insights a partir delas. Saiba mais, a seguir:

Publicações

Aqui, você pode conferir a quantidade de visualizações, cliques e engajamento. Dessa forma, será possível entender o que engaja mais seu público, estruturando melhor sua estratégia para obter melhores resultados.

Seguidores

Nessa etapa, você pode entender melhor o perfil dos seus seguidores, a partir de seus cargos, setores, empresas em que trabalham, entre outros. E uma maneira de segmentar seu público-alvo, e entender o local que o seu tráfego é proveniente (orgânico ou pago).

Visitantes

Na seção de informações sobre visitantes você tem acesso ao número de visualizações da página e de visitantes únicos. Além de informações sobre demografia, as mesmas informações também fornecidas na aba informações sobre seguidores.

E-book Youtubers e marcas

Linkedin Page: o que é e pra que serve?

LinkedIn Page é uma página comercial, feito para ser a voz de uma organização. Ela permite que os usuários conheçam mais sobre sua marca, produtos e serviços além de também pode ser um ótimo canal para divulgar vagas e artigos.

Para criar uma LinkedIn Page, você precisa ter uma conta no LinkedIn com seu nome e sobrenome reais. Por enquanto, a criação só pode ser feita pelo computador.

Passo a passo para criar sua Company Page:

  • Clique no ícone Soluções no canto superior direito da página inicial do LinkedIn.
  • Clique em Criar uma Company Page. Você também selecionará essa opção para criar uma página para uma instituição de ensino.
  • Selecione o tipo de página que você deseja criar
  • Insira suas informações, detalhes da empresa ou instituição e detalhes do perfil.
  • Marque a caixa de verificação para confirmar que você tem o direito de criar a página em nome da empresa ou instituição de ensino.
  • Clique em Criar página.

Veja também: Guia Completo: tudo que você precisa saber sobre Redes Sociais

3 Erros que você deve evitar no LinkedIn

Mesmo tendo inúmeros benefícios, a plataforma pode ser muito negativa para sua imagem profissional, caso você pratique algumas “gafes” na rede. Veja aqui, o que você deve evitar para ter boas práticas no Linkedin:

Fotos inapropriadas

É sempre importante lembrar que diferente do Instagram e Facebook, o LinkedIn não é o melhor lugar para compartilhar fotos pessoais, até porque, o intuito da rede é compartilhar sua identidade profissional.

A foto do perfil é outro ponto muito importante, por isso é legal caprichar na hora de escolher a sua. Segundo o porta-voz do LinkedIn, Nicole Williams, “perfis com imagens têm sete vezes mais chances de serem visualizados.” Os recrutadores também são mais propensos a pular os resultados de pesquisa de um perfil que não inclui foto.

Com isso, fica claro que usar fotos inapropriadas podem criar uma imagem desfavorável e afetar negativamente seu posicionamento na rede.

As imagens são o tipo de postagem que mais gera engajamento nas redes sociais, devido a seu forte poder comunicativo. Mas é preciso ficar atento ao seu uso — evite imagens desrespeitosas, violentas ou de militância.

Uma dica é compartilhar imagens com frases de inspiradoras de carreira, gráficos com estatísticas e outras informações que possam ajudar sua rede no cotidiano de trabalho.

Mentir

“Falsificar” certos detalhes em seu perfil do LinkedIn – seja um cargo ou um diploma – definitivamente não é uma boa ideia. O mundo corporativo é pequeno e expor inverdades na rede pode ser facilmente desmascarado. E mesmo que não fosse, mentir não pega bem em ambiente nenhum.

Esse conselho vale também para os depoimentos, o seu propósito é reconhecer bons colegas de trabalho. Portanto, selecione as pessoas que você, de fato, conheça e tenha trabalhado junto, caso contrário, sua credibilidade será afetada.

Aqui, e viável pedir recomendações para ex-chefes, cliente e colegas de trabalho.

Erros gramaticais

Segundo levantamento feito pela Catho, os erros de português pesam mais do que a falta de experiência na eliminação de candidatos. Por isso, sempre revise seus textos e tenha atenção na hora de escrever.

Os principais benefícios

Agora que você já conhece as boas práticas no Linkedin para aplicar no seu perfil, chegou o momento de conhecer as vantagens que essa rede social oferece. Saiba mais!

Engajamento

Engajar com o público da sua rede é importante tanto no perfil pessoal, quanto corporativo. Interaja com os conteúdos que você gosta, e não deixe de responder as pessoas que te mencionam ou comentam em suas publicações.

Networking

Está mais que provado que o LinkedIn é a rede social mais funcional quando o assunto é network, né? Aproveite isso para fazer conexões com profissionais que te inspiram e que possam agregar conhecimentos Aproveite também para compartilhar conhecimentos na rede e participar de grupos que tenham fit com seu perfil profissional.

Postagens

O LinkedIn é um ótimo lugar para Marketing de Conteúdo, seja na sua conta pessoal ou em página comercial. Use esse espaço para compartilhar artigos relevantes sobre temas pertinentes a áreas que você domina, cases de sucesso, e dia a dia do seu time.

Tendências do mercado

Aqui, você terá as notícias, tendências e novas tecnologias em primeira mão para ficar atualizado. Vale a pena pesquisar sobre a sua concorrência, analisando pontos de destaque que você pode otimizar para o seu negócio.

Atração e retenção de talentos

Um ponto crucial para o sucesso de uma empresa e a retenção de clientes, e não existe lugar melhor para isso do que o Linkedin. Promova a imagem do seu negócio para que bons profissionais fiquem interessados em integrar sua equipe.

Uma boa prática aqui e criar conteúdos de valor, além de mostrar o cotidiano dos colaboradores, com os motivos que fazem a empresa ser um ótimo local para trabalhar, o que será benéfico tanto para conquistar novos talentos, quanto aos consumidores.

Autoridade

Com a autoridade empresarial, sua empresa consegue mostrar o que ela faz e como tudo é feito, até que se torne uma referência em seu ramo de atuação. Isso acontece quando a instituição consegue conversar com seus consumidores ideais, solucionando suas dúvidas e ensinando como eles podem alcançar seus principais sonhos.

Com um conteúdo educacional, a sua rede de contatos poderá ver a marca como referência. O LinkedIn é um dos meios para você conseguir esse resultado, uma vez que é uma rede destinada a relações profissionais.

Como avaliar se o Linkedin é uma boa estratégia para minha empresa?

O LinkedIn oferece uma ótima oportunidade de explorar as estratégias de marketing para sua empresa, com possibilidades orgânicas e pagas para alcançar seu público-alvo, assim, você pode obter leads qualificados e segmentados. 

Segundo o Hubspot, o LinkedIn é 277% mais eficaz na geração de leads do que o Facebook e o Twitter.

A princípio, a rede social e ideal para empresas B2B, já que permite o contato mais próximo de outra empresas que podem ser futuros clientes. Mas, também é possível utilizar em empresas B2C, tudo vai depender do seu objetivo e nicho.

E aí, você achou que esse artigo foi útil pra você? Ficou com dúvida ou quer bater um papo sobre outras tendências da rede? Então, me adiciona no LinkedIn e vamos conversar.

Posts Relacionados