Conheça o pipedrive e suas vantagens

Isabella Villar

Graduanda em Marketing na Fatec Sebrae, é fascinada pela versatilidade da área. Faz parte do time de Inbound Marketing da Hubify e atua como Revisora de Conteúdo.

7 minutos de leitura

No mundo acelerado das vendas e relacionamento com o cliente, existem algumas ferramentas que podem dar suporte as suas necessidades diárias. Felizmente, serviços como o Pipedrive podem te ajudar a gerenciar o seu relacionamento com o cliente, de forma eficiente. 

Se você está procurando maneiras de construir novos relacionamentos com clientes e atendê-los, é hora de considerar um CRM que seja líder no mercado. E não faltam opções para isso, no entanto, vale a pena fazer uma pesquisa antes de tomar a decisão. Sendo assim, vamos examinar mais de perto esse conceito. Boa leitura!

O que é o Pipedrive?

O Pipedrive é uma plataforma de gerenciamento de relacionamento com o cliente de vendas (CRM). Ele foi projetado para ajudar as equipes de vendas a gerenciar seus potenciais clientes, e rastreá-los ao longo dos estágios de venda (chamado de “pipeline”), para aumentar a conversão desses clientes em leads qualificados ou clientes.

A jornada que um lead ou cliente potencial percorre para se tornar um cliente varia para cada setor e negócio. Nesse sentido, o Pipedrive permite que você defina os principais estágios de vendas para o seu negócio, de forma que você possa acompanhar em qual estágio cada um de seus clientes em potencial se encontra, à medida que você os conduz para a venda.

Essa ferramenta inclui análises poderosas sobre seu processo de vendas. Assim, com o Pipedrive você poderá identificar as principais informações sobre o seu processo de vendas, incluindo:

  • tamanho médio do negócio;
  • tempo médio para fechar uma venda;
  • onde os negócios são perdidos, durante o processo de vendas;
  • por que negócios estão sendo perdidos;
  • quais são os tipos de atividades (reuniões, telefonemas, e-mail) que mais contribuem para a venda.

Como ele funciona?

Quando você estiver pronto para importar os contatos no Pipedrive, existem várias maneiras de organizar as informações sobre seus clientes em potencial. Acompanhe alguns exemplos abaixo:

  • organizações: são as empresas para as quais você está tentando vender. As organizações podem conter várias “Pessoas”;
  • pessoas: aqui temos os contatos dentro dessas organizações, com os quais você está falando para fechar a venda. Você pode ter várias pessoas com quem está lidando ao mesmo tempo, e elas podem ser configuradas como contatos separados dentro da mesma organização;
  • ofertas: elas representam a venda que você está tentando fechar e estão vinculadas a uma pessoa. As ofertas são a unidade principal com a qual você trabalhará no Pipedrive e são atribuídas a uma pessoa/organização. Elas têm um valor de negócio, portanto são a “propriedade” de um vendedor específico e incluem as atividades que precisam ser concluídas, para fechar a venda;
  • pipeline: são organizadas em pipelines que contêm vários estágios de vendas. As negociações só podem residir em um pipeline de cada vez.

Ao organizar seus contatos na estrutura acima e fechar várias vendas para a mesma pessoa/organização, você pode ver quais dessas pessoas e organizações são mais valiosas para o seu negócio.

As principais estratégias de venda do Pipedrive

Os pipelines são usados ​​para definir as etapas do seu processo de vendas. Então, você pode configurar um estágio para cada marco importante na jornada de vendas. Sendo assim, um pipeline típico de uma empresa pode ter os seguintes estágios:

  • prospect;
  • reunião marcada;
  • necessidades definidas;
  • proposta enviada;
  • negociando;
  • à espera de pagamento.

Você pode criar vários pipelines para representar diferentes processos de vendas ou fluxos de receita. Por exemplo, é possível ter um pipeline diferente para clientes de consultoria, patrocínios e reengajamento de clientes antigos.

Atividades

As atividades representam as tarefas que você precisa concluir como parte do processo de vendas. Elas são configuradas em negócios e atribuídas a um vendedor, para ajudá-los a planejar seu trabalho e definir o que precisa acontecer, para conduzir um cliente potencial à venda.

Esse modelo pode incluir:

  • acompanhamento por e-mail;
  • chamada telefónica;
  • correio de voz (útil para rastrear tentativas de contato);
  • crie uma proposta;
  • reunião.

Os ativos de um usuário são exibidos na guia “Atividades” na parte superior da página. Esse é um ótimo lugar para o vendedor acompanhar, diariamente, para que ele possa entender o que precisa ser feito para cada cliente em potencial.

De forma padrão, quando você conclui uma atividade, se não houver nenhuma outra de acompanhamento programada, o Pipedrive solicitará que o usuário crie outra atividade. Isso o ajuda a evitar a situação em que você se esquece de um cliente em potencial, pois a atividade sempre aparecerá em sua lista de tarefas e o lembrará do que precisa ser feito para cada cliente.

Você pode integrar as atividades do Pipedrive ao seu calendário, para que possa ver todas as suas reuniões agendadas, chamadas telefônicas, etc. em seu calendário.

Campos personalizados

Os campos personalizados são úteis para adicionar informações específicas em suas negociações. Por exemplo, você pode adicionar um campo “Fonte de negócio” definido como um menu suspenso, para registrar a origem do negócio, como o Google Ads, Facebook etc.

Do mesmo modo, eles permitem que você personalize ainda mais as informações para você adicionar em suas negociações. Os campos personalizados podem incluir:

  • texto aberto, por exemplo, usados ​​para definir os objetivos do cliente potencial;
  • numéricos, que podem ser usados ​​para listar o número de assinantes de e-mail que o cliente potencial possui;
  • monetários, ​​para listar o orçamento do cliente potencial;
  • caixas de seleção de opção múltipla ou única, para escolher quais tipos de serviço o cliente precisa de ajuda;
  • tempo, que é usado para listar o horário que o cliente gosta de ser contatado.

Infográfico 5 itens e-mail marketing

Esses campos não apenas ajudam você a adicionar mais informações sobre suas negociações, mas também podem ser usados ​​para filtrar negociações posteriormente.

Definindo o “Tempo de fechamento esperado”

Um dos recursos mais úteis do Pipedrive é o “Horário de fechamento previsto”, mostrado no canto superior direito da página de negócios. Os vendedores podem usar esse campo para especificar quando acham que o negócio será ganho.

Isso é útil, pois quando você altera o pipeline para a visualização “Previsão”, é possível ver as negociações organizadas por mês, com base em quando é provável que a transação seja completada. Portanto, isso é extremamente útil para equipes e gerentes verem suas vendas mensais atuais e preverem as futuras. Em outras palavras, esse processo torna mais fácil para os vendedores verem o quão complexo o seu pipeline é!

Marcando ofertas como ganhas/perdidas

Ao fechar uma venda, você pode marcar a transação como “ganha”, ou, se o cliente potencial não estiver mais interessado, como “perdido”.

Conforme você marca mais negócios como ganhos ou perdidos, você desbloqueará dados poderosos nos relatórios do Pipedrive. Dessa forma, poderá ver dados sobre:

  • quantos negócios estão sendo ganhos por mês e quem os está fechando;
  • o valor das vendas que estão sendo conquistadas por mês;
  • quantos negócios estão sendo perdidos por mês e quem está perdendo eles;
  • a taxa de conversão de negócios nos estágios do seu processo de vendas e em quais estágios os negócios estão sendo perdidos.

Razões perdidas

Se você marcar um negócio como Perdido, poderá especificar o motivo pelo qual o negócio foi perdido. Esses motivos podem ser predefinidos na conta. Por isso, nós recomendamos que você defina os motivos mais comuns desde o início e siga essa lista, da melhor maneira possível. Alguns motivos comuns de perda são:

  • não foi possível concordar com o preço;
  • o cliente não está convencido do valor;
  • o cliente não respondeu;
  • não entendia as necessidades do cliente;
  • cliente rejeitado.

Melhores práticas do Pipedrive

Agora que você já sabe como configurar a sua conta, aqui estão algumas práticas recomendadas a serem seguidas com o Pipedrive.

Gravação de e-mails em negócios

Ao enviar e-mails para seus clientes em potencial, é útil manter essa trilha de e-mail registrada no negócio, para que você possa sempre revisar os e-mails que foram enviados, e ver quantos e-mails são necessários para fechar uma venda.

As camadas de conta mais altas do Pipedrive permitem que você envie e-mails diretamente da página de negócios. Se você estiver no nível inferior, ainda poderá adicionar os e-mails a uma transação específica, adicionando um endereço Cco especial ao redigir o e-mail. 

Trabalhe na página “Atividades”

Quando você tem muitos negócios para gerenciar ao mesmo tempo, uma das melhores maneiras de ficar por dentro do seu acompanhamento é trabalhar na página “Atividades”. Essa página mostra as tarefas que você precisa concluir e quando!

Nesse sentido, crie o hábito de visitar essa página todos os dias e abordar tudo que é relatado. Lembre-se de programar as atividades de acompanhamento, para não deixar um negócio sem a próxima ação definida.

Ao visualizar suas ofertas na página do pipeline, você pode identificá-las com base nos seguintes ícones:

  • verde: atividade prevista para hoje;
  • cinza: atividade prevista para o futuro;
  • amarelo: nenhuma atividade agendada (você deve definir uma imediatamente);
  • vermelho: atividade vencida. Nesse caso, é preciso reprogramar ou concluir a atividade, o mais rápido possível.

Usando um estágio de “espera”

Às vezes, você verá um cliente em potencial que não está dizendo “Não” à oferta de vendas, mas não deseja prosseguir agora. Para ajudar a gerenciar esses clientes em potencial, você pode:

  • criar um estágio de “espera” em seu pipeline (recomendado): essa abordagem significa que você terá sempre uma lista clara de clientes que estão em espera;
  • mover ele para um pipeline de “espera” separado: você pode usar este método se preferir não ter os clientes que estão retendo em seu pipeline existente. Certifique-se de ter uma atividade agendada para acompanhamento no futuro, para que você não se esqueça deles e mova-os de volta para o pipeline principal, quando o cliente em potencial estiver pronto para se engajar novamente;
  • como última alternativa, você pode marcar o negócio como Perdido e reabri-lo no futuro. No entanto, vale a pena deixar o negócio em aberto, pois ele reflete em uma medida mais precisa da vida útil média de um negócio.

Aposte nos filtros

O Pipedrive vem com alguns filtros predefinidos, para que você possa ver ofertas que atendem a critérios específicos.Você também pode criar e salvar seus próprios filtros, por exemplo:

  • ao visualizar as ofertas, você pode filtrar cada uma pelo proprietário da oferta, tamanho da oferta ou usando um campo personalizado como “fonte da oferta”, para mostrar apenas as ofertas que atendam a critérios específicos;
  • se você tiver uma equipe de venda, poderá criar e salvar um filtro para cada equipe, ou seja, ao mostrar negócios que pertencem aos vendedores A, B ou C;
  • você também pode usar filtros para visualizar atividades que atendam a critérios específicos, como todas as chamadas telefônicas.

Espero que tenha gostado deste post e que ele tenha sido útil para você! Se quiser saber mais sobre CRMs, sugiro que leia o nosso artigo sobre o tema.

Posts Relacionados