Meta para 2019: Aumentar as vendas! Veja 6 dicas para vender mais esse ano

Fabio Duran

Fabio Duran

Cofundador e CEO da Hubify. GDista, apaixonado por economia comportamental e vendas. Advogado formado pelo Mackenzie e pós-graduado em Administração de Empresas e Gestão de Projetos pela Universidade da Califórnia.

5 minutos de leitura

Como aumentar as vendas é uma questão crucial para a maioria dos empresários. Considerando que o mercado é bastante competitivo, não basta apenas ter boas intenções — é necessário ter planejamento para praticar as melhores estratégias da forma correta. Assim, será possível engajar o público e vender mais.

Neste post, você verá qual a importância do planejamento para conseguir melhores resultados e quais são as melhores dicas para conseguir aumentar as vendas.

Quer vender mais em 2019? Então, veja agora o que fazer! Boa leitura!

Importância de planejar as ações para conseguir melhores resultados

A maioria das empresas já executa alguma estratégia de marketing digital. Contudo, o segredo para ter bons resultados é o planejamento. Com ele, é possível definir como, quando e quanto investir. Não se deve apenas começar a anunciar seu site, de qualquer forma, em ferramentas de links patrocinados. Antes, é preciso descobrir quais são as formas mais indicadas para seu negócio e conhecer a fundo o público.

Quando as etapas são queimadas, ou mesmo desconsideradas, as chances de obter o retorno esperado diminuem, uma vez que a empresa não está totalmente preparada para executar as ações necessárias. Para melhorar o rendimento do marketing da sua empresa, é interessante praticar em 2019 algumas ações. Veja agora as principais!

Melhores dicas para aumentar as vendas

Descubra o que fazer para melhorar seus resultados de marketing.

1. Controle as métricas de venda

As empresas que desejam aumentar as vendas devem se comportar como verdadeiros maratonistas. É preciso, além de técnica, contar com esforço e dedicação para conseguir atingir os objetivos traçados.

Para eles, é importante cronometrar cada segundo e descobrir como melhorar o tempo no dia das competições. Nas empresas, o mesmo deveria acontecer.

As métricas de venda são indicadores do que precisa ser revisto e melhorado no negócio. Quando a empresa não se importa em acompanhá-las, tem mais dificuldades em saber como executar estratégias e gerir a empresa. Ou seja, perderá boas oportunidades de aumentar as vendas.

Algumas métricas que devem ser usadas (e que, por vezes, são esquecidas pelos empresários) são:

  • taxa de fechamento (closure rates, ou seja, qual o percentual de prospects resultou em vendas);
  • motivos para perdas de vendas (isto é, o que tem acontecido para o contato não fechar o negócio);
  • quantidade de conversas significativas (úteis para avançar as vendas);
  • qualidade de reuniões;
  • número de reuniões por mês;
  • oportunidades por mês (por vendedor).

Além disso, há as tradicionais, que também devem ser medidas, como:

2. Otimize os processos

Otimizar processos significa diminuir o tempo que cada colaborador gasta com as tarefas. Isso pode ser feito com a simplificação dos processos ou mesmo pela adoção de tecnologias, como a automação. Neste caso, os próprios sistemas conseguem executar as ações, deixando a equipe de vendas e de marketing livre para pensar estratégias, acompanhar métricas e entrar em contato com os usuários que já estejam próximos da compra. As empresas que automatizam seus processos conseguem até 3,7 vezes mais leads.

Entre as possibilidades de otimização estão:

E-book BI
  • chatbots: os atendentes virtuais conseguem resolver dúvidas e problemas de baixa complexidade, diminuindo o tempo de atendimento dos problemas mais complexos;
  • automação de leads: os contatos obtidos recebem listas de e-mails de acordo com as preferências e perfis;
  • lead scoring: além de automatizar a relação com o lead, é possível descobrir o quão próximo (a partir de uma pontuação) ele está da compra, o que faz com que o time de vendas entre em contato com ele no momento adequado;
  • Big Data: dados que parecem inúteis podem se transformar em informações relevantes sobre os processos da empresa e mudanças nos hábitos dos consumidores, preparando a instituição para o futuro.

3. Ajuste o funil de vendas

Diversas companhias utilizam a estratégia do funil de vendas para abordar seus contatos de forma mais convincente, ainda que 53% das empresas considerem o conhecimento insuficiente. Assim, executá-lo de maneira apropriada é uma forma de sair à frente da concorrência.

Com a divisão dos prospects, pode-se desenvolver ações direcionadas para cada um, o que otimiza os investimentos em vendas e marketing. Entretanto, quando o funil não está bem ajustado ao perfil dos usuários, os resultados podem ser aquém do esperado.

Veja a seguir algumas ações para resolver possíveis problemas:

  • seja referência para os contatos (a empresa deve mostrar o conhecimento que possui para ajudar os leads a solucionarem seus problemas comuns);
  • personalize as etapas (o funil deve ser personalizado de acordo com as necessidades da empresa);
  • foque no engajamento (identifique os principais sinais de interesse dos clientes);
  • conheça o processo (reúna todos os principais envolvidos para que as informações sejam compartilhadas e entreviste os clientes da empresa para entendê-los melhor).

4. Foque em resultados

Pelo menos 42% dos comércios virtuais estão insatisfeitos com os resultados obtidos. Isso significa que uma nova abordagem é necessária. O marketing digital de performance, tido como uma ramificação do marketing tradicional, vem justamente para isso.

Ele é baseado em indicadores para gerar dados e relatórios. Ou seja, é focado em resultados concretos e objetivos. Com ele, pode-se acompanhar o comportamento que o usuário tem em um anúncio, por exemplo, e descobrir para quais consumidores foi mostrado, se ele clicou no link, quais informações acessou no site e se efetuou a compra.

Com essas informações, é possível saber quais são os canais de informação resultam em melhor retorno financeiro e quais campanhas são mais eficientes. Dessa forma, a empresa tem mais elementos para planejar as ações. As principais ferramentas são: Google AdWords, Facebook Ads e Instagram Para Negócios.

Baixe agora o seu ebook de Marketing digital de performance!

5. Use vídeo marketing

Vídeo marketing são produções em vídeo para atrair e ensinar os consumidores sobre os produtos e serviços da sua marca. Em 2020, 82% do tráfego da internet deve vir dos vídeos. Ou seja, os usuários estão consumindo mais conteúdo em vídeo, o que se tornou uma ótima opção para se comunicar e interagir com o público.

Algumas ações que podem ser realizadas são:

  • entregar informações relevantes;
  • educar o público e levá-los para o próximo nível na jornada do cliente;
  • gerar engajamento e interação;
  • promover a empresa ou mix de produtos e serviços;
  • apresentar a empresa.

6. Participe de eventos

Para se manter atualizado e fazer com que a empresa tenha as melhores práticas de marketing e vendas, é importante participar de eventos. Com eles, a equipe entenderá quais são os novos conceitos e estratégias, que costumam mudar com bastante frequência.

Além disso, os eventos são formas de engajar os colaboradores e aumentar a união e amizade entre eles em um ambiente profissional, mas descontraído. Ou seja, as vantagens estão além das informações obtidas.

Agora que você sabe como aumentar as vendas, é hora de colocar em prática as ações descritas acima. Para isso, faça um planejamento do que será executado na empresa e procure as melhores formas de colocar as estratégias em prática. Além disso, determine quais serão as formas para medir o sucesso obtido.

E aí, gostou deste conteúdo? Já definiu quais estratégias sua empresa executará? Deixe seu comentário e conte para a gente!

Ouça nosso Podcast!

Posts Relacionados