Entenda a diferença entre Marketing Viral e Buzz Marketing

Andreia Pereira

8 minutos de leitura

Você já ouviu os termos Marketing Viral e Buzz Marketing e chegou a pensar que os dois podem ser a mesma coisa? A resposta certa para isso é “não” e, agora, você vai descobrir, de uma vez por todas, o significado de cada termo e quais são as diferenças.

Apesar de serem distintos, eles podem ser incluídos na mesma categoria, já que os dois dependem de pessoas para se espalharem e serem divulgados. Então, venha conhecer essas alternativas e entenda como cada uma funciona!

 

O que é Marketing Viral?

O Marketing Viral nada mais é que uma mensagem espalhada rápida e exponencialmente. Hoje, isso costuma surgir em forma de imagens, textos ou vídeos nas redes sociais. Ao contrário do que muitos pensam, o viral não é algo ruim.

Se a estratégia for bem feita, não fica algo apelativo e, na melhor das hipóteses, se transforma no famoso marketing boca a boca, fortalecendo a marca ou pessoa vinculada à mensagem viralizada. Se tudo der errado, a mensagem também pode ser mal recebida e se transformar numa crise de imagem.

 

O que é Buzz Marketing?

O significado literal de Buzz é zumbido ou burburinho. É por isso que esse termo é tão utilizado no marketing, já que a ideia é criar estratégias para disseminar a mensagem certa, no momento ideal para as pessoas adequadas, e fazer com que elas divulguem o seu conteúdo — seja porque se identificou ou se sentiu atingido por ele.

Dessa forma, a marca ou serviço ganha força, uma vez que vira assunto e ganha notoriedade.

 

Buzz Marketing e Marketing Viral: qual a diferença?

Marketing Viral e Buzz Marketing 2

Enquanto o Buzz Marketing preza pela qualidade na divulgação, o marketing viral tem como principal objetivo a quantidade de pessoas alcançadas, sem a mesma segmentação.

Apesar de parecerem iguais, o propósito do Buzz é mais específico do que o marketing viral, pois tem como foco divulgar um produto ou serviço, com o objetivo de aumentar a conscientização sobre a marca.

Já o Marketing Viral geralmente acontece quando um conteúdo é tão atraente ou relevante, que é rapidamente disseminado e atinge um grande volume de pessoas em pouco tempo. Vale lembrar que nada viraliza sozinho, tudo depende do engajamento e isso sempre de forma espontânea. As pessoas precisam, realmente, gostar do que viram para compartilhar.

 

Por que vale a pena investir em Buzz Marketing e Marketing Viral?

A verdade é que investir nessas estratégias, de maneira personalizada, gera muitos resultados para o marketing digital do seu negócio. O Marketing Viral é mais difícil de controlar, já que se trata de uma reação espontânea. O Buzz Marketing, entretanto, pode ser aproveitado de diversas formas para garantir um desempenho reforçado.

Na sequência, entenda quais são os maiores benefícios de fazer esse investimento e aproveite as possibilidades!

 

Maior reconhecimento de marca

Ambas as estratégias buscam ampliar o alcance das mensagens da marca. Apesar do Buzz ser feito de maneira segmentada, ele também tem o objetivo de chegar a um público maior. Se a associação entre mensagem e negócio for feita corretamente, é possível obter um bom desempenho.

Isso fará com que mais pessoas conheçam a sua marca e saibam que ela existe. Isso gera fortalecimento e bom posicionamento no mercado, o que alavanca outras estratégias digitais adotadas.

 

Novas oportunidades de negócio

Se mais pessoas são alcançadas pela mensagem e marca, é possível gerar novas oportunidades. Ou seja, mais interesse nas soluções da sua marca.

Ao associar isso a uma boa atuação de marketing e nutrição dos leads, é possível elevar o volume de conversões. Portanto, as campanhas bem-sucedidas são excelentes para gerar novas vendas e melhorar o faturamento da empresa.

 

Reforço sobre a reputação

Especialmente ao falar no Buzz Marketing, é possível obter um aumento sobre o nível de reputação. Basicamente, as pessoas que são impactadas podem enxergar valor no negócio e realizar uma compra. Com a boa experiência, elas indicam para outras pessoas, que também se tornam clientes.

Essa é uma ótima maneira de construir uma imagem positiva e gerar bons impactos na atração, conversão e fidelização do público.

 

Construção de credibilidade

Como a reputação é favorecida, existe um reforço em relação à credibilidade. As pessoas passam a confiar mais na sua marca, mesmo que de maneira inconsciente. Isso é possível, porque elas são expostas ao negócio e, então, já têm esse conhecimento prévio no momento da decisão.

O marketing boca a boca também é essencial para garantir mais credibilidade e fazer com que as pessoas tenham uma impressão melhor, em relação à empresa e ao relacionamento com ela.

 

Maior retorno sobre investimento

Especialmente no caso do Marketing Viral, a mensagem se propaga de maneira ampla e até exponencial. Como tudo é espontâneo, é possível alcançar um volume maior de pessoas com um gasto menor. Na prática, isso eleva o retorno sobre investimento (ROI).

Mesmo uma campanha de Buzz consegue se propagar com maior facilidade, sem exigir tantos custos promocionais. Desde que seja feito estrategicamente, é viável potencializar a capacidade do negócio.

 

Aumento da competitividade

O que acontece ao unir alcance, conversão, fidelização e retorno? A resposta é simples: o negócio consegue se destacar. Então, essas estratégias são ótimas para que seja possível ampliar a competitividade de mercado, de maneira eficiente.

Especialmente em mercados muito disputados, trata-se de algo essencial para o sucesso. Mesmo empresas menores podem superar grandes players com abordagens efetivas. Além disso, são propostas que trazem a chance de aumentar a sua participação de mercado, de modo a deixar os competidores para trás.

 

Redução dos riscos

Se as estratégias forem personalizadas, bem executadas e mensuradas, é possível diminuir os riscos da atividade no mercado. Afinal, o fortalecimento da marca é essencial para a continuidade e robustez.

Além disso, aumentos nas conversões e na fidelização impactam a lucratividade e a possibilidade de realizar novas melhorias. Embora essas estratégias não operem sozinhas e nem façam milagres, elas podem ajudar o negócio a ter mais segurança na operação.

 

Como criar estratégias de Buzz Marketing?

Marketing Viral e Buzz Marketing 4

Construir o buzz no ambiente digital não é tão simples, mas vale a pena. Agora vamos mostrar algumas estratégias para fazer essa técnica dar certo para você.

 

Gerando expectativas

Já percebeu que antes de todo lançamento da Apple existe uma expectativa enorme e diversos comentários sobre como será o novo produto? Quando o lançamento finalmente acontece, a marca vende milhões de unidades logo nos primeiros dias. E, muitas vezes, as filas são formadas nas portas das lojas.

Mesmo que sua marca não seja uma gigante como a Apple, nada impede que você crie suspense e antecipação online. A sacada é manter um elemento de mistério, enquanto insinua grandes coisas que estão por vir.

Aposte em mensagens sugerindo as novidades em seu site ou nas redes sociais, e compartilhe a pré-visualização sem revelar muito. Se você fizer isso de forma eficaz, terá mais chances de causar um grande impacto, quando seu produto ou serviço realmente for lançado.

 

Influencers, sim senhor

Criar parcerias com influenciadores que tenham fit com o seu público pode ser uma boa! Além de alcançar os seguidores certos, sua marca ganha credibilidade, já que está sendo indicada por alguém que as pessoas já conhecem e acreditam.

Sem contar que, dependendo da estratégia feita, isso também gera curiosidade no público, evidencia a marca e leva o seu produto ou serviço a ter engajamento certo.

 

Amostras, brindes e degustações

Outra maneira eficaz é distribuir produtos ou serviços que encantam. Pode ser uma amostra de um produto físico, ou teste grátis por um mês, por exemplo.

Também vale a pena enviar algo além do que o seu cliente comprou, surpreendendo e fazendo com que seu público seja o seu maior divulgador e fã da sua marca.

 

Botões da estratégia

Além de tudo, é interessante utilizar os chamados 6 botões do Buzz Marketing. Eles funcionam como “gatilhos” e servem para orientar as estratégias, em busca dos melhores resultados. Veja como utilizar cada um e aproveitar as possibilidades!

 

O tabu

Trabalhar o tabu significa criar controvérsias e abrir debates, nos quais as pessoas possam tomar lados. Essa estratégia inclui abordar temas difíceis, ou mesmo com um humor diferenciado. A intenção não é, necessariamente, chocar o público, mas atrair a atenção por trazer uma abordagem que gera dúvidas ou questionamentos.

 

O incomum

O botão incomum refere-se à capacidade de explorar novas possibilidades, as quais ainda não são aproveitadas pela concorrência. Um comercial com uma narrativa diferente do mercado, por exemplo, ativa essa proposta. Também é o caso de fugir dos padrões ou mesmo “emprestar” técnicas já utilizadas em outros segmentos.

 

O ultrajante

Do inglês “outrageous”, o botão ultrajante não deve ser ofensivo e nem atacar o público. No entanto, deve servir como uma estratégia chocante e até causar estranheza inicial. Usar esse botão requer planejamento e cuidado, para que a associação com a marca seja positiva. Vale investir no inusitado e no que prende a atenção, por ser especialmente ousado.

 

O hilário

Despertar emoções positivas também é uma boa aposta, e é por isso que um dos botões envolve propostas hilárias para manter uma conversa ou relacionamento. Criar peças divertidas, ousadas e surpreendentes é uma ótima maneira de conquistar a empatia e o engajamento do público.

 

O memorável

Você deseja que sua marca e seus produtos sejam lembrados, certo? Para tanto, vale a pena investir em uma proposta marcante e memorável. É o caso de produções únicas, como aquele slogan que você sabe de cabeça ou o jingle que ainda canta anos depois.

 

O segredo

Falamos sobre criar expectativa e um dos botões do Buzz Marketing envolve, exatamente, utilizar o segredo. É o caso de revelar ofertas ou lançamentos exclusivos para uma parte do público (como quem está na newsletter), ou de manter segredos até que tudo seja revelado. Essa abordagem desperta curiosidade e prende a atenção do público.

 

Quais são os cases de Buzz Marketing para se inspirar?

Você já foi impactado por alguma marca de forma tão positiva, que teve vontade de compartilhar sua experiência e indicá-la para todas as pessoas? Algumas campanhas são exemplos disso, veja!

 

Distribuição de produtos O Boticário

Marketing Viral e Buzz Marketing 3

Quando O Boticário lança um novo produto, ele distribui milhares de amostras grátis para as pessoas experimentarem. Assim, é necessário fazer o cadastro no site, indicar os amigos e pronto!

Com isso, todos ganham: as pessoas indicam os amigos, conhecem o produto e, se gostarem, continuam comprando. A marca ganha notoriedade, vira assunto e ainda ganha mais visitas na loja física.

 

Atendimento WOW da Nubank

Um dos pilares do Buzz Marketing é surpreender e a Nubank é expert nesse assunto. Um dos seus cases foi no atendimento, quando um cliente pediu um novo cartão alegando que seu cachorrinho havia comido o cartão antigo.

Além de mandar o cartão solicitado, o banco caprichou enviando uma carta escrita e um presente roxo mastigável para ocachorrinho. O cliente amou e fez questão de compartilhar nas redes sociais. O case foi tão compartilhado que virou até notícia.

 

Quais são os exemplos de Marketing Viral que deram certo?

Agora que você já viu alguns exemplos de Buzz Marketing vamos falar sobre o marketing viral e mostrar conteúdos que viralizaram, de maneira positiva!

 

Pôneis Malditos da Nissan

Essa propaganda icônica de 2011, grudou na cabeça das pessoas e viralizou de tal forma que não foi só citada por quem queria comprar carros, mas por todos que ouviam a musiquinha.

E sabe por que isso foi tão positivo? Além de ganhar muita notoriedade, nessa época a Nissan ficou nos Trending Topics (assunto mais comentado no Twitter) por dias, mesmo com uma galera do contra, que inclusive, denunciou o comercial para o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

 

Eduardo & Mônica + Vivo

Um dos casais mais conhecidos do Brasil, por causa da música da Legião Urbana, ganhou uma repaginada e teve um clipe reproduzido pela Vivo. O conteúdo deu tão certo que foi visto milhões de vezes no Youtube e compartilhado por muita gente.

A campanha também foi lançada no momento certo, já que na época o filme Faroeste Caboclo estava sendo gravado.

 

E aí, sentiu a diferença entre Viral e Buzz? Já foi impactado positivamente por algumas dessas ações? Para ficar por dentro de outras tendências digitais no mundo do marketing, confira nosso artigo sobre como aproveitar as oportunidades das redes sociais!

Posts Relacionados