Redes sociais de nicho: tudo que você precisa saber

Rubens Netto

5 minutos de leitura

A necessidade de marcar presença nas redes sociais para ter um marketing digital de resultados, não causa discordâncias. No entanto, é possível observar uma mudança sobre em quais locais, as marcas devem focar seus esforços. É nesse contexto em que surgem as redes sociais de nicho.

 

Elas são voltadas para atender a novas necessidades de interação online e consumo de conteúdo. Com isso, criam-se grupos (ou nichos) menores, mas que têm conversas mais relevantes. Para as marcas, é preciso considerar esse movimento de forma estratégica.

 

Para saber se é o momento de fazer essa transição, confira tudo sobre as redes sociais de nicho!

 

Afinal, as redes sociais de nicho são tendências?

O número de usuários nas redes sociais está em pleno crescimento. Em 2010, havia 970 milhões de usuários em todo o mundo. Até 2021, a expectativa é de alcançar 3,09 bilhões de pessoas — um aumento de quase 320%, em pouco mais de 10 anos.

 

Por outro lado, as pessoas também buscam atender a necessidades específicas e é por isso que as redes sociais de nicho estão em alta. Elas podem ser consideradas a “evolução” ou o próximo passo para o uso das mídias sociais. Como ainda estão engatinhando, criam ótimas oportunidades para as marcas que passam a adotá-las agora.

 

Por que elas têm cada vez mais espaço?

A verdade é que o comportamento do usuário muda rapidamente ao longo do tempo. As expectativas sobre as redes sociais eram outras, quando as primeiras opções, como MySpace, Orkut e Facebook, surgiram.

 

Com um bombardeio tão intenso de informações, as pessoas desejam selecionar o que consomem digitalmente e querem se envolver em conversas com significado e interesse. Mesmo que não se trate de um assunto sério, como a carreira e o networking, os usuários querem uma experiência melhor e diferenciada. Por isso, as mídias de nicho têm ganhado espaço.

 

Elas atendem, principalmente, a novas necessidades de diálogos e aproximam pessoas com interesses ou objetivos semelhantes. Para as marcas, é algo que permite criar um relacionamento com mais valor agregado.

 

Quais são os exemplos de redes sociais de nicho?

As redes sociais “mainstream” são voltadas para todo tipo de público e, por isso, contam com milhões ou bilhões de usuários. Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e Snapchat estão entre as principais e têm seu valor em uma estratégia de marketing digital.

 

Já as de nicho têm características bem diferentes, justamente para atender a propósito específicos. A seguir, veja quais são 8 exemplos já em ação atualmente!

 

Yelp

O Yelp é uma mistura de fórum com site informativo e rede social. Ele permite que clientes avaliem diversos negócios e serviços, como restaurantes, cabeleireiros, spas e assim por diante. É possível escolher a cidade ou um estabelecimento específico e os usuários podem adicionar fotos e curtir outras postagens.

 

Twitch

O Twitch é uma das principais redes sociais de nicho para gamers e interessados no tema. Ele permite realizar lives de jogos, disputas e e-campeonatos. É uma nova forma para os espectadores acompanharem as opções favoritas, além de criar influenciadores especializados.

 

TV Time

O TV Time é uma rede social voltada para séries e filmes. Por meio do app ou da versão web, os usuários podem identificar o que assistiram e debater sobre o tema. Estúdios e canais de TV já têm aproveitado a oportunidade de manter uma conexão com o público de interesse.

 

CouchSurfing

O CouchSurfing se baseia na economia colaborativa e envolve a hospedagem na casa de outros usuários. A oferta pode ser gratuita ou paga, mas o que o torna uma rede social de nicho é a troca de experiência e o relacionamento entre as pessoas.

 

Quora

O Quora é uma rede social de perguntas e respostas, com dúvidas técnicas ou gerais sobre temas diversos. O que a destaca das demais é que especialistas recebem prioridade nas respostas e há até influenciadores no site. Para marcas, é uma boa oportunidade de divulgar a própria solução de modo contextualizado e de entender as principais dúvidas do mercado.

 

iDent

O iDent é uma rede social exclusiva para cirurgiões dentistas. São mais de 140 mil dentistas cadastrados. Aqui, os usuários publicam em seus perfis artigos e casos clínicos completos para ajudarem uns aos outros — além de compartilharem vivências diárias da profissão.

 

A plataforma possibilita que estudantes se prepararem melhor para a vida profissional. E, para quem já é profissional na área, ela ajuda no aprimoramento das técnicas e do uso de ferramentas, já que o dentista precisa se manter atualizado sempre. 

 

Busuu

No Bussu, os usuários podem aprender diversos idiomas, entre eles: inglês, espanhol, alemão, francês, italiano etc. O aplicativo serve tanto para quem não sabe falar um “oi” na língua de interesse quanto para quem está em níveis avançados.

 

A rede social conta com planos de estudo, no entanto, seu principal atrativo são os feedbacks que podem ser recebidos, em tempo real, pela comunidade de mais de 100 milhões de usuários.

 

Metuup

O Meetup é uma rede social que ajuda pessoas com interesses em comum a formarem comunidadesO interessante dessa plataforma é que as pessoas não ficam só no online. Muitos grupos se juntam para fazer atividades como: clubes do livro, aprender idiomas, praticar esportes e até mesmo para criar parceria de negócios. Caso o usuário não ache nada do seu interesse, ele pode criar seu próprio grupo.

 

Redes sociais horizontais e redes sociais verticais: qual a melhor opção para minha estratégia?

 

Sabemos que não basta se cadastrar em todas as mídias sociais. Para uma estratégia de marketing eficaz, é preciso saber onde a sua persona está presente. Para isso, também é importante conhecer o conceito de redes sociais verticais e horizontais, pois elas oferecem diferentes formas de abordagem ao público.

 

Por isso, veja a seguir o que são essas estratégias e no que elas podem ajudar o seu negócio!

 

Redes sociais horizontais

A rede social horizontal é focada na interação entre diversas pessoas. Todo o conteúdo dessas plataformas são acessíveis a qualquer pessoa. Desse modo, não é necessária uma assinatura para liberar mais funções ou áreas específicas do site.

 

Isso faz com que pessoas de todas as idades, gêneros, classes sociais e religiões publiquem e divulguem conteúdos. Os maiores exemplos de redes sociais horizontais são o Facebook e o Instagram. 

 

Como os algoritmos dessas mídias sociais limitam o alcance das postagens orgânicas, a principal forma de divulgação para empresas aqui são os anúncios através do Facebook Ads.

 

Como dito, a audiência nessas redes é ampla, portanto, para que os anúncios tragam bons resultados, segmentar o público para alcançar as pessoas interessadas no seu produto ou serviço é indispensável.

 

Redes sociais verticais

Ao contrário das horizontais, as verticais são voltadas para um público específico que compartilham interesses em comum, como o iDent e o Busuu, que são para interessados no estudo de odontologia e idiomas, respectivamente. 

 

Por isso, elas possuem um número menor de pessoas que as redes horizontais — que podem passar da casa dos bilhões de usuários.

Nessas redes sociais de nichos, dependendo do site, pode haver cobrança de valores para a liberação de conteúdos e ferramentas.

 

Um exemplo de rede social vertical é o LinkedIn — voltado ao networking e mercado de trabalho. Em sua versão Premium, o usuário que pagar uma mensalidade tem acesso à diferentes funcionalidades.

 

As melhores oportunidades para fazer marketing de nicho são nas redes sociais verticais, pois, uma vez que os interesses das pessoas estão bem definidos, a chance de acerto na divulgação de conteúdos é maior.

 

Conhecer o próprio nicho da empresa e do mercado é fundamental para se conectar com clientes e oportunidades. Ao sair da zona de conforto e explorar as redes sociais de nicho, que vieram para ficar, é possível potencializar a sua estratégia customizada.

 

E, por falar nessas mídias, aproveite para acompanhar as nossas publicações no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Posts Relacionados