Como a mídia paga pode impulsionar seus conteúdos

Autor Convidado

Autor Convidado

5 minutos de leitura

Você já ouviu falar de mídia paga? Esse tipo de estratégia tem se tornado cada vez mais comum em ações de marketing, criadas para aumentar as visualizações ou o alcance no ambiente digital.

Com isso, muitas estratégias de Inbound usam essa “carta na manga”, principalmente em casos onde o alcance orgânico de determinada página ou rede social não chega aos níveis pretendidos.

Resumidamente, esse tipo de estratégia acaba sendo útil para aquelas empresas que optam por uma ajuda a mais no desempenho de suas estratégias e ações de marketing.

Dessa forma, de acordo com muitos especialistas, quando essa estratégia é utilizada de forma adequada, ela pode fazer uma grande diferença no aumento de vendas efetivas, impulsionando a estratégia e fazendo muita diferença para o alcance das metas.

Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre as opções de mídias pagas, quando é possível usar essa opção e entenda a importância de mídia paga para as estratégias de marketing de uma companhia.

Motivos para se investir em mídias pagas

Como já dito anteriormente, a mídia paga pode ser uma grande carta na manga para diversas companhias e para gestores de marketing, até mesmo para aqueles que são formados em gestão comercial EAD.

Veja a seguir alguns dos principais motivos pelos quais a sua companhia deve pensar em adotar canais de mídia paga como estratégia de marketing.

1. Gerar mais tráfego para seu site ou blog

Todas as estratégias de marketing, principalmente quando se trata de Inbound, se baseiam no tráfego orgânico de pessoas em conteúdos online. Quando o cliente acessa seu site ou rede social de forma voluntária.

Já que falamos em Inbound, que tal ver um vídeo sobre o assunto?

Quando a companhia entra no mercado e está começando em determinada área, fica difícil conseguir um número relevante de acessos, questão que faz com que o tráfego de suas redes acabe sendo baixo.

Diante deste problema, uma solução eficaz e rápida é investir na mídia paga para que esse tráfego aumente, sem que seja necessário passar por um período onde a companhia terá que trabalhar muito para aumentar essa quantidade de pessoas.

Para saber mais sobre essa estratégia, é possível se especializar e buscar fazer um curso profissionalizante ou até mesmo uma graduação, como, por exemplo, faculdade de vendas.

2. Alcançar resultados mais rápidos

Outra questão importante que a mídia paga pode proporcionar a uma campanha de marketing é a obtenção de resultados de forma rápida.

Através dessa estratégia e da elaboração de uma campanha paga, é possível ter uma estimativa dos resultados.

Para concluir o tópico, não é preciso um investimento muito alto. Com valores baixos é possível gerar bons resultados e captar rapidamente seus primeiros leads.

3. Identificar e segmentar seu público

Antes de realizar um investimento em mídia paga, em primeiro lugar, é necessário conhecer o seu público-alvo. Isso porque, sem entender qual o perfil e as preferências de seu consumidor, não é possível ter bons resultados, mesmo usando a mídia paga.

Dessa forma, caso não tenha conhecimento suficiente para definir perfis de preferências de seu público-alvo, uma estratégia é realizar uma campanha de mídia paga como teste, assim como é realizado para algumas estratégias de gestão de recursos humanos.

Isso é possível, uma vez que, após o lançamento da campanha, a empresa ou time de marketing consegue ter dados suficientes para avaliar características do público que interagiu ou se interessou através da mídia paga.

4. Flexibilidade de investimento

A mídia paga é considerada como um investimento flexível, isso porque, ela permite a personalização, tanto de valores, como do objetivo pretendido pela companhia e a quantidade de pessoas que pode ser impactada por esse determinado conteúdo.

A mídia paga possibilita que a companhia realize testes sem ter que investir alto em um primeiro momento. Dessa forma, é importante avaliar como seus consumidores irão responder e qual será o custo por aquisição.

E-book Mídia Paga

5. Fácil mensuração de resultados

Por último, mas não menos importante, um dos grandes benefícios de adotar mídia paga para algumas estratégias e campanhas de marketing é que através desse tipo de mídia é a fácil mensuração de resultados.

Isso porque, através da mídia paga é possível ver os resultados das campanhas em tempo real e ainda entender melhor o comportamento do consumidor, principalmente no que diz respeito às suas preferências para determinados tipos de conteúdo.

Além disso, também é importante saber que em campanhas patrocinadas ainda é possível analisar e avaliar indicadores como:

Os indicadores são algumas das formas de analisar os resultados, com propriedade e dados gerados através de análises.

Como fazer mídia paga?

É óbvio que não adianta ter excelência em um determinado conteúdo se ele não consegue alcançar o público pretendido. Um exemplo é uma boa elaboração de um cursos de gestão de pessoas e liderança EAD, mas que nunca chega aos estudantes.

Quando se trata de marketing a regra é a mesma. Não se trata somente da quantidade de pessoas, mas das pessoas certas que estão prontas para interagir com o conteúdo e resultar em vendas ou em ações pretendidas pela marca.

Por esse motivo, a mídia paga também serve de ponte entre o público e suas vontades, com o conteúdo produzido pela companhia, que tem como objetivo suprir a necessidade e as vontades do público-alvo.

Uma vez que já foi possível entender a importância da mídia paga, que é tão essencial quanto a formação em gestão hospitalar EAD 2 anos para gestores da área da saúde, entenda quais são as formas de fazer mídia paga.

1. Patrocinados (PPC ou Pay Per Click)

Essa é uma forma de fazer mídia paga, que tem como base o uso de links que são patrocinados com conteúdos em destaque quando o consumidor busca por alguma palavra-chave em navegadores, como o Google.

Dessa forma, esses anúncios farão com que a sua companhia fique em uma posição de destaque nesses resultados, questão que poderia não ser alcançada em uma pesquisa orgânica, ou seja, sem a mídia paga.

Um exemplo é um público que busca por “curso gestão de pessoas EAD” no Google. O primeiro resultado será de instituições que fizeram o uso de mídia paga para ser indicada pela ferramenta de pesquisa, como uma empresa de destaque.

Entretanto, para que esse tipo de mídia paga seja eficiente, existem alguns passos fundamentais, como, por exemplo, definir uma boa palavra-chave, bem como, acertar horário, tempo e local de abrangência da campanha.

2. Remarketing

Esse é um tipo de mídia paga mais discreto. Isso porque, ele faz com que apareça anúncios em outros endereços para pessoas que já visualizaram o seu site. Isso porque, a função desse tipo de mídia paga é relembrar o consumidor de seu conteúdo.

Para usar o remarketing, é possível adotá-lo em plataformas como por exemplo o Google Ads com sua rede display, que nada mais são do que sites parceiros do Google.

Além do google, esse tipo de anúncio também pode ser feito em redes sociais, como por exemplo o Facebook, através do Facebook Ads.

Dessa forma, quando o cliente pesquisar uma palavra ou frase-chave, como por exemplo: “quanto custa o curso de gestão financeira”, ele já direcionado ao seu conteúdo de forma automática.

Em suma, esse tipo de mídia paga é uma ótima chance de criar anúncios com assuntos complementares aos que o consumidor ou público-alvo viu no site da sua companhia, além de poder atraí-lo para uma nova landing page, por exemplo.

3. Anúncios em redes sociais

Apesar das redes sociais não funcionarem exatamente como navegadores, em que a pessoa pesquisa uma palavra ou frase-chave, por exemplo “gestão financeira tecnólogo EAD”, que acaba fazendo com que ela chegue em seu conteúdo, as redes sociais ainda são um bom ambiente para investir em mídia paga.

Isso porque, é nesse ambiente que grande maioria do mundo está. Vale lembrar que cada vez mais pessoas entram nas redes sociais, lugar que tem se tornado cada vez maior, com cada vez mais pessoas ativas consumindo e criando conteúdo.

É possível concluir que hoje em dia as redes sociais são canais digitais muito acessados, entretanto, pode ser muito estratégico ter um anúncio ou um incentivo financeiro que impulsiona determinado conteúdo produzido na plataforma para mais pessoas do que a entrega orgânica ofereceria.

Assim como o relacionamento com os clientes, as postagens de conteúdo nas redes sociais precisam calcular e levar em consideração o público-alvo e o perfil delas, com os anúncios pagos é a mesma coisa.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas.

Ouça nosso Podcast!

Posts Relacionados