Landing Pages: como criar páginas que convertem?

Ingrid Garcez

Graduanda em Jornalismo pela Universidade de Taubaté, é fanática por esportes e apaixonada por Marketing Digital. Atualmente compõe o time de Marketing Interno da Hubify.

4 minutos de leitura

Conseguir atrair as pessoas certas para o seu negócio pode ser desafiador, mas, felizmente, existem aplicações no marketing digital capazes de facilitar esse processo.

Essa área da comunicação oferece funcionalidades para auxiliar empresas de todos os portes a criarem um diálogo e relacionamento próximo ao público-alvo.

E, uma de suas principais vertentes, o Inbound Marketing, se encarrega de chamar a atenção das pessoas por meio de canais como sites ou blogs. Mas, para isso ocorrer, a estratégia deve fazer com que o público deseje consumir ainda mais conteúdo, caminhando pelo funil de vendas.

Assim, as landing pages surgem como uma das melhores opções de conversão, você sabia?

Neste artigo vamos te explicar o que são as landing pages, quais são seus principais elementos e quais métricas acompanhar para saber se seu esforço está valendo a pena. Confira!

O que é Landing Page?

Traduzido como página de aterrissagem, o termo definia toda e qualquer página que um usuário acessava para entrar em um site.

Exemplo disso é quando utilizamos o Google Analytics em inglês, uma das dimensões de comportamento exibidas é “Landing Pages”, que na versão em português da plataforma passa a ser “Páginas de destino”.

Porém, no cenário do marketing digital, as landing pages apresentam-se com o foco principal na conversão de visitantes.

Na maioria das vezes, essas páginas contam com menos elementos e links do que a homepage de um site. Na estratégia de marketing, é uma página para preencher um formulário em troca de algum conteúdo de mais valor, como e-books e infográficos.

Quais são os principais elementos da Landing Page?

Agora que você já compreendeu o que é a landing page, é hora de saber como criar páginas que realmente sigam seu propósito, a conversão.

Por isso, alguns elementos são indispensáveis para a construção de uma landing page de sucesso. Veja a seguir quais são eles!

Oferta 

Vamos esclarecer uma coisa? Se você não der nada em troca, ninguém acessa uma página do seu site ou blog e começa a te fornecer informações pessoais em formulários.

Por isso, grave na mente, a oferta de uma landing page precisa gerar muito valor para quem visita aquela página.

Aqui, é fundamental entender quem é sua persona, quais são suas dores e necessidades. A partir desse ponto, você conseguirá pensar em diversas opções de insights de ofertas que realmente a farão preencher o formulário.

Título

Tudo começa aqui, deixe claro na mensagem o que está sendo oferecido na página. Assim a pessoa não se sentirá enganada e poderá continuar convertendo com você.

Uma dica: elabore um título simples, compreensível, que atenda a sua oferta e que, ainda assim seja chamativo.

Também é importante informar qual é o tipo de produto que o público terá acesso, após se cadastrar, como:

  • e-book;
  • newsletter;
  • infográfico;
  • consultoria.

CTA

Não se esqueça do Call-to-action (CTA). Onde a pessoa deverá clicar?

Eles são os botões ou parte do texto que convidam o público a realizar determinada ação. Geralmente são escritos no imperativo:

E-book marketing digital
  • baixe agora;
  • receba o conteúdo;
  • acesse o material completo.

Descrição

Essa parte que vai te ajudar a vender a sua ideia e eliminar possíveis dúvidas da mente de seu visitante.

Nesse ponto vale melhorar a experiência de leitura e escaneabilidade do conteúdo, destaque os trechos importantes e procure fazer frases curtas, por exemplo.

Conteúdos visuais

Os elementos visuais auxiliam as pessoas a compreenderem o que, de fato, está sendo ofertado na landing page.

Como fazer? Transmita com clareza sua proposta de valor com a escolha de uma imagem de qualidade.

Formulário

Pense no formulário como o seu “pagamento” em troca da oferta oferecida.

Foque nas informações que realmente serão relevantes para sua estratégia e seja o mais breve possível.

Lembre que, quanto mais dados você pedir sobre o público, maior serão as chances dele abandonar seu formulário.

Quer saber como criar landing pages que convertem?

Se você chegou até aqui, agora é momento tão esperado, as dicas de como estruturar páginas que convertem. Acompanhe!

1. Defina seu público-alvo

É necessário saber exatamente qual será seu nicho de atuação, e pensar no cliente ideal para cada produto/ serviço.que você irá oferecer.

Todos os elementos que compõem sua landing page precisam levar em consideração o mercado em que sua empresa está inserida e as características da sua persona.

2. Capriche na oferta

Em troca dos dados pessoais de um possível cliente, o que você oferecerá em troca? Esse produto/ serviço deixará o público entusiasmado?

Garanta que a oferta seja um recurso valioso para as pessoas que estão acessando sua landing page.

3. Apresente provas sociais

Sim, a prova social é uma das técnicas de marketing mais poderosas.

Você pode ganhar pessoas mostrando a elas o quão útil tem sido seu produto ou serviço na vida dos clientes atuais. Isso também te dará certa credibilidade!

4. Tenha certeza de que sua landing page funciona perfeitamente no mobile

Trabalhe para que a landing page ofereça uma boa experiência ao público, essa deve ser uma das suas prioridades!

Páginas não otimizadas para dispositivos mobile são, simplesmente, ignoradas. O usuário não quer deseja ter que se esforçar para ler o que está escrito, por exemplo.

5. Faça testes A/B

Com os feedbacks recebidos, teste melhorias na landing page. Não ache que depois de pronta a página nunca mais passará por modificações.

Com todas essas informações e dicas, espero que tenha ficado mais fácil entender o propósito das landing pages e como elas podem revolucionar sua estratégia de marketing digital.

Quer saber mais sobre as vantagens das landing pages? Então confira o nosso artigo “Saiba qual é o papel de uma landing page para o seu negócio”!

Posts Relacionados