Entenda o que é Automação de Marketing de uma vez por todas

Rubens Netto

Rubens Netto

13 minutos de leitura

As empresas passaram e ainda sentem o impacto da internet e principalmente da transformação digital que ela proporcionou.

Apesar de ser algo batido a se dizer, de fato, a garantia de uma gestão inteligente e que gere altos lucros demanda processos otimizados, sendo que a tecnologia desempenha um papel de destaque nesse contexto.

Agora, no marketing digital, como podemos produzir mais com menos?

Toda empresa que entende e aplica os princípios de Marketing Digital, mais cedo ou mais tarde se depara com a necessidade de fazer isso em grande escala.

Afinal, o público cresce à medida que você constrói melhor os relacionamentos, direciona a atenção do seu público à mensagem certa.

Mas uma coisa é impactar ou atender 10 pessoas com qualidade máxima, outra bem diferente é fazer o mesmo com 100 ou 1000 pessoas.

Felizmente, a automação de marketing é a solução perfeita para garantir que você seja capaz de fazer exatamente isso sem problema algum.

O conceito é bastante comentado em blogs e sites da área, pois está relacionada à produtividade e redução de custos. Afinal, administrar tantos contatos manualmente gera gastos e ainda deixa o trabalho ineficiente e demorado.

Neste artigo, forneceremos algumas informações essenciais sobre o tema. Além disso, destacaremos alguns dos principais recursos utilizados na implementação das estratégias.

Você aprenderá:

Você está pronto? Então, vamos lá!

O que é automação de marketing?

Com o acesso à internet, o consumidor passou a pesquisar mais na internet, antes de tomar a decisão de compra, e, com isso, a demanda conteúdos relevantes e atualizados é constante, seja via redes sociais, e-mails ou blogs. Nesse sentido, a automação de marketing surge como a proposta de simplificação dos trabalhos mais complexos.

Existe quem acredite que a automação de marketing se limita ao envio de e-mail marketing a sua base de contatos. Mas, dizer isso seria uma simplificação exagerada, já que ela vai muito além.

Basicamente, podemos dizer que a automação de marketing administra diversas tarefas do dia a dia que são repetitivas, mas de extrema importância para a estratégia como um todo.

Pense um pouco no fluxo diário de tarefas em um time de marketing:

  • preparar e publicar posts para diversas redes sociais;
  • publicar conteúdo no blog, além de possíveis guest posts;
  • criar landing pages para converter visitantes em leads;
  • enviar e-mails para nutrir e qualificar os leads;
  • enviar os leads qualificados para o time de vendas fechar negócio.

O volume de trabalho envolvido em cada uma dessas atividades é enorme, mas é fato que a lista acima ainda é superficial . A boa automação de marketing busca automatizar o contato e a distribuição de conteúdo de forma segmentada, de acordo com o perfil da pessoa, o canal de marketing, ou momento de compra.

Para se ter uma ideia do volume de opções que se tem em uma estratégia desse porte, dá uma olhadinha abaixo no número de atividades que você pode trabalhar em um fluxo automatizado de e-mails na plataforma RD Station, que é a plataforma de automação de marketing que utilizamos para gerir a estratégia dos nossos clientes.

fluxo de automação de e-mail

Agora, imagina fazer isso manualmente? Impossível dar conta de tudo de forma manual. Um bom software de automação ajuda a tornar todo esse processo mais simples e rápido.

Além disso, torna mais fácil analisar os resultados de cada ação individual na estratégia, identificar problemas e fazer ajustes rápidos para otimizar os ganhos. No exemplo abaixo, podemos analisar se o fluxo automatizado de e-mails está com boas taxas de entrega e principalmente de abertura e cliques.

relatório de fluxo rd

Mas não se engane. O software apresenta recursos primordiais de organização e análise, no entanto, o conhecimento de uma equipe bem preparada é essencial, uma vez que a inteligência humana é imprescindível para as coisas acontecerem.

Quais são as áreas de implementação?

A automação de marketing é capaz de melhorar a capacidade de vendas, sem a necessidade de gerar ônus ao empreendimento com contratação de pessoas e grandes investimentos.

Em outras palavras, essa reunião de tecnologias pode ampliar a eficiência e impactar positivamente os resultados sem grandes gastos. Ela pode ser aplicada em todas as fases de um funil de marketing e vendas: atrair > converter > relacionar > fidelizar [analisar].

funil de automação

Agora, ainda que automação seja muito mais do que disparo de e-mail ou posta em mídia social, listei as principais atividades de automação utilizadas no marketing digital.

E-mail Marketing

O e-mail é tão importante para a automação de marketing que muitas pessoas pensam se tratar da mesma coisa, mas existe diferença. Ele é a principal forma de manter um relacionamento achegado com os leads e fazê-los avançar pelo funil. 

O uso de e-mail em todo o mundo atingirá 3 bilhões de usuários em 2020 (segundo The Radicati Group) e três quartos das empresas concordam que o email oferece de um “excelente” a um “bom” ROI – retorno sobre investimento.

Por criar fluxos de nutrição, ou seja, sequências de e-mails com conteúdos específicos e automatizar o envio deles, você já tem uma importante parte da automação pronta.

O recurso possibilita o rastreamento de todos os limites entre a empresa e o potencial cliente. Com isso, conseguimos reduzir o tempo de criação e distribuição dos e-mails. Ou seja, a segmentação é feita automaticamente, a partir da lista de nutrição de leads.

Leia também: 7 dicas para turbinar o seu faturamento com e-mail marketing

Mídias Sociais

Com tantas redes sociais, manter páginas em duas ou mais delas devidamente atualizadas, com conteúdo feito no formato certo, postar nos horários mais indicados e ainda interagir com o público toma muito tempo.

A solução? Automatizar a publicação dos posts, bem como algumas interações padronizadas com o público. Em vez de agradecer pessoalmente a cada novo seguidor ou fazer publicações em todas as redes sociais, é possível usar recursos e ferramentas que automatizam essas ações e economizam tempo.

Dessa maneira, você tem a chance de controlar a execução, bem como gerenciar e a analisar as interações. Isso garante presença online consistente e foco nas demandas mais importantes.

Landing pages

Landing pages são fundamentais para converter visitantes em leads e, por fim, transformá-los em clientes. Mas criar uma landing page do zero também pode consumir bastante tempo.

Com a ajuda de ferramentas poderosas, é possível criar landing pages de forma simples e rápida, e ainda otimizá-las por meio de testes A/B. Há diversos modelos disponíveis que nos permitem editar até mesmo o texto.

Em vez de gastar tempo produzindo suas landing pages, vale mais a pena se dedicar a otimizá-las e garantir que deem os melhores resultados possíveis.

A partir dos testes A/B presentes nas plataformas conseguimos identificar os formatos que geram mais conversões.

Por que a automação de marketing é importante?

Uma regra básica que todo empreendedor de sucesso segue é de não se acomodar, mesmo quando a situação está favorável.

Se você está gerando um bom número de leads, as vendas estão em alta e os clientes se mostram satisfeitos, ótimo. Mas que tal melhorar tudo isso sem precisar contratar mais pessoas ou dedicar mais tempo ao negócio?

Logo, a automação de marketing é importante por vários motivos, o primeiro deles é: a metodologia consegue resolver problemas em escala. E só o fato de que muitos processos demorados, técnicos e passíveis de erros podem ser resolvidos automaticamente já é um ganho.

9 benefícios da automação de marketing para a sua empresa

Ainda tem dúvidas sobre o que a automação de marketing pode oferecer para a sua empresa, para justificar o investimento em um software especializado?

O que não falta são benefícios que mostram o valor da automação como parte integral da sua estratégia digital, e vamos mostrar agora 9 deles:

  • Geração de leads

O manual do bom marketing diz que depois de criar materiais de qualidade para atrair visitantes, o próximo passo é gerar leads. Como a automação de marketing se encaixa nisso?

Você vai precisar de landing pages, formulários e pop-ups que direcionam os visitantes para a mensagem certa e os convencem a tomar ação.

Com uma ferramenta de automação, esse trabalho fica fácil e você se concentra muito mais nos resultados que na parte técnica do trabalho.

  • Leads relevantes

Imagine ter que lidar com muitos leads, em diferentes estágios do funil de vendas. Certamente, sem a automação de marketing, o trabalho se torna penoso, porque as anotações manuais ampliam a margem de erros.

Agora, com a ajuda desta ferramenta, tudo pode ser devidamente organizado e programado para entender o fluxo, independentemente de quantos contatos existem na base. Isso sem contar que a segmentação orientada alinha ainda mais o conteúdo aos interesses dos clientes.

E com leads devidamente nutridos, a chance de conversão é ampliada. Isto é, você facilita a vida dos vendedores quando educa os consumidores, envolvendo-os nas soluções ofertadas.

  • Eficiência no funil de vendas

Mais tempo para produzir conteúdo de qualidade e distribuí-lo de forma eficaz significa que os seus visitantes levarão menos tempo para se tornar leads.

A automação é um recurso poderoso para identificar os estágios dos consumidores em potencial durante o percurso de compra. A eles, a ferramenta encaminha os conteúdos mais adequados, o que aumenta a chance de conversão.

Em outras palavras, você terá um ciclo de vendas mais curto e eficiente, pois conseguirá tornar os leads mais qualificados, criar mais oportunidades de venda e conduzir os leads de maneira correta até o fundo do funil de vendas.

Consequentemente, o resultado de um trabalho mais ágil e eficiente é o aumento nas vendas.

Lembrando que a etapa do pós-venda é essencial, pois corresponde ao relacionamento. Desse modo, a empresa tem a chance de enviar ofertas ou assuntos relevantes.

  • Menor custo na aquisição de clientes

A tendência é que quanto mais tempo alguém leva para se tornar cliente, maior é também o custo de aquisição. Por quê?

Porque você e sua equipe precisarão dedicar mais tempo àquele lead, seja por criar mais conteúdo para levá-lo à compra, por interagir com maior regularidade, etc, e tempo custa dinheiro.

Educar o consumidor é o jeito mais rápido de conduzi-lo nos estágios do funil, porque, a partir do conteúdo relevante enviado no momento certo, ele tira dúvidas e eliminar inseguranças, criando inclusive um sentimento de gratidão pela empresa que o ajudou. Com isso, entende que aquela oferta é a melhor opção.

Infográfico 5 itens e-mail marketing

O fato de a nutrição de leads ser automática gera uma economia significativa, pois, para manter o ciclo de vendas, a empresa já não precisa gastar tanto. Dessa forma, os vendedores têm a oportunidade de focar os estágios finais, aqueles que impactam a decisão de compra.

Além disso, leads bem preparados geram tickets maiores, têm maior sucesso com o produto e ficam mais tempo com a empresa, ou seja, você terá um custo de aquisição (CAC) menor e um valor vitalício do cliente (LTV) elevado.

  • Economia de tempo

O tempo que os profissionais de marketing economizam com atividades manuais, eles ganham na hora de pensar as estratégias e analisar os resultados, já que a automação de marketing permite deixar as tarefas manuais e repetitivas “operando sozinhas”. Ou seja, eles apenas configuram e o sistema cumpre o restante.

Por exemplo, quando alguém se cadastra no site, a própria ferramenta dispara a mensagem de boas-vindas. E, dias depois, envia um conteúdo mais aprofundado.

Lembre-se de que a boa produtividade eleva o moral e faz bem para o ambiente de trabalho, deixando os colaboradores mais satisfeitos e prontos para aceitar novos desafios.

  • Aumento dos lucros

Existe uma grande diferença entre aumento das vendas e aumento dos lucros. De nada adianta ver o número de vendas subir se o custo de aquisição sacrifique todo o lucro. A boa notícia é que a automação de marketing oferece os dois.

Basta pensar de forma rápida: mais vendas, em um período menor de tempo, a um custo mais baixo é a receita para subir a lucratividade.

  • Otimização do processo de fidelização

Até agora falamos apenas dos benefícios da automação para a primeira venda, mas eles se aplicam de forma igualmente positiva nos esforços de fidelizar clientes.

Você já terá informações privilegiadas sobre os clientes, e um histórico de interações com eles. É só integrar a sua ferramenta de automação com um CRM e criar ações específicas de fidelização.

Quem aproveita bem esse recurso tem o potencial de conquistar não apenas novas vendas, mas defensores para a marca.

Quem não quer gerar e converter mais oportunidades de venda em um espaço de tempo mais curto e com um custo mais baixo? Em resumo, é exatamente isso que a automação de marketing entrega.

  • CRM integrado

Alguns softwares já trazem esse sistema embutido, o que é fundamental para estabelecer uma base de dados sobre os leads qualificados e clientes. Com essas informações, conseguimos analisar em qual estágio eles se encontram.

  • Estratégias mais inteligentes

Existe uma diferença enorme entre trabalhar duro e trabalhar de forma inteligente. Prefira sempre a segunda opção, que é justamente a que a automação de marketing promove.

Podemos dizer isso baseados no fato de que a automação de marketing possibilita:

  • conversar de forma personalizada com as personas;
  • manter o relacionamento vivo por meio de interações constantes;
  • saber o momento exato de executar cada ação do ciclo de vendas;
  • reaproveitar leads frios e criar novas oportunidades de venda;
  • produzir conteúdos melhores para cada etapa do funil.


O melhor é poder fazer o mesmo acompanhamento para um pequeno grupo de 10 pessoas ou uma grande audiência de 10.000, sem perder qualidade ou gastar um minuto a mais de tempo.

Quais são as principais ferramentas?

Se você se convenceu quanto à relevância da automação de marketing, provavelmente quer encontrar uma ferramenta de qualidade para implementar essa estratégia o quanto antes.

Vamos te ajudar nessa missão. O mercado está recheado de ferramentas, tanto completas quanto específicas para certas funções. Pesquisar os prós e contras de cada uma pode ser cansativo, então compilamos as melhores ou mais famosas para facilitar a sua vida.

Os preços e funcionalidades variam bastante, mas a lista abaixo já vai ser suficiente para filtrar as principais soluções e te ajudar nessa decisão importante. Os nossos sistemas favoritos são:

RD Station

O RD Station é o principal software de automação de marketing do Brasil. Feita pela Resultados Digitais, uma das principais empresas de tecnologia do país e situada em Florianópolis, a ferramenta já conta com mais de 12 mil clientes.

O RD Station é uma solução completa, que cuida de vários aspectos da sua estratégia digital.

Além de todas as vantagens já citadas, é possível também acompanhar os relatórios de resultados da plataforma, para avaliar a performance da sua estratégia como um todo.

Observação: é essa ferramenta que nós da Hubify utilizamos para fazer a gestão de automação de marketing dos nossos clientes.

LeadLovers

A Leadlovers é outra solução de automação nacional, que conta com recursos práticos para atender seus mais de 4 mil clientes.

A ferramenta oferece recursos de e-mail marketing, criação de páginas e até área de membros para EAD (ensino a distância).

Mas o destaque fica por conta dos relatórios de métricas, para medir a performance da estratégia, bem como o sistema de lead scoring, para melhorar a qualificação dos leads gerados.

Mailchimp

A Mailchimp é uma das ferramentas mais usadas no mundo para e-mail marketing, mas também conta com bons recursos de automação.

Se engana quem pensa que por ser voltado para campanhas de e-mail, as ferramentas de automação do Mailchimp se resumem a facilitar fluxos de nutrição.

É possível recuperar carrinhos abandonados, oferecer recomendações personalizadas de produtos e realizar uma série de ações.

Além disso, a ferramenta ainda oferece relatórios fáceis de visualizar e entender, para facilitar sua análise e otimização.

Unbounce

A Unbounce é uma ferramenta referência na criação e otimização de landing pages. É ideal para ganhar tempo e melhorar os resultados. Possui a facilidade de templates prontos para edição, versão em português e teste gratuito.

Buffer

Ferramenta de gestão de redes sociais, o Buffer também possui uma versão grátis para até 3 perfis, e pode ajudar muito na automação dos seus posts sociais em várias redes. Nela, você consegue agendar posts e analisar os resultados.

Hubspot

Você provavelmente já ouviu falar da HubSpot, a maior empresa de automação em Inbound Marketing do mundo.

O conjunto de ferramentas da HubSpot também foi preparado para cuidar de todas as necessidades de automação que uma empresa possui, incluindo a análise de desempenho.

Você conta com todos os recursos que precisa para descobrir onde é necessário melhorar e para realizar os ajustes, tudo em um sistema só.

Pipz

Ferramenta completa para uma estratégia de automação de vendas focada na jornada do cliente, atende desde a atração, até o engajamento e experiência. Possui recursos diferenciados como acompanhamento de eventos, segmentação inteligente e chat ao vivo, tanto pelo site quanto por app.

Como criar a estratégia perfeita de automação de marketing

Dar os primeiros passos em qualquer tática de marketing pode ser um desafio, especialmente sem a orientação certa.

A automação exige um bom planejamento para dar certo, especialmente por explorar uma espécie de efeito em cadeia, ou seja, cada ação precisa dar o resultado esperado para que a próxima possa ser realizada.

Pensando nisso, este pequeno passo a passo vai ajudar você a iniciar sua estratégia de automação de marketing sem dificuldades:

1. Defina seus objetivos

O primeiro passo é definir os objetivos da sua estratégia de automação. Que resultados espera alcançar, quem serão as pessoas impactadas e, por fim, que métricas devem ser usadas para acompanhar os resultados.

2. Escolha as ferramentas que vai usar

As ferramentas, como já destacamos, são essenciais para o bom trabalho. Além das alternativas que citamos, existem muitas outras que você pode buscar no mercado, de acordo com suas necessidades e orçamento.

Há duas abordagens que você pode seguir: escolher uma plataforma dedicada totalmente à automação de marketing, como o RD Station ou o Leadlovers, ou usar soluções separadas — uma para e-mail, outra para redes sociais, etc.

3. Determine os gatilhos e pontos de conversão

Os gatilhos são as ações que as pessoas tomam para qualificá-las a entrar no fluxo de nutrição em questão. Pode ser uma interação com alguma página, o download de um material, o preenchimento de um formulário ou algo do tipo.

Também é importante definir os pontos de conversão, ou seja, os momentos dentro do fluxo que a pessoa passa de uma etapa do funil para outra.

4. Crie e implemente os fluxos de nutrição

Depois é hora de criar o fluxo de nutrição, que envolve o conteúdo dos e-mails, mapear todas as interações (por email, redes sociais ou landing pages) e definir todo o desenrolar da comunicação com a persona.

Por fim, é só organizar tudo na ferramenta de sua escolha e colocar o plano em ação.

5. Acompanhe os resultados da campanha e faça ajustes

Depois de colocar o plano em prática, é preciso ficar atento aos resultados e fazer ajustes de acordo com os dados encontrados.

Tenha paciência, em vez de fazer mudanças imediatas é bom dar tempo suficiente para que a estratégia funcione.

Mesmo que tudo esteja funcionando bem, não deixe de fazer pequenos ajustes para otimizar cada vez mais a campanha.

Quando investir na automação de marketing

A automação de marketing é uma iniciativa avançada. Primeiro, é preciso definir processos, fazer experimentos, falhar e acertar. Depois, é hora de automatizar.

Então, vale a pena investir na automação se a sua empresa já tem um processo de marketing estabelecido e agora precisa escalar isso para continuar tendo resultados.

Isso não significa que apenas grandes empresas podem se beneficiar da solução. Pelo contrário, equipes enxutas, que dispõem de menos pessoal para realizar as ações de marketing, podem enxergar até mais valor na automação.

Se trata muito mais de madureza nos processos, objetivos e resultados do que no tamanho do negócio, de forma geral. É preciso tratar a automação da maneira certa, não achar que tudo vai se resolver sozinho, como um milagre.

Concluindo

O que é automação de marketing? Em linhas gerais, é um sistema ordenado que permite o gerenciamento inteligente das tarefas. Com vimos, as demandas atuais são muitas, portanto, esse tipo de recurso é essencial para qualquer pessoa ou empresa que atua no meio online.

Mas, é claro, os serviços devem se adequar às necessidades de cada um!

Se o seu negócio está crescendo, a melhor forma de manter a qualidade do serviço e continuar aumentando as vendas sem aumentar custos de aquisição é por meio da automação de marketing. Então, siga as dicas mostradas aqui e coloque seu plano em ação o quanto antes!

E então, você entendeu as vantagens de automatizar sua estratégia de marketing? Quer ver esses benefícios em ação? Entre em contato conosco agora mesmo!

Marketing digital de performance o manual definitivo

Posts Relacionados