Data Warehouse: o que é e qual sua importância?

Isabella Villar

Graduanda em Marketing na Fatec Sebrae, é fascinada pela versatilidade da área. Faz parte do time de Inbound Marketing da Hubify e atua como Revisora de Conteúdo.

6 minutos de leitura

Se você está tentando construir uma estratégia baseada em dados, o Data Warehouse é um bom lugar para começar. O motivo disso é que essa ferramenta fornece os insights necessários para impulsionar suas campanhas de marketing!

Afinal, os seus dados de marketing são provenientes de várias plataformas diferentes, como Google Analytics, Facebook Ads, LinkedIn, SEMrush, entre outros. Então, hoje vamos trazer uma solução para reunir todas essas informações, economizando tempo e dinheiro. Boa leitura!

 

O que é um Data Warehouse?

Um data warehouse é um destino baseado em nuvem, que permite a uma empresa armazenar todos os seus dados, mesmo que sejam provenientes de várias fontes, em um único lugar.

Para os profissionais de marketing, isso pode incluir os dados de análise da web, campanhas de mídia paga, anúncios, redes sociais, ferramentas de CRM e qualquer provedor de e-mail que você usar. 

Afinal, na hora de produzir relatórios sobre suas campanhas, provavelmente, você baixa os dados de todos os sistemas de origem e, em seguida, joga as informações em diversas planilhas do Excel. Esse processo costuma ser caro e demorado, além disso os relatórios “feitos à mão” apresentam um risco maior de erro humano.

Em comparação com soluções alternativas de armazenamento e análise de dados, os principais benefícios do data warehouse no contexto de marketing, incluem armazenamento relativamente barato, bem como a capacidade de centralizar dados de várias fontes para uma análise mais conveniente.

 

Como um Data Warehouse funciona?

A estrutura de um data warehouse consiste em três camadas: o inferior é o servidor de banco de dados, onde os dados são carregados e armazenados; o meio é o mecanismo analítico que analisa os dados; e o topo é o cliente front-end, que representa o resultado por meio de análises, relatórios e ferramentas de mineração de dados.  

O data warehouse funciona coletando e organizando dados em um banco de dados abrangente. Depois de coletados, eles são classificados em várias tabelas, dependendo do tipo de dados e do layout.

Você pode até armazenar seus detalhes comerciais confidenciais no data warehouse, como detalhes de funcionários, informações sobre salários e outros.

 

Para adicionar as informações no warehouse, você pode criar ferramentas para extrair dados de serviços terceirizados, como o Google Analytics, ou importar arquivos simples e planilhas.

Alguns warehouses abrigarão “data marts”, que são coleções menores e separadas de dados de uma unidade de negócios específica. As agências de marketing podem criar um data mart para cada um de seus clientes analíticos.

Uma vez que seus dados estão em um data warehouse, eles podem ser usados ​​para criar relatórios e painéis, que ilustram o desempenho para seus clientes ou supervisores.

 

Dentro de cada banco de dados, os dados são organizados em tabelas e colunas. E você pode definir uma descrição dos dados, como número inteiro, campo de dados ou sequência. As tabelas podem ser organizadas dentro de esquemas, que você pode considerar como pastas. 

Quando os dados são consumidos, eles são armazenados em várias tabelas descritas pelo esquema. As ferramentas de consulta usam o esquema para determinar as tabelas de dados, que serão acessadas e analisadas.

Essa solução costuma oferecer maior personalização e percepções mais ricas, sendo perfeita para aprofundar os detalhes de suas campanhas.

 

Os tipos de Data Warehouse

 

  • Enterprise Data Warehouse: aqui, temos um warehouse centralizado que oferece suporte à tomada de decisão, para diferentes departamentos em uma empresa. Ele fornece uma abordagem unificada para organizar e representar dados. Com ele, você ganha a capacidade de classificar os dados de acordo com o assunto e conceder o nível de acesso a diferentes departamentos de acordo;
  • Armazenamento de dados operacionais: popularmente conhecido como ODS, ele é usado quando as necessidades de relatórios de uma organização não são atendidas por um data warehouse ou sistema OLTP. No ODS, um data warehouse pode ser atualizado em tempo real, tornando-o melhor para atividades de rotina, como o armazenamento de registros de funcionários;
  • Data Mart: como parte de um data warehouse, o Data Mart é especialmente projetado para uma linha de negócios específica, como finanças, contas, vendas, compras ou estoque. O warehouse permite coletar dados diretamente das fontes.

 

Qual a importância de usar um Data Warehouse?

As informações derivadas de um data warehouse ajudam as empresas a analisar seus clientes e antecipar as tendências futuras no mercado competitivo. Por ter informações precisas sobre o que seus clientes desejam e o que esperam de um negócio, torna-se mais fácil atendê-los corretamente e atingir níveis mais elevados de satisfação do cliente!

Um data warehouse contém inúmeros dados históricos coletados ao longo de meses ou anos. Por causa dessa perspectiva, os usuários podem comparar mais facilmente seus resultados recentes com os anteriores. Eles podem descobrir tendências que podem perder se olharem apenas para o último lote de números.

 

Se você deseja fazer análises avançadas, ou seja, usar seus dados históricos para fazer previsões sobre o que deve fazer no futuro, é preciso um grande conjunto de resultados anteriores para construir previsões precisas. Apenas um data warehouse é grande o suficiente para armazenar tudo o que você precisa.

Além disso, suas informações de marketing são provenientes de inúmeros canais, pois uma empresa pode obter centenas de fontes de dados. Infelizmente, cada uma dessas fontes pode ter seu próprio método de formatação de dados.

Um data warehouse ajuda a colocar seus dados, não importa onde foram criados, em um formato comum em um único lugar. Em última análise, isso se traduz em uma visão mais rápida e precisa do seu marketing.

Os dados adequados levam a uma estratégia bem-sucedida. E seu data warehouse desempenha um papel essencial nesse processo!

 

Os benefícios do armazenamento de dados para equipes de marketing e análise

data warehouse 2

Os principais benefícios de usar um data warehouse de marketing baseado em nuvem incluem:

 

Única fonte de verdade

Os dados dispersos tendem a desacelerar as equipes de marketing. Afinal, os profissionais não têm tempo para entrar em todas as plataformas diferentes e coletar os dados que precisam, para tomar as melhores decisões. Além disso, eles também perdem tanto tempo na coleta de dados que não têm tempo para análise e otimização. 

De qualquer forma, o Data Warehouse alivia essas dores, consolidando todos os dados para criar uma única fonte de verdade. Isso ajuda os profissionais de marketing a lidar melhor com métricas importantes, como custo de aquisição do cliente (CAC), retorno do investimento (ROI) e retorno do investimento em publicidade (ROAS). 

 

Recursos analíticos

Se você deseja consultar os dados em uma ferramenta de BI, o seu data warehouse pode processar consultas complexas em segundos e enviar mais os dados, você precisa para seus relatórios e/ou ferramentas de análise. As principais ferramentas de análise, como o Google Data Studio, podem extrair dados em tempo real, sem configuração extra.

 

Propriedade total dos dados históricos

Em vez de depender das políticas de retenção de dados do Facebook, Google, HubSpot e outras plataformas, o data warehouse permite que você armazene com segurança seus dados de canal cruzado em apenas um lugar.

Com total propriedade e acesso a todos os seus dados históricos de marketing, você poderá obter os conjuntos de dados exatos, para tomar melhores decisões sobre o futuro.

 

Baixo custo e sem necessidade de manutenção

Independentemente se você trabalha em uma pequena e média empresa em crescimento, ou uma empresa corporativa, armazenar dados de marketing com um Data Warehouse baseado em nuvem é muito barato. Com esse armazenamento, você nunca ficará sem capacidade, à medida que seu data warehouse cresce com seus negócios.

Eles também são conhecidos por exigir pouca ou nenhuma manutenção, já que o provedor de nuvem cuida da manutenção para você. Você só paga pelos recursos que usa.

 

Segurança de dados

Manter os seus dados e dos clientes seguros deve ser uma prioridade, para qualquer empresa! 

Assim, os dados do data warehouse se reúnem em um único lugar, portanto, os mecanismos de segurança em nuvem podem construir controles específicos, para proteger os dados

Além disso, os serviços de criptografia em nuvem, como autenticação multifatorial, tornam o transporte de dados entre regiões e recursos incrivelmente seguro. Por último, a maioria dos data warehouses em nuvem inclui redes privadas virtuais (VPNs), o que limita ainda mais as possibilidades de violação.

 

Quando o Data Warehouse é indicado para minha empresa?  

Quando o seu negócio e o volume de dados estiver crescendo em tamanho ou complexidade, você vai precisar compreender melhor o ROI em diferentes canais, campanhas e táticas. Para exemplificar, confira as seguintes situações que podem exigir o Data Warehouse:

  • as suas planilhas estiverem carregando lentamente ou travando;
  • ocorrer uma mudança fundamental no modelo de negócios (por exemplo, de vendas transacionais para vendas de assinaturas);
  • múltiplas partes interessadas que precisam de acesso a dados e insights;
  • um orçamento de publicidade crescente exigindo uma melhor compreensão do ROAS;
  • crescimento rápido dos negócios (o que também significa um rápido crescimento na quantidade de dados).

 

Bom, espero que tenha gostado deste artigo e agora você tenha mais uma solução para as dificuldades da sua empresa. Se quiser uma agência especializada quando o assunto é performance, basta falar com um de nossos especialistas!

Posts Relacionados