14 Dicas de Marketing na Black Friday

Marcio Alves

8 minutos de leitura

Por ser um ano peculiar, já era de se esperar que a Black Friday 2020 prometesse grandes surpresas, mas diferente do que muitos acreditam, apesar da pandemia, a tendência é que a data supere os recordes de vendas dos anos anteriores!

 

Mas não significa que será uma jornada fácil, já que quanto mais vendas, mais concorrência, portanto, vai levar a melhor quem estiver preparado para atender a crescente demanda online, com um bom suporte; e os estabelecimentos físicos com medidas de segurança ao público. 

 

Afinal, tanto para quem tem uma loja online ou física, a Black Friday será determinante para o futuro dos negócios. Então, confira o nosso artigo com as melhores dicas para incrementar as Vendas e o Marketing, durante a maior data comercial do ano!

 

Como surgiu a Black Friday

Primeiro, vamos fazer uma gincana! O que o Dia de Ação de Graças, o happy hour de sexta-feira e o boom de vendas no varejo em datas especiais têm em comum? Isso mesmo, a Black Friday! Ué, mas como assim?

 

Bem, se você vive na Coreia do Norte (que não deve ser o caso), com certeza você já ouviu falar sobre as promoções de Black Friday, que acontecem na sexta-feira depois do feriado de Ação de Graças, comemorado na 4ª quinta-feira de novembro.

 

Mas como surgiu essa loucura do varejo? Tudo começou nos EUA, quando dois homens tentaram enriquecer comprando e vendendo ações na Bolsa de Valores de Nova York, elevando o preço com fomentação e tentando vender tudo de uma só vez, isso no ano de 1869. Até parece o livro “O Lobo de Wall Street”, não é?

 

Entretanto, com o intuito de proteger a economia local, o governo corrigiu a distorção de valores e fez com que o preço de várias ações caísse, caracterizando esse dia como a “Black Friday”.

 

De lá pra cá, muita coisa mudou, as pessoas já não têm mais controle de ações na bolsa, o ouro não é o único ativo de valor que fazia as ações do mundo balançarem, e o governo não precisa intervir para os preços caírem, o próprio varejo se encarrega disso criando promoções para impulsionar vendas.

 

Por que usar nossas dicas de marketing na Black Friday?

O primeiro e mais óbvio dos motivos são os números dessa data, que também movimentam milhões de reais no Brasil. Uma vez que em 2020, o e-commerce brasileiro movimentou R$ 41,92 bilhões, apresentando alta de 56,8% com relação ao faturamento registrado em 2019 no mesmo período.

 

Apenas para fins de comparação, em 2011, nos primeiros passos do evento no Brasil, a data representou, para o comércio eletrônico, menos de R$1 milhão em vendas. Contudo, em 2015 esse número atingiu a marca de R$1 bilhão em vendas e, dois anos depois, passou dos R$2 bilhões.

 

É muito dinheiro, não é? Pois saiba que as perspectivas para 2021 são ainda mais otimistas, já que de acordo com as estatísticas, a data promete um novo crescimento na casa dos $4.9 trilhões.

 

Os outros motivos são ainda mais simples, portanto, vamos apresentar algumas dicas práticas do mercado, que são utilizadas por grandes players e podem ser adaptadas para a sua realidade. Gostou? Então confira nossos ensinamentos abaixo!

 

1. Conheça o seu público

Antes de começarmos, lembre-se: essa dica não vale somente na Black Friday. A todo momento e em qualquer oportunidade de venda, o primeiro passo para fazê-lo com qualidade é conhecer bem o público com quem você está lidando.

 

Para iniciar qualquer relacionamento e oferta de valor, você precisa saber onde está o seu cliente, como ele se comporta no dia-a-dia e durante a compra, como ele prefere pagar ou receber seu produto, quais tipos de catálogos e variedades mais o agradam, entre outros fatores. A regra aqui é você saber sobre o seu cliente a ponto de conseguir impactá-lo com suas promoções no lugar e momento certo.

 

Quer um exemplo? Imagine que você utiliza uma conta no Instagram para divulgar o seu salão de beleza, postando fotos dos trabalhos que faz no dia-a-dia. Imaginou? No Instagram, o seu público interage frequentemente, curtindo, e buscando mais informações sobre seus serviços.

 

Já outros canais do seu salão, como o Facebook por exemplo, são mais “estáticos” e costumam atrair menos a atenção dos seus clientes. Neste caso, faria sentido você trabalhar uma promoção para a Black Friday focando a estrutura e os investimentos para conversão no Facebook?

Provavelmente não. Afinal, como o contato é maior via Instagram, é mais provável que seja este o “lugar certo” para conquistar seu cliente.

 

2. Promoções com datas de validade

Quem nunca pegou aquele chocolate em promoção na fila do mercado? Ou comeu um pouquinho a mais por conta do brinde? Ou ainda, fez fila nas lojas por grandes descontos? Por isso, promoções com datas de validade são importantes e essenciais para gerar reboliço e vendas.

 

Muito do que compramos não é pela razão, mas sim por impulso, ou seja, agindo com a emoção, e o sentimento de “escassez” é um dos gatilhos mais fortes para gerar vendas.

 

3. Faça uma análise de concorrência

O benchmarking sempre foi uma prática muito bem utilizada no mundo dos negócios e que está ganhando mais adeptos. E na Black Friday isso é indispensável, já que o preparo das campanhas precisam ser feito com cautela, então quanto mais análises, melhor.

 

Observe a média de preços em comum, e as principais estratégias utilizadas. Esse ano o meio digital vai ganhar ainda mais destaque, portanto, a concorrência será grande, o que exige uma boa vantagem competitiva no mercado!

 

4. Senso de urgência

Essa é uma dica que pode ser o reflexo da anterior, uma vez que também utiliza o gatilho da escassez.

 

Por que os comerciais das Casas Bahia são sempre iguais e não mudam com o tempo? Porque é um formato que dá certo!

“Só hoje”, “para os primeiros 50 clientes”, “enquanto durarem os estoques”, “corra”, “compre agora”, “é por pouco tempo”… Ufa! São vários os gatilhos que geram senso de urgência e buscam incentivar o consumidor a buscar seu produto o quanto antes. Afinal, ele está próximo de perder sua oportunidade – lembra da escassez?

 

E na Black Friday, essas técnicas de comunicação são indispensáveis! Além de gerar esse sentimento no consumidor, elas ajudam a demonstrar um maior valor pertencente ao seu produto.

 

Mas tenha muito cuidado para não ser exagerado ao extremo! Tenha em mente de que você deve ser urgente, mas não inconveniente (imagine o comercial das Casas Bahia passando a cada 2 minutos, não é legal).

 

5. Crie promoções reais, sem promover a “Black Fraude”

Com a internet, tudo tem o poder de tomar proporções gigantescas! E é tudo mesmo, não só os memes e vídeos de gatinhos, mas até – e talvez principalmente – a popularidade negativa envolvendo quaisquer temas.

 

E, caso você trabalhe de maneira incorreta as suas estratégias promocionais, sua marca também pode ser alvo dessa popularidade indesejada. Por isso é preciso muito cuidado para não errar e expor nenhuma fraqueza.

 

6. Invista na Logística

Ah, chegou a o dia mais esperado de novembro, suas promoções estão chamando muita atenção, os anúncios no Google Ads e no Facebook então, estão bombando! Está tudo correndo muito bem, não é mesmo?

 

Mas, você pensou na sua Logística? Aqui, não basta apenas atrair consumidores, sem oferecer condições ideais para atendê-los.

Mantenha o estoque sempre cheio, planeje entregas no prazo e prepare sua logística total para satisfazer o cliente e cumprir prazos. Esses são pontos que retêm, fidelizam e podem agregar valor para sua marca por conta das avaliações positivas que ela receberá na internet.

 

Já imaginou comprar um presente na Black Friday e recebê-lo depois do Natal? Ninguém merece, né?

 

7. Prepare a estrutura do site

Vai vender na internet? Ótimo, lembre-se de arrumar a casa e receber seus visitantes da melhor forma possível!

De nada adianta cuidar de tudo e esquecer do mais importante: o site. Por isso, certifique-se de que seu site vai aguentar grandes tráfegos, não haverá bugs, momentos de instabilidade e garantirá muitas vendas!

 

Aliás, há algum tempo fizemos um artigo especial sobre o Google Analytics, uma ferramenta gratuita extremamente importante para você mapear dados e melhorar o seu site! E se você precisar mudar a cara do seu site, leia nosso texto sobre a escolha do novo layout!

 

8. Amplie as formas de pagamento

Você pode até não gostar de usar cartão de crédito, ou receber clientes que costumam pagar apenas em dinheiro (mesmo sendo muito difícil). Mas opção não é regra, então você pode perder muitos clientes, caso tenha opções limitadas de pagamento pela aquisição dos seus produtos.

 

Na Black Friday, por conta das promoções, pode ser que você receba muitos clientes novos. Por isso, é importante ampliar as formas de pagamento, para diversificar as opções e garantir que todas as compras aconteçam!

 

9. Desconto para clientes antigos

Apesar de ser muito bom conquistar novos clientes, melhor ainda é fidelizar os antigos!

Por isso, faça promoções com descontos especiais para os seus clientes antigos. Inclusive, pratique progressivamente, de acordo com sua fidelidade e ticket médio!

Trata-se de valorizar quem sempre está por perto ajudando o seu negócio!

 

Com os dados da sua empresa, você consegue ofertar os produtos que eles mais desejam e estão propensos a comprar. Assim a conversão é mais possível! E, acredite: essa é uma das técnicas mais simples e eficazes do marketing digital de performance!

Opte pelo relacionamento!

 

10. Faça promoções com os produtos mais desejados

Vamos supor que você vende eletrônicos:

Nada de fazer promoções com produtos que vendem pouco, só pra girar o estoque e você se livrar daquele headset que está na prateleira há 2 anos. Nem pense, também, em olhar para suportes para celular, antenas de TV antigas ou baterias de notebook.

 

Faça promoções com os produtos mais desejados, aqueles que chamam a atenção do seu cliente e fazem a sua loja aparecer para o público. Assim você ganha em escala, credibilidade e reforça a marca!

 

11. Aposte nos anúncios

Promoções não se divulgam sozinhas, não é mesmo? Então, mãos à obra! Invista em anúncios para lucrar em larga escala e faturar muito na Black Friday!

Trabalhe na internet e ela retornará com muitas vantagens! Mas lembre-se: faça tudo com muita coerência e seja assertivo!

 

Utilizar um conteúdo relevante e visual adequado – sempre alinhado a sua marca – dentro dos seus anúncios também ajudará a atrair mais olhares, e trazer maior credibilidade ao seu material.

 

12. Divulgue na sua base de e-mail

Diferente do que muitos acreditam, o e-mail marketing está mais poderoso do que nunca. E pode ser vital durante a Black Friday, afinal, é uma ótima oportunidade para oferecer conteúdo de qualidade para sua base, divulgando as ofertas imperdíveis que vão rolar no dia 27 de novembro!

 

Além disso, você pode apresentar os diferenciais da sua empresa e nutrir seus contatos. Aproveite para ofertar condições únicas para quem assina sua newsletter.

Vale destacar a possibilidade de prolongar esse contato durante o pós-venda, em que você pode enviar e-mails para receber feedbacks dos clientes, a respeito dos produtos, qualidade, entrega, atendimento, entre outros

 

13. Promova um bom atendimento

Apesar dos avanços da tecnologia, hoje é comum ocorrer períodos de instabilidade no sistema ou na rede, que podem causar descontentamento no usuário, algo prejudicial na credibilidade da sua marca. Portanto, conte com uma equipe preparada para dar o suporte necessário, com um atendimento personalizado e chats online

Muito comum em grandes sites, o FAQ também pode fazer a diferença por oferecer soluções rápidas para as principais dúvidas dos clientes.

 

14. Mantenha um ótimo relacionamento

Imagina que chato seria se você comprasse pãezinhos todos os dias na padaria perto da sua casa, mas o padeiro nunca lembrasse de você ou te chamasse pelo nome.

Imagine a dificuldade que o padeiro teria para oferecer um salgado mais caro a você, sem saber o seu nome?

 

Pois é, isso é questão de relacionamento. Se você não trata seu público pelo nome e não continua se relacionando com ele após a venda, certamente encontrará dificuldades para engajá-lo além dos hábitos que ele já mantém.

 

O mesmo vale na sua empresa: se quiser continuar vendendo ao seu cliente, não apareça para ele somente para oferecer produtos, e sim mostre que você se importa com ele e com sua informação sobre os principais ideais acerca de sua marca.

Demonstre sinceridade e transparência, para ganhar a confiança do seu público!

 

Gostou das nossas dicas? Várias das soluções citadas acima são serviços prestados por nós, da Hubify! E, se você quiser saber mais sobre as nossas soluções e preços, clique aqui e entre em contato conosco!

Posts Relacionados