O que é Link Building e como usar para melhorar o SEO do seu site

Ingrid Garcez

Ingrid Garcez

Jornalista formada pela Universidade de Taubaté (UNITAU), fanática por esportes e apaixonada por Marketing Digital. Atualmente, compõe o time de Marketing Institucional da Hubify.

5 minutos de leitura

Você já ouviu falar em Link building? Essa é uma ação que tem como objetivo conquistar links que direcionam o usuário para um determinado site ou página, com o intuito de aumentar a autoridade e relevância de um domínio. 

No contexto de SEO, o link building é essencial para uma estratégia consistente e de sucesso. Afinal, sites que não recebem backlinks têm uma probabilidade muito alta de simplesmente não aparecerem nos primeiros resultados dos motores de busca, para palavras de média e alta concorrência.

Outro ponto muito importante é entender que não adianta pecar pela quantidade e sair inserindo seu link diversas vezes em qualquer página ou site. Aqui, quanto mais natural e orgânica for a inserção do link, melhor para a estratégia.

Quer saber como construir uma rede de link building estratégica para o seu site e impulsionar seus resultados de marketing digital? Continue a leitura!

O que é link building?

Podemos dizer que link building é o conjunto de táticas de SEO que tem como meta construir uma “rede de links” para uma determinada página, de modo a direcionar o tráfego e fortalecer a autoridade do domínio frente aos motores de busca.

Na grande maioria das vezes, quando falamos em link building, já pensamos nos links externos que são conquistados a partir de outros sites, também chamados de backlinks. No entanto, também temos os links internos.

Esse segundo caso de link, são aqueles incluídos nas suas próprias páginas, podendo direcionar tanto para dentro, quanto para fora do site.

Os links externos servem para demonstrar ao Google a autoridade do site da sua empresa perante o mercado. O motor de busca verifica os links que vão para o site, com o objetivo de entender se ele é muito citado, e se tem boas referências.

Quanto mais links tiver em sites confiáveis e referenciais, mais relevante sua página será dentro da sua área de atuação.

Já nos links internos, o Google faz uma avaliação para entender a qualidade e relevância de uma página, e se ela merece um melhor posicionamento nos resultados de busca.

Por que link building é tão importante?

Essa estratégia de SEO é importante porque favorece o ganho de posicionamento de um site nos motores de busca, tanto de forma direta, como indireta.

A curto prazo, conquistar bons backlinks de sites referenciais pode resultar em ganhos imediatos de posição na SERP (Search Engine Results Page).

Resumidamente, quando um site tem uma estrutura de SEO Técnico e On Page bem ordenada, o link building vem para coroar as estratégias, e seus efeitos são diretos.

Por exemplo, atualmente, é comum que esse recurso seja usado como uma estratégia de guerrilha, quando os resultados de uma determinada aplicação precisam ser potencializados, ou, até mesmo, quando o site tem que se recuperar de uma queda violenta nos rankings.

Já a longo prazo, podemos dizer que os links são os principais responsáveis pelo aumento de autoridade do domínio, também chamado de DR (Domain Rating). Esse, por sua vez, é um dos principais parâmetros de avaliação do Google quando o assunto é ranquear resultados.

Então, quanto mais autoridade um site tem, maiores são as chances dele chegar ou estar o mais próximo da primeira posição nos motores de busca.

Quais são as técnicas de link building?

Agora que já vimos sobre o que é link building e qual é sua importância, está na hora de verificar quais são suas principais técnicas. Acompanhe!

Guest posting e co-marketing

O guest posting é a elaboração de conteúdos como autor convidado de um blog. Aqui, você pode criar um artigo que seja relevante para a persona do parceiro e, em troca, ele te autoriza colocar um ou mais links para as suas páginas.

Dessa forma, o parceiro transmite parte da autoridade para você, e o seu portal atrai mais visitantes.

Já o co-marketing é o casamento entre duas empresas para criar materiais ricos em parceria, como: 

  • e-books;
  • webinars;
  • infográficos.

O intuito é que ambos parceiros divulguem o produto elaborado e os links para suas páginas.

Data-driven PR

Relações Públicas ou PR (Public Relations) entram em cena nesse tópico para gerar pesquisas, estudos e dados voltados ao interesse geral do mercado e, principalmente, da imprensa, de modo a transformá-los em pautas relevantes.

E-book SEO onpage

A técnica de Data-driven PR é uma forma de trabalhar a autoridade de um site a partir de uma assessoria de imprensa orientada por dados.

Como funciona na prática? O Data-driven PR faz a união entre as equipes de assessoria de imprensa e Business Intelligence para desenvolver dados inéditos.

Ativos linkáveis

O que são ativos linkáveis? São materiais ricos ou especiais, criados com o objetivo de se tornarem citações e receberem links de forma orgânica.

Por exemplo, um dos ativos linkáveis mais populares pela web é o conteúdo épico, que nada mais é do que um guia definitivo sobre determinado assunto.

Graças ao grande número de dados que esses conteúdos expõem, são sempre citados em outros materiais. Ou seja, qualquer tipo de conteúdo criado com o objetivo de servir de fonte para outros materiais é um ativo linkável.

Alguns outros exemplos são:

  • notícias;
  • infográficos;
  • estudos e pesquisas;
  • páginas e/ou seções de conteúdo especial dentro de um site.

Prospecção de backlinks

O primeiro passo dessa prospecção é definir um conteúdo que irá puxar sua campanha e analisar como ele pode ser útil para as pessoas. Pense nas dores e expectativas da persona. 

O ideal é elaborar uma lista de problemas que seu material pode solucionar. E é a partir dessa lista que você vai encontrar palavras-chave que te encaminharão para artigos que tratam sobre a solução desses desafios e que, possivelmente, possam adicionar um link para o seu conteúdo.

Topic clusters

A estratégia de Topic Clusters funciona como uma hierarquização de páginas de um site ou blog, através de links internos.

Como funciona na prática? Você faz um post com base em uma palavra-chave que é fundamental para a sua empresa. Esse será o conteúdo pilar da estratégia.

Aqui na Hubify, por exemplo, podemos dizer que um post sobre automação de marketing é um conteúdo pilar.

Após isso, outros conteúdos com palavras-chave mais específicas direcionam links para esse artigo principal. Vale lembrar que esse link deve ser o primeiro do texto. 

Dessa maneira, esses posts satélites fortalecem a autoridade do conteúdo pilar, que é o que ocupa o topo da hierarquia do site.

Rejeitar backlinks duvidosos

Lembre-se: assim como nem tudo são flores, nem todos os backlinks que você recebe são bons. Algumas vezes, os sites podem receber links de spam ou de páginas duvidosas, que podem pesar contra na balança da classificação de rankings.

Por esse motivo, é fundamental para a estratégia de link building rejeitar os backlinks duvidosos e/ou indesejados.

Você pode fazer isso pela ferramenta Google Search Console, que tem um recurso próprio para rejeitar backlinks. Para isso, basta informar quais páginas ou domínios devem ser rejeitados.

Redirecionar links quebrados

É verdade, é natural que links deixem de compor um site, afinal, conteúdos são atualizados ou excluídos, e sites mudam sua estrutura de URL, acarretando vários links quebrados.

Para que o usuário não encontre os famosos “Erro 404”, é necessário fazer o redirecionamento dos links quebrados para as URLs corretas. Isso é, o Redirect 301, que consiste em uma alteração no código da página para que o usuário seja redirecionado para a página certa.

Como o Google avalia os links?

De acordo com o Google, a rede de backlinks de um site pode ser avaliada de duas maneiras: quantitativa ou qualitativamente.

A primeira forma está relacionada à quantidade de links que um site tem. Ou seja, quanto maior for a variedade de domínios que referenciam o seu site ou página, melhor.

Já a segunda maneira diz respeito à qualidade dos links, e é aqui que os critérios se diferem um pouco.

Podemos dizer que há três critérios principais para avaliar a qualidade de um link:

  • o contexto em que o link aparece;
  • o texto que aparece no link;
  • se o link é dofollow ou nofollow.

Além de vir de um site de grande autoridade, é recomendado que esse link esteja bem contextualizado dentro do conteúdo onde ele se encontra, tenha um bom texto âncora e seja dofollow. Então, se um backlink cumprir bem todos estes pré-requisitos, podemos dizer que temos um link de qualidade.E aí, precisa de ajuda com a estratégia de SEO da sua empresa? Então, veja como a Hubify pode te auxiliar!

Ouça nosso Podcast!

Posts Relacionados