Mercado mobile: panorama e importância de apostar nessa tecnologia!

Fabio Duran

Fabio Duran

Cofundador e CEO da Hubify. GDista, apaixonado por economia comportamental e vendas. Advogado formado pelo Mackenzie e pós-graduado em Administração de Empresas e Gestão de Projetos pela Universidade da Califórnia.

11 minutos de leitura

O mercado mobile veio para ficar! Com ele, grandes empresas já têm colhido frutos, aumentando o faturamento e interagindo melhor com os consumidores. Outras ainda relutam em investir para atingir esse público, imaginando ser apenas uma febre que logo passará.

Quanto mais tempo as instituições demoram, mais clientes procuram a concorrência. Isso pode ser um caminho sem volta, por isso a sua empresa deve estar por dentro das novidades do mercado para dispositivos móveis. Se a qualidade de interação e navegação dos consumidores for grande, maior serão as chances de você aumentar as vendas.

Quer estar nas primeiras posições do Google? Então, veja como planejar seus investimentos para sair à frente da concorrência e buscar mais clientes, fazendo as melhores escolhas. Boa leitura!

Como está o mercado mobile atualmente?

É difícil encontrar pessoas que tenham smartphones apenas para realizar chamadas. Isso se deve a uma grande quantidade de inovações que os aparelhos trouxeram aos consumidores, fazendo com que as possibilidades sejam quase infinitas.

Para aproveitar o momento, as empresas adotaram novas estratégias para atrair esses consumidores. Agora, é necessário adaptar e criar conteúdos para os dispositivos móveis, bem como proporcionar um atendimento que atenda às necessidades dos seus usuários.

Antes, comunicar com a empresa exigia processos lentos, como ligações e cartas. Com o mercado mobile, a busca por informações e contato é feita de forma rápida e até instantânea, o que tornou necessária uma adaptação na linguagem, com estilo mais rápido e objetiva.

Mudanças de estratégias de marketing

Nos últimos anos, a mídia tradicional passou por várias baixas e para se manterem firmes no mercado, as empresas do setor tiveram que demitir funcionários e adaptar o seu funcionamento para as novidades digitais. Os jornais impressos, por exemplo, diminuíram a quantidade de suplementos para lidar com a queda na publicidade.

O motivo disso são as mudanças no jeito como as informações são transmitidas. Não é necessário esperar pelo jornal do próximo dia ou programa de notícias para saber quais são as últimas informações. O uso de aplicativos de notícias, por exemplo, aumentou em 68%, segundo levantamento da RankMyAPP.

Isso se confirma pelo crescimento da publicidade digital, e quando o assunto é mobile, as previsões indicam que o setor vai obter cerca de US $6,3 trilhões de dólares em todo o mundo durante o ano de 2021.

Quais são os principais desafios do mobile?

Os principais desafios do mobile estão em definir algumas informações essenciais. Veja agora quais são elas!

Site mobile ou aplicativo

É comum que os empresários fiquem em dúvida se é mais viável investir em um site mobile ou em aplicativos para dispositivos móveis. Se, por um lado, os sites conseguem atrair mais visitantes, por outro, os aplicativos têm maior capacidade de retenção em longo prazo. Outro desafio contra os apps é a necessidade de contar com espaço disponível e rede de internet para baixá-los.

Vale destacar, porém, que o ponto a ser considerado é estratégico. É possível aliar as duas possibilidades e atingir um mesmo usuário durante a jornada do consumidor. Em um primeiro momento, é capaz dele acessar o site mobile, entretanto, se tiver um bom relacionamento com a marca, ele usará mais o aplicativo e estará atento às promoções disponíveis.

Escolhas de publicidade mobile

Para escolher quais são os melhores tipos de publicidade mobile para a empresa, deve-se considerar, sobretudo, os objetivos da marca. Ou seja, não existe uma mídia que seja a melhor escolha absoluta, mas vale a pena considerar o formato em vídeo

O YouTube dispara como uma das redes mais acessadas no Brasil. O vídeo engaja muito os usuários e, no futuro, a projeção é que eles consumam ainda mais.

O e-mail marketing também merece atenção. Embora muitas pessoas acreditem que o formato morreu, os usuários de smartphone, em especial, estão sempre conectados com as mensagens recebidas. Por isso, é uma alternativa para se comunicar diretamente com os clientes. Deve-se evitar, porém, que as mensagens sejam encaminhadas para a caixa de spam!

Facebook ou Google Ads

Outro desafio é entender em quais plataformas investir. Existem várias redes de links patrocinados como o Facebook Ads e Google Ads. Enquanto a primeira atua nas redes sociais, o Google lida de forma mais abrangente, nas pesquisas e nos sites parceiros.

Como a maior parte das discussões, a decisão depende principalmente dos objetivos de cada empresa. Não só é possível, como, muitas vezes, os dois sistemas são utilizados conjuntamente. Várias instituições utilizam, por exemplo, o Google Ads para atrair contatos que precisam da solução oferecida pela empresa (e, por isso, fizeram buscas) e o Facebook Ads para continuar o relacionamento iniciado. As definições dependerão também do perfil dos clientes.

Quais são as oportunidades do mercado mobile?

Para enfrentar os desafios e implementar as tendências do mercado mobile, é essencial saber o que ele já exige de você. Confira!

Conhecimento de quem é o consumidor

Diversos problemas empresariais nascem da falta de compreensão da empresa sobre quem é, de fato, o consumidor dos seus produtos e serviços. Os empreendedores, normalmente, acreditam que conhecem a fundo seus clientes ideais, dispensando as pesquisas profissionais. Entretanto, na prática, os usuários usam as redes sociais e outros canais de comunicação da empresa para informar quais demandas não estão sendo preenchidas.

Por isso, investir para conhecer detalhadamente a vida do consumidor é tão importante. É a partir desses dados que a empresa poderá planejar cada ação que será realizada. O consumidor deve ocupar destaque desde a cultura de contratações do RH até a criação de novos serviços e produtos.

Funcionamento dos motores de busca

Um dos principais objetivos dos motores de busca é levar aos usuários para as melhores páginas, de acordo com a pesquisa efetuada. Para tanto, empresas como a Google modificam o algoritmo de busca (código capaz de entender e ranquear as páginas), o que permite classificar melhor as páginas.

As modificações podem fazer com que sites que recebiam muitas visitas dos motores de busca comecem a perder tráfego. Por isso, as empresas estão apostando em profissionais que saibam como as mudanças impactam as páginas, e o que fazer para ter os melhores resultados no mercado mobile.

Dessa forma, o impacto das mudanças nos algoritmos é menor, já que os sites já estarão preparados para proporcionar um conteúdo mobile de qualidade para os visitantes.

Aplicativos úteis

Embora muitas empresas procurem criar aplicativos, é comum que eles fiquem parados nas lojas oficiais. Como o espaço dos dispositivos é limitado, os usuários escolhem aplicativos que tenham utilidade para o dia a dia. 

E isso não é, necessariamente, um problema. Pelo contrário, é uma oportunidade de mercado para empresas que desejam um relacionamento próximo com seus consumidores. É possível criar apps que consigam entender as reais demandas dos consumidores para fidelizá-los. Mais do que isso, realizar promoções e dar descontos exclusivos para os consumidores é uma forma de manter o aplicativo instalado e em uso no dispositivo dos usuários.

Geomarketing

Uma das informações que podem ser usadas pelas empresas é a localização dos usuários. Quando as pessoas deixam a localização ativada, é possível usar, com boa precisão, os dados para oferecer serviços e produtos de acordo com o local em que a pessoa está.

No caso dos aplicativos, por exemplo, a empresa pode convidar o usuário — a partir de notificações push (que aparecem no smartphone) — para aproveitar a proximidade dele com a loja e participar de promoções ou descontos.

Outra possibilidade é anunciar na pesquisa do Google e mostrar que os produtos e serviços que o consumidor deseja estão mais próximos do que ele imagina. Para ajudar, as ferramentas permitem que até mesmo um mapa seja exibido, fazendo com que o consumidor encontre facilmente a loja.

Atendimento pelas redes sociais

Atender seus consumidores pelas redes sociais é uma oportunidade de mercado que pode ser explorada. Os consumidores esperam ser atendidos onde estão, sem a necessidade de sair dos aplicativos que mais usam. Entretanto, para conseguir proporcionar uma experiência agradável aos usuários, é necessário:

  • atender com rapidez (caso demore, os consumidores procurarão outras formas de suporte e não se sentirão satisfeitos);
  • resolver as demandas ao máximo (responder aos consumidores que eles devem entrar em contato por telefone, por exemplo, não trará uma experiência de atendimento agradável);
  • ter uma equipe qualificada (os atendentes devem saber o funcionamento dos produtos e serviços para informar os consumidores com exatidão);
  • ter uma linguagem adequada (ao conhecer seu público, deve-se descobrir como ele gosta de ser tratado, incluindo o tom da conversa, que pode ser descontraída ou profissional).

Quais são as tendências?

Existem várias tendências que devem ser utilizadas na sua estratégia de atuação para os dispositivos móveis. Confira agora!

Inteligência Artificial

A inteligência artificial é uma das grandes oportunidades para o mercado mobile. Com ela, é possível fazer com que as práticas empresariais sejam otimizadas. O atendimento pode ser automatizado, a partir de chatbots, para as dúvidas comuns e simples de serem respondidas. Quando as necessidades são mais complexas, os clientes são encaminhados para os operadores. Com isso, o tempo de resposta é reduzido e os consumidores ficam mais satisfeitos com o atendimento recebido.

Além do atendimento, a inteligência artificial pode ser usada para sugerir produtos, de acordo com os interesses dos usuários, e prever necessidades. É possível, por exemplo, que um pet shop envie pacotes de ração automaticamente para o consumidor, quando prever que o pacote anterior está acabando.

Inclusive, a empresa também consegue sugerir um conteúdo, entendendo quais são as preferências de leitura do usuário. O melhor é o sistema ser capaz de aprender com o tempo, aumentando a eficácia e as possibilidades de ação no futuro.

Omnichannel

Além de receber atendimento nas principais redes e dispositivos, os consumidores esperam que os sistemas de atendimento sejam interligados. Chamado de omnichannel, significa a integração das plataformas de atuação da empresa. Ou seja, um chamado iniciado pela internet pode ser continuado presencialmente ou por telefone.

E-book ferramentas para site

As lojas físicas que também vendem online podem fazer com que o sistema seja um só. Nesse caso, um cliente que tenha comprado pela internet e deseje trocar o produto presencialmente conseguirá fazer isso. O contrário também é possível. Caso o consumidor que comprou na loja física deseje um modelo disponível apenas no e-commerce, a empresa poderá permitir a troca a partir de um voucher, por exemplo.

O importante é mostrar para o consumidor que, embora esteja em vários canais, a marca é uma só e atua de forma conjunta para garantir a satisfação dele. Dessa forma, os clientes se sentirão ainda mais incentivados a fazer compras pelos dispositivos móveis, uma vez que poderão resolver problemas que podem acontecer das mais variadas formas.

Big Data

A quantidade de informações que os usuários emitem todos os dias é uma forma de entender quais são as tendências de consumo no presente e futuro. Ou seja, a tomada de decisões fica mais profissional e é realizada a partir de dados mais objetivos. Assim, será fácil implementar um marketing digital de performance.

É possível entender como os usuários agem na internet e em seus dispositivos móveis, para preparar serviços ainda mais próximos do que os clientes desejam.

Por que é importante um site com versão mobile?

Contar com um site mobile aumenta as chances de que a empresa faça mais vendas e interaja com seus consumidores. Descubra agora os motivos!

Aumenta as chances de estar bem ranqueado nos mecanismos de busca

Um dos fatores para aparecer nas primeiras posições dos mecanismos de busca é ter um site com versão mobile. O Google, por exemplo, deseja proporcionar uma boa experiência de pesquisa para os visitantes. Caso os sites de destino não sejam agradáveis, o usuário precisará acessar vários sites para encontrar as informações que procura, o que não é interessante para as empresas de busca.

Melhora a experiência de uso dos consumidores

Quando as telas do site são adaptadas (ou criadas) para os dispositivos móveis, os consumidores têm uma relação mais próxima com a empresa, já que eles podem encontrar as informações mais rapidamente. Como consequência, os usuários saberão exatamente o que devem fazer para concluir a compra de determinado produto, ou enviar um pedido de orçamento/atendimento.

Como o mobile melhora a performance de um site?

O mobile também melhora a performance dos sites. As páginas podem ser carregadas mais rapidamente, já que não tem necessidade de carregar recursos que só seriam utilizados na versão desktop. Dessa forma, mesmo internautas que usam a internet mais lenta (acesso a partir de redes 3G, por exemplo) podem usufruir do site. Caso seja aliado à tecnologia AMP (para melhorar o carregamento das páginas), o resultado será ainda melhor.

Isso é feito a partir de:

  • utilização de serviços de cache para armazenar as informações que não são atualizadas frequentemente;
  • uso de AMP (páginas aceleradas para dispositivos móveis);
  • otimização de imagens (deixar os arquivos com o tamanho correto, o que diminui a quantidade de tempo que uma imagem demora para ser carregada);
  • otimização de arquivos externos (para evitar travamentos e um grande número de requisições enviadas ao servidor).

Como trabalhar o SEO para mobile?

Você deve conhecer algumas técnicas de SEO (otimização de páginas para mecanismos de busca) para aumentar as visitas do seu site, não é mesmo? Saiba que é possível trabalhar com ações para que a versão mobile também seja bem-vista pelos buscadores.

Para melhorar a posição das páginas na pesquisa do Google e a satisfação dos consumidores, veja o que você deve fazer.

Tenha páginas responsivas

Além de aumentar a velocidade das páginas, é importante contar com páginas responsivas. Elas se adaptam a qualquer tipo de dispositivo acessado, seja tablet, smartphone, computador e notebook. Todos esses aparelhos poderão acessar o site e receber uma experiência agradável.

As páginas não responsivas fazem com que os usuários tenham que usar o efeito pinça (utilizando dois dedos) dos smartphones para encontrar informações. Como você já viu, os mecanismos de busca evitam enviar visitantes para páginas assim.

Escolha uma tipografia adequada

Desde o desenvolvimento das páginas, deve-se considerar qual é a tipografia adequada para cada versão do site. Isso acontece devido à distância do usuário até a tela. Enquanto nos desktops, a tela fica longe dos usuários, nos dispositivos móveis, a tendência é que ela fique mais próxima do rosto.

Por isso, páginas tradicionais com 16px podem ter versão mobile com 12px. Obviamente, isso não deve ser visto como uma regra, mas como um exemplo. Deve-se realizar testes para definir qual tamanho proporcionará uma leitura mais agradável ao consumidor.

Use os espaços negativos

É comum, para muitos sites, explorar todo espaço em branco, entretanto, essa prática deve ser evitada. Ter espaços sem usos (também chamados de negativos) é importante para proporcionar uma leitura mais fluida e simples aos usuários.

Em telas poluídas, que já são pequenas, o internauta terá dificuldade para encontrar a informação que precisa e, consequentemente, diminuirá a chance de comprar um produto ou adquirir um serviço da empresa.

Atente para o tamanho dos botões

Como a tela é reduzida, os botões devem ter tamanho suficiente para que os consumidores possam apertar. Além disso, lembre-se de que o tamanho dos dedos varia. Por isso, mesmo pessoas que tenham dedos maiores devem ser capazes de apertar o botão desejado.

Use AMP

O AMP é uma iniciativa de código aberto para melhorar a rede de conteúdo para toda a internet. Ela é uma biblioteca que permite com que as páginas sejam criadas com um design relevante e permitam que as páginas sejam abertas praticamente instantaneamente. A tecnologia é compatível com vários navegadores e plataformas de criação de conteúdo diferentes. 

Ele cria códigos que contam com uma ordem de carregamento. Isso significa que os elementos principais (como textos e imagens) serão carregados antes dos demais elementos, aumentando a velocidade. O AMP permite que o SEO tenha melhores resultados, já que faz com que o conteúdo fique mais visível nas buscas.

Funcionamento

  • HTML: É parecido com o HTML tradicional, mas conta com algumas restrições para que o desempenho das páginas seja adequado e confiável;
  • JavaScript: Trabalha para que a renderização das páginas seja a mais rápida possível;
  • Cache: O Cache AMP do Google é utilizado para que as páginas em AMP sejam armazenadas e disponibilizadas.

Pense em conceitos como Mobile First e Mobile Index

Mobile First

É um conceito utilizado na construção de páginas em que o foco começa nos dispositivos móveis para depois pensar nos desktops. A técnica tem ganhado popularidade entre as equipes de marketing e TI.

A arquitetura da página deve fazer com que o usuário tenha uma boa experiência de uso e consiga fazer as tarefas que deseja. Quando o mobile é o primeiro local a ser planejado, a estrutura acaba sendo mais sucinta, fazendo uso racional dos espaços disponíveis na tela para que os usuários se sintam incentivados a executarem as tarefas.

Por outro lado, quando o desktop é o centro das atenções, o desejo é inserir o máximo de informações possíveis na tela, o que pode prejudicar a experiência de navegação dos usuários, fazendo que eles percam a vontade de continuar a visita.

Mobile Index

Um outro problema da arquitetura pensada, inicialmente, para desktop estava na indexação das páginas em buscadores como o Google. Quem fazia buscas a partir dos dispositivos móveis encontrava alguns problemas, já que os robôs não identificavam possíveis diferenças de conteúdos nas versões do site.

Para evitar isso, o ranqueamento será, exclusivamente, baseado na versão mobile. Ou seja, ele deixou de ser apenas um fator para a classificação, e passou a ser um dos principais elementos do ranqueamento. Essa mudança está sendo feita de forma gradual, para que o impacto para os usuários seja o menor possível. Além disso, os administradores terão mais tempo para fazer as devidas mudanças.

Com isso, os efeitos esperados são:

  • duas versões diferentes dos resultados de busca: uma para mobile e outra para desktop;
  • resultados de busca diferentes para pessoas diferentes: os usuários recebem uma das versões, de forma aleatória.

A expectativa é que toda indexação, no futuro, seja feita apenas pela versão mobile dos sites.

Verifique a estrutura da página

Outra necessidade é ter uma estrutura simples para as páginas. Qualquer informação deve ser obtida com poucos cliques. Assim, o usuário não perderá tempo procurando o conteúdo. Veja também se os internautas podem acessar cada parte do menu sem dificuldades.

O mercado mobile apresenta várias oportunidades para as empresas que desejam enfrentar desafios para aumentar o faturamento e, principalmente, deixar os consumidores satisfeitos. O primeiro passo para tanto é realizar um planejamento completo, contendo os objetivos e as necessidades empresariais e dos consumidores.

Depois disso, deve-se mapear as oportunidades e escolher, com base no estudo, quais são as melhores opções para a empresa. Também é importante acompanhar os resultados para que as ações sejam ainda mais interessantes aos usuários e tragam bons resultados.

Assim, é fundamental contar com uma equipe de profissionais especializados. Eles saberão ajudar a empresa em todos os passos para conseguir aproveitar as oportunidades do mercado mobile e traçar uma estratégia de marketing digital.

Entre em contato conosco agora mesmo e veja como podemos ajudar sua empresa a conseguir os melhores resultados!

Posts Relacionados