O Que É Twitter Ads?

Marcio Alves

5 minutos de leitura

Olá, tudo bem? Sou o Marcio Alves, analista de marketing da Hubify, e escrevi esse artigo para você entender e aprender mais sobre mídia paga (minha especialidade). Se você chegou nesse artigo é por que, com certeza, já conhece o Twitter e está interessado em aprender sobre a ferramenta de anúncios dessa rede social. Hoje iremos desvendar a fundo o Twitter Ads, suas vantagens, desvantagens e aplicações para todos os tipos de empresa.

Bora lá?

Antes, separei alguns artigos que podem complementar esse texto e aprofundar seus conhecimentos:

1 – Facebook Ads x Google Ads: Quem Ganha Esse Duelo?

2 – Tendências de Facebook Ads e Google Ads

3 – Quando Fazer Teste A/B na Minha Campanha

Por que investir no Twitter Ads?

Não é de hoje que o Twitter encanta os jovens de todo o mundo, e no último ano isso ficou ainda mais latente, devido aos problemas de vazamento de dados do Facebook e a debanda de milhares de usuários do Facebook para o Twitter.

Fora esse fato recente, o Twitter é e sempre foi uma rede consistente, com mais de 300 milhões de usuários ao redor do mundo, sendo 41 milhões somente no Brasil (fazendo de nós o segundo maior mercado dentro do Twitter).

Fora que é a queridinha dos artistas, políticos, times de futebol, canais de televisão e até o Papa (figura muito influente na rede social). Não à toa que vários memes que viralizam em toda a internet surjam com frequência no Twitter.

O Twitter é muito popular na faixa etária entre 18 e 30 anos, sendo que ela possui uma penetração muito forte com os jovens ligados às tendências de tecnologia, política, cultura pop, redes sociais, dentre outros temas latentes.

Por isso a principal resposta para a pergunta “por que investir em Twitter Ads?” é a seguinte: a penetração com o público jovem é muito grande e, provavelmente, seus principais concorrentes ainda não investem nessa rede.

Vantagens e Desvantagens de investir em Twitter Ads

Além do público jovem e bem seleto, o Twitter apresenta várias vantagens para os anunciantes, e vamos listar algumas delas abaixo:

  • Usuários brasileiros são super engajados e somos um dos maiores mercados na rede social;
  • Leilões cobrados por performance, ou seja, paga-se apenas pelo resultado (seja clique, lead, download, etc);
  • Segundo dados do Twitter a faixa etária heavy user da rede é a mais ativa economicamente;
  • Twitter Analytics (ferramenta própria para avaliar seu perfil, suas campanhas e o comportamento do usuário dentro do seu site.

Mas nem só de coisas boas vive o Twitter Ads. Existem duas desvantagens bem latentes na rede:

  • Alcance menor do que outras redes (pois existem menos usuários);
  • Formato limitado de anúncio (pois existe limitação de caracteres em alguns formatos).

Formatos Twitter Ads

Agora que você já sabe do poder e das vantagens do Twitter, que tal aprender os formatos de anúncio que existem nessa rede social?

Formatos do Twitter Ads

No Twitter Ads é possível rodar anúncios em todas as plataformas, sendo que o ideal é testar a penetração das 3 em conjunto.

1 – Engajamento

Se você busca penetração com o público, montar base de seguidores ou exposição de marca esse formato é o ideal para sua campanha. Ele busca engajamento com seu conteúdo através de curtidas, retweets, respostas, etc.

2 – Tweets Patrocinados

Se você busca campanhas de tráfego esse é o formato mais comum e poderoso do Twitter Ads. Aqui é possível patrocinar seus tweets contendo links, fotos, vídeos, etc. Sendo que ele é ideal para campanhas de tráfego pois ajuda bastante na entrega dos anúncios (por que aparece em destaque no feed dos usuários).

3 – Seguidores

Aqui vale a máxima do primeiro formato, pois busca penetração e formação de base de seguidores. Contudo a interação é diferente (e o formato de anúncio idem). Seu perfil aparece em destaque em áreas nobres da rede, com botão de seguir, para que seu perfil seja recheado de seguidores dentro do seu público-alvo.

4 – Downloads

Se o seu negócio é baseado em aplicativos móveis esse formato é ideal para sua campanha. Primeiro por que você só paga quando o download realmente acontece. Além disso, ele é específico para esse tipo de interação, apresentando formatos específicos e entrega para público que interage com frequência com esse tipo de anúncio.

5 – Leads

Esse formato é ideal para B2B, pois ajuda na entrega de leads para empresas e você só paga pela conversão. Mas tome muito cuidado, pois vários cases de sucesso citam o preço alto pago por lead. Aqui vale um estudo de público-alvo bem aprofundado.

Aliás, confira aqui o que é lead scoring e veja como aumentar suas vendas depois de captar muitos leads.

Assuntos proibidos no Twitter Ads

Assim como toda rede social e plataforma de anúncio, o Twitter Ads também possui sua política de anúncio, que recomendamos que seja estudada antes de você investir na rede social.

Dentre os pontos que podem reprovar seu anúncio, citamos os principais:

  • produtos ou serviços fora da lei do país segmentado;
  • produtos ou serviços enganosos ou perigosos;
  • ofertas enganosas ou impossíveis de serem cumpridas;
  • pedir informações de acesso como login e senha;
  • sorteios fora da lei do país vigente;
  • spam.

Segmentação no Twitter Ads

Agora você já sabe as vantagens e desvantagens, como funciona o leilão e os principais formatos. Agora iremos apresentar para você as principais formas de segmentação no Twitter Ads.

1 – Listas

É possível subir anúncios para bases já formadas como seguidores ou uma lista de cadastro prévio.

2 – Palavras-chave

Podemos usar palavras-chave para atingir usuários por contexto. Por exemplo: você quer fazer anúncios para promover o show da banda Arctic Monkeys (preferida do redator que vos escreve), basta segmentar palavras como “arctic monkeys” ou “alex turner”. Assim, você entrega os ads para quem publicou ou interagiu com publicações que contenham essas palavras.

3 – Localização, gênero e idade

Essas são as mais tradicionais. Você consegue limitar a entrega do seu ads para regiões específicas, para homens ou mulheres, além de idades pontuais.

4 – Temas

Outra forma de segmentar é usar os temas fornecidos pelo próprio Twitter (semelhante aos interesses do Facebook Ads ou tópicos do Google Ads).

5 – Remarketing

Se você instalou corretamente a tag do Twitter Ads no seu site, você consegue anunciar apenas para quem acessou seu conteúdo ou ainda realizou alguma ação. Bem interessante, né?

Conclusão

De maneira geral, o Twitter Ads não difere muito de outras formas de anunciar em marketing digital. Mas aqui vale a máxima, o ideal é formar a base e se firmar como players para o público na rede social, para só depois tentar ofertar algo.

Nós da Hubify já estamos elaborando vários testes e, em breve, alguns clientes vão começar a anunciar no Twitter conosco. E você?

Se curtiu e quiser saber mais sobre o tema, se inscreva em nossa newsletter.

Posts Relacionados