Tráfego orgânico: entenda o que é e como conquistá-lo

Oscar Sigaki

Oscar Sigaki

Engenheiro formado pela FEI, com MBA em Gestão de Negócios pela FGV e Professor de Pós-Graduação no curso de Marketing Digital na UMC. Já foi responsável pelo marketing de performance em projetos como Vivo, Smiles, Kroton, entre outros. Hoje é sócio e COO da Hubify.

10 minutos de leitura

Em uma realidade com inúmeros blogs e sites abordando assuntos semelhantes, como conquistar mais clientes sem a necessidade de anúncios pagos? A resposta está exatamente no tráfego orgânico. 

No entanto, para obter sucesso no marketing digital, são necessárias várias técnicas e muita dedicação.

Afinal, diante de uma acirrada concorrência em um mundo de informações, nada melhor do que colocar em prática ferramentas que auxiliam na geração de leads, ou seja, novas visitas em suas páginas e melhores resultados nos negócios

Portanto, para você entender tudo sobre o assunto, elaboramos este artigo com dicas imperdíveis. Confira!

Descubra o que é o tráfego orgânico

Por definição, tráfego é todo o volume de acessos que um canal online recebe. Seja por meios pagos ou de forma espontânea. Ele é constituído por pessoas que chegam até o seu site, redes sociais ou até mesmo aplicativo, após demonstrar interesse nas soluções que a sua empresa oferece. 

O tráfego orgânico é a conquista de novos usuários sem a necessidade de custos diretos, por uma estratégia de Inbound Marketing

Dessa forma, pode ser que uma publicação em uma rede social leve ao seu site ou post abordando um assunto de interesse do seu público-alvo, por exemplo. Assim, você literalmente atrai seu público até você.

Além disso, ele também acontece por meio das buscas em sites como o Google. Ou seja, se determinada palavra estiver em conteúdos da sua empresa, ao ser digitada no buscador, o internauta poderá ser direcionado aos seus produtos ou serviços.

Por isso, o tráfego orgânico necessita das técnicas do marketing de conteúdo para ser efetivado e gerar bons resultados para os negócios. Então, ao produzir conteúdos otimizados, as pessoas vão encontrar a sua empresa com mais facilidade. Mas, para chegar ao patamar ideal de otimização, são necessárias algumas técnicas, como mostraremos mais à frente.

Fontes de tráfego

tráfego orgânico 2

Se você já está familiarizado com ferramentas de monitoramento e análise, como o Google Analytics, deve ter percebido que existem fontes diferentes responsáveis por levar tráfego para um site. 

Cada uma delas mostra como os visitantes têm chegado até a sua página, e além do tráfego orgânico existem outros 4 tipos. Acompanhe!

Tráfego pago

É caracterizado como toda a audiência que chega até a sua empresa após clicar em campanhas que receberam investimento em ferramentas como Google Ads. Em outras palavras, é você quem vai atrás do seu público, e com grande poder de segmentação. 

Ainda, os resultados tendem a aparecer de forma rápida, mas atenção — as campanhas só duram enquanto houver investimento nelas.

Tráfego social

Esse tipo de audiência constitui todas as pessoas que chegam ao seu site através de links compartilhados em publicações em páginas ou perfis em redes sociais. Portanto, se a sua empresa precisa de visibilidade, ela precisa estar presente nas redes onde o público desejado está, e por que não compartilhar links relevantes nesses canais? 

Assim, além do alto poder de engajar a sua audiência, você tem em mãos uma ferramenta excelente para aumentar o tráfego.

Tráfego de referência

Quando sua audiência é direcionada para uma página através de um link que clicou em um site diferente do seu, ou até mesmo em páginas do seu site, essa visita é categorizada como tráfego de referência. 

Esse tipo de tráfego é comumente gerado por meio da conquista de backlinks em outros domínios e com uma estratégia chamada guest post que você vai conferir logo mais.

Tráfego direto

Toda e qualquer visita a qual a origem se deu na barra do navegador. Ou seja, quando alguém já conhece sua marca ou domínio e digita o endereço direto na barra de pesquisa, é caracterizado o tráfego direto. Por não ter intervenção direta de anúncios, é considerado como acesso orgânico.

A importância da audiência no tráfego orgânico

Agora que você já conhece a definição de tráfego orgânico e os diferentes canais de aquisição, deve estar se perguntando: por que o tráfego orgânico é tão importante? 

Basicamente, porque o relacionamento com as marcas mudou. Os consumidores atuais desejam mais do que apenas um produto ou serviço. A experiência e o apelo humano são muito valorizados.

Quando sua marca gera conteúdo relevante e conquista tráfego orgânico, ela se posiciona como uma autoridade no assunto, o que faz com que os buscadores entendam que sua empresa pode ter a solução ideal para a dúvida pesquisada.

Dessa forma, quanto mais tráfego orgânico suas páginas atraírem, mais visibilidade sua marca recebe e melhores são os resultados.

Como gerar tráfego orgânico para o site?

Agora que você já sabe o que é essa forma de receber visitas em suas páginas, chegou a hora de descobrir como atrair sua audiência com menos esforços financeiros. Confira!

Conheça a sua persona

Todo negócio tem um cliente específico, com determinados comportamentos tanto de compras quanto de vida social, pessoal e profissional. Então, ao planejar os conteúdos do seu site ou blog, é preciso saber para quem você vai escrever.

É aí que entra a elaboração da persona. Trata-se de um personagem semi-fictício criado com dados reais coletados por meio de um banco de dados do seu próprio negócio.

Assim, você saberá quem é o cliente que mais procura o seu produto ou serviço, abordando temas que lhe despertem o interesse e atraindo-o para o conteúdo de maneira natural.

Portanto, a elaboração da persona é fundamental para conquistar tráfego orgânico, tendo em vista que é preciso captar a atenção das pessoas. Dessa maneira, você saberá o tipo de linguagem a ser utilizada tão quanto os assuntos a serem abordados nos posts e campanhas.

Invista no SEO

O SEO significa Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca. Em outras palavras, trata-se da aplicação das palavras-chave que mais são procuradas nos motores de busca por meio de análises de softwares específicos.

Portanto, antes de escrever qualquer texto, a dica é fazer uma pesquisa em softwares, como o Semrush, sobre a relevância das palavras-chave que irão nortear as suas páginas. Com isso, certamente os conteúdos ficarão bem ranqueados.

Existem alguns aspectos importantes para escolher as palavras-chave mais relevantes para serem trabalhadas. São eles:

  • necessidades da persona: se os materiais produzidos devem estar alinhados com a persona, a escolha da palavra-chave não poderia ser diferente. Afinal, para que seu conteúdo seja visto como valioso, ele deve responder às dores e objetivos do cliente ideal;
  • objetivo da estratégia: as palavras escolhidas conduzem os potenciais clientes na jornada do consumidor ao longo do funil de vendas. Dessa forma, elas devem ser escolhidas cautelosamente para não “furar etapas” ou não soarem superficiais demais, o que pode até mesmo afastar a audiência;
  • concorrência: sejam concorrentes diretos ou não, analisar o que diferentes empresas do mesmo mercado de atuação que o seu estão falando (e deixando de falar) é fundamental para identificar oportunidades, forças e fraquezas no meio.

Mas o SEO On Page, como são conhecidas as técnicas para otimizar conteúdos, não se resume apenas às palavras-chave. Além de trabalhar as palavras-chave, é preciso contar com conteúdos que respondam da melhor maneira, as dúvidas das personas.

Tudo isso somado a recursos como escaneabilidade, imagens, players de áudio e vídeo, negritar partes do conteúdo que merecem atenção, e inserir hiperlinks para complementar a leitura.

Após criar a persona e encontrar as palavras-chave ideais para cada projeto, o próximo passo é investir em conteúdos de qualidade, como veremos a seguir.

Crie tutoriais

Os tutoriais com passo a passo sobre determinada ação geram ótimas audiências e atraem o público interessado no assunto.

Segundo o relatório “O Estado do Marketing de Conteúdo 2020”, da SEMrush, conteúdos em formato de listas ou que contenham listas dentro da publicação tem até quatro vezes mais tráfego e duas vezes mais compartilhamentos do que aqueles que não apostam nesse recurso.

Ainda, estruturando o conteúdo com os chamados intertítulos (H2, H3…) sua publicação tem 36% mais chance de alcançar um bom desempenho em tráfego, conquista de backlinks e compartilhamentos em redes sociais e aplicativos de mensagem, por exemplo.

Dessa maneira, vale a pena investir em conteúdo desse tipo, como receitas gastronômicas, montagem de motores, artesanato, enfim, elabore dicas de acordo com o seu ramo de atuação, seja na forma de vídeos, fotos, textos ou áudios e aguarde os resultados.

E-book SEO onpage

Guest post

Guest posts são conteúdos elaborados por convidados que tenham amplo conhecimento do assunto abordado, gerando hiperlinks para as suas páginas em outros sites.

Os guest posts são boas sacadas para gerar tráfego de referência, que caracteriza tráfego orgânico, e estão sendo muito utilizados nas estratégias de marketing digital.

Isso porque, além de gerar hiperlinks valiosos que apontam para o seu domínio e aumentar o tráfego, sua empresa tem a chance de chegar a novas audiências compatíveis com o seu negócio e, de quebra, você se posiciona como autoridade no assunto abordado.

A mecânica por trás dessa estratégia é bem simples, mas exige cautela para não colocar tudo a perder. Primeiro, você deve encontrar um parceiro potencial, ou seja, empresas que tenham a ver com o seu negócio ou um público semelhante ao seu.

Depois, construa um relacionamento saudável com o parceiro em potencial, afinal, confiar um espaço que é seu a alguém que acabou de te abordar não é exatamente uma boa prática e pode colocar a reputação da empresa em jogo.

Por fim, faça o convite, nessa etapa é importante que a sua empresa já tenha certa quantidade de conteúdo publicado, assim, o convidado tem maior clareza ao avaliar a linguagem, assunto e forma de expor as ideias antes do tão desejado “sim”.

Storytelling

Histórias bem contadas despertam a atenção do público e ajudam na memorização. O estilo storytelling é justamente isso. Inspirado em narrativas de roteiristas e escritores, ele existe para contar histórias relevantes que despertem o interesse do seu público-alvo, desenvolvendo uma conexão emocional.

Assim, é possível fazer várias analogias, deixando o texto mais leve e com a participação de personagens, o que gera visibilidade e faz com que mais pessoas se identifiquem com os temas abordados. Além de contribuir para a memorização e atenção, cria uma experiência memorável no consumo de um conteúdo.

Para contar uma boa história, é preciso acima de tudo compreender o universo da persona. Entenda quais são os principais desafios e também objetivos para nortear a história. O desenvolvimento do conflito também é importante, afinal, é o momento o qual o público cria uma conexão ao identificar os mesmos desafios logo ali, bem no conteúdo.

Por fim, apresente uma solução para o conflito. É importante que a solução gere conhecimento e aprendizado sobre o assunto.

Lembre-se: boas histórias com finais impactantes têm o poder de nos marcar por um longo período.

Infográficos

Os infográficos são excelentes para facilitar o entendimento sobre os assuntos abordados, além disso, eles são um material que tem compartilhamento garantido nas redes sociais. Por ter apelo majoritariamente visual, esse tipo de conteúdo possibilita uma maior absorção das informações apresentadas e de forma rápida, o que consolida seu sucesso.

Um bom infográfico deve conter:

  • trechos concisos para passar a mensagem desejada;
  • fontes e pesos diferentes para estabelecer a hierarquia das informações;
  • recursos gráficos como ícones, gráficos que remetam aos dados e até mesmo imagens, reforçando a mensagem a ser passada;
  • uma paleta de cores baseada nas cores da empresa para despertar atenção e criar uma conexão instantânea.

Aposte em conteúdos criativos e design arrojado com foco na compreensão do leitor. Assim, certamente, a sua empresa vai conseguir gerar tráfego orgânico, ter mais engajamento e aumentar o alcance da marca.

Blog post

Os blog posts também estão na estratégia para conquistar novas visitas em suas páginas sem a necessidade de anúncios pagos. A dica é saber explorar adequadamente o tipo de funil de vendas para cada estratégia, sempre com conteúdos relevantes que, além de passar credibilidade para o leitor, atenda aos seus interesses e necessidades.

Nesse campo, você pode trabalhar, ainda, com:

  • entrevistas;
  • cases de sucesso;
  • vídeos informativos.

Além de publicar conteúdo em seu blog, é fundamental divulgá-lo para que suas publicações tenham maior alcance. Redes sociais como Facebook e LinkedIn, e até mesmo Twitter e Instagram são um ótimo território a ser explorado dado o tempo que as pessoas passam nessas redes atualmente é a forma como buscam novas informações.

Descubra onde seu público está e divulgue seus conteúdos nesses canais. Invista em uma copy atrativa e que crie conexão com as necessidades do leitor, daquelas que até os olhares mais apressados param para ler. Dessa forma, as publicações ganham maior visibilidade e maiores chances de serem compartilhadas, alcançando novos públicos.

Vantagens de investir no tráfego orgânico

Relevância

Importantíssimo no marketing digital, o tráfego orgânico é um grande passo para a sua empresa reduzir custos e ainda ganhar visibilidade no meio online.

Ao aplicar adequadamente as técnicas de SEO, a sua marca passa a ter mais credibilidade, estando sempre em evidência nas buscas que os usuários realizam diariamente.

Atualmente, cerca de 34% dos cliques orgânicos vão para os resultados que estão na primeira posição nos buscadores, e menos de 10% das pessoas chega até a segunda página.

Só para ter uma ideia, mais de 3,5 bilhões de buscas são feitas diariamente em todo o mundo somente no Google, ou seja, certamente, é possível conquistar novos clientes ao investir em marketing digital. Já pensou em ser o primeiro resultado nos buscadores para um termo relevante para o seu negócio? Incrível, não é mesmo?

Relacionamento

Construir um relacionamento próximo e duradouro é um atributo muito buscado pelos consumidores atuais com relação às marcas. Mais do que consumir um produto ou serviço, os clientes querem se sentir especiais, fazer parte de uma experiência e ter a atenção que merece.

Para chegar nessa relação, acompanhar sua audiência por toda a jornada de compra é fundamental, e dessa forma o tráfego orgânico se torna o protagonista da história.

Pensando no funil de vendas, o público que ainda não conhece sua marca precisa construir uma relação de confiança, e o consumo de informações relevantes é uma etapa importante.

Ao se posicionar na mente desse visitante como uma autoridade e que entende suas dores, as chances de obter mais informações sobre ele e, consequentemente, fechar uma venda, são maiores.

Mas não pense que o relacionamento para por aí. Tão importante quanto o caminho até a efetivação da venda é a etapa pós-venda, onde sua estratégia passa a ter um novo objetivo: encantar o cliente.

Escalabilidade

Quanto mais visitantes seu site receber por meio do tráfego orgânico, melhor. Isso não só pela quantidade de novos acessos e maiores chances de captar leads e fechar vendas, mas pela relevância que seu site passa para o algoritmo dos buscadores.

Ao contrário de um anúncio pago, o qual a veiculação só acontece enquanto houver investimento, as páginas que recebem um bom volume de visitas orgânicas ganham cada vez mais recursos que garantem sua visibilidade nos buscadores.

Um exemplo é a conhecida Posição Zero, onde a página é exibida acima dos resultados, recursos de FAQ ou até mesmo indexação de imagens que correspondam ao tópico pesquisado.

Custo x Benefício

Como citamos acima, quando um anúncio pago deixa de receber investimentos a sua veiculação é suspensa imediatamente. Os resultados orgânicos, por sua vez, são exibidos enquanto seu conteúdo for tido como relevante.

Em outras palavras, seu lucro sobre as vendas é maior. O que gera resultado hoje pode gerar o mesmo resultado, ou até mesmo mais, ao longo dos anos.

Isso não significa que o esforço seja menor. Para garantir tal sucesso, suas estratégias orgânicas precisam estar sempre atualizadas e alinhadas com as necessidades da sua persona.

Audiência qualificada

Outro aspecto importante é a geração de leads qualificados, ou seja, pessoas que estão realmente interessadas em seus produtos ou serviços.

Ao se envolverem com um conteúdo, elas vão buscar mais informações, podendo assinar uma newsletter ou até mesmo comprar em seu e-commerce.

O melhor de tudo isso é que todo o processo acontece de maneira natural, sem a necessidade de investimentos em publicidade. O tráfego orgânico possibilita, ainda, novas conversões em seu site, como pedidos de orçamento ou vendas.

No entanto, os resultados necessitam de um trabalho constante e elaborado por profissionais da área, que estarão focados nas conquistas preestabelecidas. Por isso, uma agência especializada pode ser a solução para colocar sua empresa na vanguarda do meio digital, desbancando a concorrência.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Quer conhecer os nossos planos? Então, entre em contato com a nossa equipe e veja as possibilidades para investir em marketing digital na sua empresa!

Posts Relacionados